As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em sua 4ª edição, Mostra Internacional de Teatro de São Paulo traz espetáculos inéditos de seis países

Júlia Corrêa

09 Março 2017 | 17h58

A 4ª Mostra Internacional de Teatro de São Paulo traz espetáculos de seis países inéditos na cidade, além de uma série de debates e ações pedagógicas

Consolidada no calendário cultural da cidade, a MITsp chega à 4ª edição mais enxuta. Causa da redução, a crise atual no País virou o mote da programação.
Com viés crítico, a mostra – que a partir desta 4ª (15) ocupa diversos teatros de São Paulo – aposta em espetáculos que, tanto no formato como no tema, dialogam com a realidade do Brasil.
As atrações incluem dez peças de seis países – com destaque especial à obra do libanês Rabih Mroué – e uma série de workshops e conversas sobre criação e improvisação teatral.
Os ingressos antecipados podem ser adquiridos em www.mitsp.org. Em alguns casos, haverá cotas de vendas nos dias de espetáculo.

CONFIRA OS DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO: 

ENTREVISTA
Um dos idealizadores da MITsp, Antônio Araújo conversou com o Divirta-se:

Qual é a principal novidade desta edição?
Uma inquietação que atravessa toda a mostra: a vontade de falar do momento de crise do Brasil. O próprio logo deste ano é uma bandeira destroçada. Mas também queremos mostrar nosso desejo de mudança.

Como essa inquietação aparece nas peças?
Por dois eixos: o tema do protagonismo negro e o formato de teatro documentário. Por terem temas como fanatismo religioso, as internacionais acabam dialogando com a nossa situação. Já as daqui tratam diretamente do nosso passado escravagista, por exemplo.

Por que o destaque ao Rabih Mroué?
Ele é muito posicionado, mas faz uma costura especial de questões subjetivas com a macropolítica. Ele nunca tinha agenda para vir, então aproveitamos para dar uma perspectiva ampla da obra dele.

CURSOS E WORKSHOPS

– As alemãs Susanne Kennedy e Johanna Höhmann compartilham experiências na roda de conversa Do Cinema ao Teatro: Como Filmes Viram Peças. Sesc Pinheiros. (30 lug.). R. Paes Leme, 195, 3095-9400. 5ª (16), 10h30. Inf. e inscrições: bit.ly/atividadesmit

– Destaques da cena atual, Alexandre Dal Farra, Grace Passô, Pedro Kosovski e Vinicius Calderoni estarão no debate Dramaturgia Brasileira Contemporânea. Depois, os artistas lançam livros sobre suas obras. Tusp. R. Maria Antônia, 294, V. Buarque, 3123-5233. 18/3, 15h.

– A artista Ntando Cele conduz o workshop Expressar-me para Além da Minha Pele, sobre criação artística e mudança social. Oficina Cultural Oswald Andrade. R. Três Rios, 363, Bom Retiro, 3222-2662. 20/3, 10h; 21/3, 9h30. Inf. e inscrições: bit.ly/atividadesmit