Donos da pista: conheça a rotina e as festas de sete DJs em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Donos da pista: conheça a rotina e as festas de sete DJs em São Paulo

Humberto Abdo

26 de setembro de 2019 | 15h00

Foto: Flashbang

Da música eletrônica ao rock, DJs comandam festas paulistanas com repertório para vários gostos. A seguir, conheça a rotina e as preferências musicais de sete deles – e saiba onde tocam na cidade

DJ ALISTAIR

Foto: Felipe Gabriel

+ Nascido no Rio, Alistair começou a carreira em Buenos Aires. O interesse surgiu após um show do argentino Hernán Cattáneo, ao notar a forte conexão do público com o DJ. Hoje, é conhecido na cena eletrônica paulistana por sets com faixas longas e já tocou em casas como a D-Edge (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 141, Barra Funda, 3665-9500; bit.ly/DEdClub). “Gosto de contar uma história, começar aos poucos, manter certa intensidade e hipnotizar o público”, conta. Tais sets, com vertentes como afro house, techno e sons tribais, são definidos por ele como “instrumentais e melódicos”. No dia 4/10, às 22h, Alistair comanda a estreia da Noite Gooseneck, em que ele toca durante 10 horas na Empire (Al. Franca, 1.096, Jd. Paulista, 3081-4124; R$ 50).

PLAYLIST
Acchiappaspiriti – Franz Scala
Piri – S22
Baunder
– Return

DJ ARIELE QUARESMA

Foto: Lucas Silvestre

+ Não faltam ritmos latinos quando Ariele, que começou como DJ em 2016, está no comando. “Gosto de brincar também com o funk”, completa. “Acho que as latinidades têm essa coisa de, só de ouvir, já querer dançar e se manifestar.” Apesar de sempre preparar a seleção para cada noite, ela costuma adaptá-la de acordo com o clima. “Existe uma relação com o público e como ele movimenta a pista; não adianta o DJ tocar só o que gosta.” Ariele é frequente em casas como o Sputnik Bar (Lgo. do Arouche, 330, República, 2924-5083; bit.ly/SputB), onde toca, sábado (28), a partir das 22h, na festa Venus (R$ 10).

PLAYLIST
Mi GenteJ Balvin e Willy William
BananaAnitta e Becky G
Solta a BatidaLudmilla

DJ GABRIEL ROCHA

Foto: Kaique Talles

+ Desde adolescente, Gabriel já frequentava matinês e tinha contato com a música eletrônica. Após comprar equipamentos, passou a distribuir sets para ‘promoters’ e logo foi convidado para festas. Hoje, em suas sequências, predomina o pop com referências eletrônicas. Nas horas vagas, ele ouve de tudo – “de Slipknot a Elton John”, além de vertentes como house e techno, que não saem de sua playlist. No domingo (29), às 23h30, ele integra a festa Grind, no espaço Desmanche (R. Augusta, 765, Consolação, 2028-2857; R$ 30/R$ 70; bit.ly/Grind29).

PLAYLIST

Flash PosePabllo Vittar e Charli XCX
Sissy That WalkRuPaul
Where Have You BeenRihanna

DJ ELOHIM BARROS

Foto: Flashbang

+ Bem antes de criar a Talco Bells (bit.ly/tabells) com três amigos, em 2008, Elohim já nutria interesse pela música. “Sempre tive essa vocação de seletor de músicas, em festas e viagens entre amigos”, conta. Quando o evento começou a fazer sucesso, passou a discotecar de verdade. Hoje, seus sets – com ritmos como blues, jazz e, principalmente, funk dos anos 1970 – são todos feitos com compactos. “Tem festas em que eu gostaria de ter algum disco que não levei e é divertido ter de se virar com sua própria pré-seleção.” No sábado (28), às 15h, na Balsa (R. Cap. Salomão, 26, 4º andar, Centro; R$ 39; bit.ly/BJell), ele toca durante a festa Jellyroll.

PLAYLIST
Get Up – Vernon Burch
Fat Back Boys – Boca 45
Brother Green – Roy Ayers

DJ LEDAH MARTINS

Foto: Felipe Mazzucatto

+ Quando trabalhava como hostess em um antigo clube na região do Jardim Paulista, Ledah passou a conhecer mais de perto o universo dos DJs. Com incentivo de André Pomba, seu amigo e mentor, decidiu estudar e logo começou a abrir a pista de festas como a Grind. Atualmente, hits do pop compõem seus sets, além de variações de rock, brasilidades e funk. “Brinco que sou uma DJ ‘médium’; prefiro sentir a pista, deixar fluir e baixar minha entidade.” Nesta sexta (27), a partir das 23h, ela toca na Festa dos Signos, na Selva (R. Augusta, 501, Consolação, 2729-3382; R$ 70; bit.ly/SelSig).

PLAYLIST

Can’t Get You Out of My HeadKylie Minogue
S&MRihanna
Seu CrimePabllo Vittar

DJ MILLOS KAISER

Foto: Luara Calvi Anic

+ Para descobrir novos artistas, Millos frequenta lojas de disco no Centro toda semana. “Em tempos de streaming, gosto de DJs que trazem novidades”, explica. “Tento tocar músicas que ninguém conhece, mas sente como se conhecesse a vida toda.” Gêneros como disco, R&B e música brasileira fazem parte dos sets, dançantes e quase sempre com eletrônica. Antes de fazer uma turnê pela Europa, em outubro, Millos ainda toca na Sonido Trópico, dentro do Coffeeshop Club (R. Fradique Coutinho, 1.157, Pinheiros, 94707-0961; R$ 25; bit.ly/SonMill), neste sábado (28), a partir das 22h.

PLAYLIST

Eu Já Não Sei (instrumental) – Jacky Ferreira
Tintin Casou – Rita Guerra
Go Where The Music Takes You – Roger Morrison

DJ SÉRJÔ

Foto: Bruno Carmo

+ Desde os 18 anos, Sérgio Oliveira, ou Sérjô, já tocava na Grind – festa de pop, rock e indie que existe até hoje. Mais tarde, tornou-se um de seus DJs residentes. Fã de rock e dos anos 1980, ele observa que, atualmente, existem poucas festas dedicadas ao estilo. “Toco o que a noite pede – pop e funk.” E pode pedir música? “Depende do momento, mas, às vezes, o pedido é uma luz no caminho e te lembra de uma música que pode encaixar muito bem naquela sequência.” No sábado (28), a partir das 22h, ele toca na Venus, do Sputnik Bar (Lgo. do Arouche, 330, República, 2924-5083; R$ 10; bit.ly/Ven28), do qual é sócio-proprietário.

PLAYLIST
Killing In the Name – Rage Against The Machine
Sweet Dreams (Are Made Of This)Marilyn Manson
Don’t Cha – The Pussycat Dolls

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.