Experiência imersiva da série ‘La Casa de Papel’ chega a São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Experiência imersiva da série ‘La Casa de Papel’ chega a São Paulo

Redação Divirta-se

18 de fevereiro de 2020 | 17h29

Evento permite que você seja integrante do grupo de assaltantes mais famosos da telinha por um dia

 Ana Lourenço

Foto: Fever

O edifício do antigo Banco de São Paulo, no centro da cidade, será o destino do próximo assalto liderado pelo Professor e a sua equipe. A La Casa de Papel: The Experience, que ocorre no local a partir do dia 30 de abril, mesmo mês que será lançada a última temporada da série, possibilita aos fãs viverem um assalto internacional na pele dos personagens.

Desde que surgiu, em 2017, La Casa de Papel vêm conquistando fãs em todo o mundo. Amadores ou apenas conhecedores da série passaram a fazer referência ao seriado, seja cantando a famosa canção de abertura ou usando como fantasia o inegável macacão vermelho e máscara de Salvador Dali. Mas, antes de saber o que acontece com o amor de Rio e Tokyo ou qual o fim da Nairobi, é possível ser integrante do grupo de assaltantes por um dia.

O evento, fruto da colaboração entre Netflix e Fever, irá acontecer simultaneamente nas cidades de Madri (Palácio de Alhajas), Paris (Monnaie de Paris) e São Paulo, para celebrar a série que entrou originalmente no streaming em 2017 e cuja última temporada será lançada em abril deste ano.

Os ingressos já podem ser adquiridos pelo site da Fever (feverup.com). Apesar de, pelo site, haver datas disponíveis só até 31 de maio, a assessoria do evento confirmou que a data de término da experiência ainda não foi definida.

No entanto, as entradas diárias são limitadas e variam de R$ 119 a R$ 149, dependendo do horário escolhido, que iniciam a partir das 18h. Fique atento, pois das 19h20 às 21h20 os valores são mais caros. O ingresso dá direito a uma hora de imersão total no banco, além de uma apresentação pré e pós-imersão.

A idade mínima é de 14 anos e menores de 16 anos deverão estar acompanhados por um adulto. Tanto estudantes, quanto idosos, pessoas com necessidades especiais, jovens de baixa renda e professores da rede pública estadual e das redes municipais de ensino, pagam meia-entrada. Os participantes devem chegar com, pelo menos, 20 minutos de antecedência ao local.

A recomendação é usar roupas e sapatos confortáveis para os clientes, o que indica que, ali dentro, haverá bastante ação. Mas, o site explica que não é permitido o uso do celular durante a experiência. Ou seja, nada de stories com Bella Ciao tocando ao fundo.

Tudo o que sabemos sobre:

exposiçãola casa de papel

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: