Exposições: intervenção no MAC e mostra de fotografia de Peter Scheier estão no roteiro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Exposições: intervenção no MAC e mostra de fotografia de Peter Scheier estão no roteiro

Redação Divirta-se

24 de janeiro de 2020 | 05h00

Arte Urbana

Foto: Tadeu Jungle

Intervenções artísticas vão mudar a vista de dois cartões-postais da cidade. Quem passa pelo entorno do Museu do Ipiranga (Av. Nazaré, entre R. dos Patriotas e R. Conde Vicente de Azevedo, Ipiranga), fechado para visitação desde 2013, encontra 219 metros de tapumes pintados de branco. Mas essa paisagem vai mudar – ganhará cores e desenhos pelas mãos de 35 grafiteiros no projeto Tapume! Festival de Graffiti para o Novo Museu do Ipiranga, neste sábado (25), das 10h às 19h. Já o MAC USP  (Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, Ibirapuera, 2648-0254) terá intervenção de Tadeu Jungle (foto). Em 1981, em viagem à Europa, o artista se perdeu em uma estação de trem por não encontrar no mapa a clássica frase “você está aqui”. De sábado (25), às 11h, até 26/4, as palavras vão estampar a lateral do museu.

Mostras de fotografia incluem inauguração no IMS, com cliques de Peter Scheier

Adrià Julià: Nem Mesmo os Mortos Sobreviverão
A primeira mostra individual do artista catalão no Brasil, aborda – por meio de instalações, vídeos e fotografias – questões ligadas à reprodução e organização de imagens nos primórdios da fotografia. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, Luz, 3324-1000. 10h/18h (fecha 3ª). R$ 15 (sáb., grátis). Até 24/2.

 Arquivo Peter Scheier

Montagem da I Bienal do Museu de Arte Moderna de São Paulo, esplanada do Trianon, avenida Paulista, 1951. À direita, Criança morta (1944), de Candido Portinari; da esquerda para a direita: homem não identificado, Aldo Bonadei, Bruno Giorgi, Sérgio Milliet, mulher não identificada e Victor Brecheret. Foto: Peter Scheier / Acervo Instituto Moreira Salles

A exposição traz 300 itens, entre fotos e documentos, do fotógrafo de origem judaica radicado no Brasil no fim dos anos 1930, como refugiado do regime nazista. Ele registrou importantes mudanças urbanas da cidade de São Paulo, além de acompanhar a construção do Masp. Scheier ainda trabalhou para a revista ‘O Cruzeiro’, fase também contemplada na mostra. A curadoria é de Heloisa Espada. IMS. Av. Paulista, 2.424, metrô Consolação, 2842-9120. Inauguração: sáb. (25), 11h. 10h/20h (5ª, 10h/22h; fecha 2ª). Grátis. Até 24/5.

Fernando Lemos – Mais a Mais ou Menos
A exposição apresenta mais de 80 obras do artista português, entre fotografias, desenhos, aquarelas, nanquins, postais e pinturas. Sob curadoria de Rosely Nakagawa, a seleção contempla a trabalhos desde a década de 1940 até os dias de hoje. Sesc Bom Retiro. Al. Nothmann, 185, Bom Retiro, 3332-3600. 9h/21h (sáb., 10h/21h; dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Grátis. Até dom. (26).

Pictórico Surreal Moderno:  o Retrato no Fotoclubismo  Brasileiro
A mostra busca resgatar a memória dos fotoclubes do País, reunindo imagens produzidas entre 1940 e 1970. Entre os fotógrafos, estão nomes como Aldo de Souza Lima, Dulce Carneiro, Madalena Schwartz e Marco Ferro. Foto Cine Clube Bandeirante. R. Augusta, 1.108, Consolação, 3214-4234. 11h/19h (fecha sáb. e dom.). Grátis. Até 4/4.

Retratos de Mulheres por Mulheres
Com curadoria de João Kulcsár, a mostra traz ensaios de 21 fotógrafas para debater a representação da mulher nas artes e temáticas de seu cotidiano. São 71 fotografias feitas por nomes como Claudia Andujar, Maureen Bisilliat, Dorothea lange, Isis Medeiros, Monica Zarattini e Cris Bierrenbach. Centro Cultural Fiesp. Galeria de Fotos. Av. Paulista, 1313, Metrô Trianon-Masp, 3549-4499. Inauguração: sáb. (25). 10h/22h (dom.,10h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até 3/5.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: