Seleção de apps para criança que oferecem diversão com educação
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Seleção de apps para criança que oferecem diversão com educação

Dá para deixar as crianças brincarem online enquanto aprendem sem perceber; veja opções

Redação Divirta-se

11 de abril de 2020 | 05h00

Nathalia Molina
Especial para o Estado 
As irmãs Beatriz e Bárbara Aguiar são novinhas, mas já têm suas preferências quando o assunto é apps: querem os que têm músicas e desenhos. “Elas gostam de aplicativos que tenham uma variedade de atividades, com vídeos, jogos, tudo em um só lugar”, conta Marjori Schroeder, mãe das meninas de 5 anos e 2 anos, respectivamente.

Até pais mais avessos à tecnologia nas mãos de crianças podem gostar do uso que o digital ganhou após a recomendação de isolamento social por causa do novo coronavírus.

As funcionalidades não se restringem a lives ou games. Há muitas atividades lúdicas e educativas em sites e aplicativos. E tem sempre algo surgindo nessa área, para todas as faixas etárias.

Controle. Beatriz, de 5 anos, tem acesso a apps de jogos indicados pela escola. Foto: Marjori Schroeder

“Todos os aplicativos de jogos foram indicação da escola e dos cursos extras, como piano, inglês e balé”, afirma Marjori. “Somos nós (pais) que baixamos os apps, e limito a três ou quatro para usarem. Não deixo aquele mar de apps abertos.”

Para livros e vídeos, a família escolheu o app Play Kids (Android e iOS; R$ 149,90, por ano). Se a ideia for brincar com joguinhos educativos, as meninas usam o Tiny Tap (Android e iOS; R$ 199,90, por ano).

Há mais opções divertidas e educativas para o universo infantil: J.K. Rowling, criadora do bruxinho mais querido do mundo, lançou, no início de abril, a página Harry Potter at Home, dentro do site oficial Wizarding World, para ajudar a distrair os fãs durante a quarentena. É apenas em inglês, mas tem atividades para várias faixas etárias.

Para crianças menores, há novidades em apps em português: a estreia do TV Rá Tim Bum Play, aplicativo do canal por assinatura para crianças da TV Cultura, e a gratuidade do Discovery Kids Plus até o fim de abril.

Também será gratuito o primeiro mês de uso do TV Rá Tim Bum Play (Android e iOS) – depois, o valor mensal passa para R$ 8,90 nos três primeiros meses e, por último, para R$ 14,90 ao mês. Pais e filhos podem ver juntos as produções da Turma do Cocoricó. O público da TV Rá Tim Bum, indicada para até 8 anos, se concentra principalmente na fase da pré-escola.

Personagens da TV

Canais de televisão infantis frequentemente mantêm sites e aplicativos no Brasil. Dá para jogar pingue-pongue com os Detetives do Prédio Azul no app Gloob Games (Android e iOS). Ou pular com a Ladybug em blocos de gelo de uma Paris congelada. No Mundo Nick, Bob Esponja, Tartarugas Ninjas e integrantes da família do desenho The Loud House, entre outros, estão nas brincadeiras eletrônicas do universo Nickelodeon. Ao clicar no botão verde “Não toque”, coloridas surpresas aparecem na tela.

Os jogos do Cartoon Network têm como protagonistas o pessoal de Urso Sem Curso, Hora da Aventura e O Incrível Mundo de Gumball, entre tantos desenhos do canal. Na aba Fan Art, traços de espectadores do mundo todo ilustram o link Galeria. Quem entrar no desafio tem de criar um desenho com três características sorteadas: um personagem numa ação e em um modo ou lugar.

Doki, Angry Birds, Luna e outros personagens da TV estão no app Discovery Kids Plus (discoverykidsplus.com.br; Android e iOS, gratuito para assinantes do canal infantil na TV), em jogos dos sete erros e da memória, quebra-cabeças e atividades de pintura. Entre os livros interativos, uma historinha de páginas coloridas explica, de modo singelo, o novo coronavírus e a importância do distanciamento social. O aplicativo do canal voltado para quem tem de 4 a 8 anos oferece busca por voz, controle de tempo de uso e uma função de segurança que impede a criança de sair do aplicativo sem o responsável saber.

Pequeninos

Outra figura que faz sucesso entre os mais novinhos é Peppa Pig. Existem diversos aplicativos da porquinha, sendo que muitos são pagos (R$ 10,90, cada) e têm jogos em situações cotidianas ou datas comemorativas. Mas o Peppa Pig: Paintbox (Android e iOS) é gratuito. A porquinha e seu irmão, George, botam meninos e meninas de até 5 anos para colorir ou criar um quadro juntando personagens e acessórios a cenários.

Crianças pequenas costumam se encantar ao descobrir cores, números e formas. Vários sites exploram essas habilidades. O Clubinho Xalingo (clubinho.xalingo.com.br) reúne jogos, separados por grau de dificuldade e inspirados nos brinquedos que a empresa fabrica, caso do dominó da Turma da Mônica. Xalinguinho na Cidade do Futuro tem o personagem da marca em meio às pecinhas do Brincando de Engenheiro, com seus telhadinhos vermelhos que já divertiram gerações.

No link Cultura, o pequeno leitor encontra informações curtinhas sobre fatos históricos (Proclamação da República, entre eles) e divertidos (como Corrida do Queijo, na Inglaterra). O site também oferece atividades ligadas à Páscoa – basta pesquisar o tema na busca para encontrar desde como fazer uma cestinha com dobradura de papel até livretos para download com caça-palavras e labirinto, entre outros desafios.

No clima de Páscoa, há ainda o Jogo do Coelho do Senninha (senninha.com.br), tabuleiro em que a criança brinca sozinha, girando a roleta com um clique de mouse. Jogos da memória, de colorir online e do guarda-roupa maluco (com roupinhas para vestir os bonequinhos) agradam os menorzinhos. Já o do vazamento exige coordenação motora para consertar os tubos do encanamento.

Quem fala inglês aproveita as dicas do DisneyParks Blog. Fãs de Mickey e companhia encontram brincadeiras e informações clicando em Topics e depois em Magic Moments – Learn and Create ou em Fun and Play. Por exemplo, fantoches de papel de Elsa, Anna e Olaf, protagonistas de Frozen, estão em um arquivo para impressão, para serem coloridos e recortados.

Mais crescidos

A Chamex (chamex.com.br/chamexemcasa) também reuniu opções para a família, mas é preciso usar a impressora. As crianças encontram diversão em atividades tanto de pintar quanto de recortar e montar objetos, entre eles, chapéu, dedoche e pulseira de coração. Livros de colorir com animais podem ser usados por todas as faixas etárias, incluindo adultos.

Até 19 de abril, os cursos de desenho da Faber-Castell estão gratuitos para inscrição e uso. Depois do cadastro no site, o participante escolhe aprender a criar personagens para animação, a expressar emoções pelos traços e a caprichar a caligrafia com lettering. Para melhor aproveitamento, o indicado é que as crianças tenham mais de 6 ou 7 anos, conforme o curso.

A partir dessa mesma faixa etária, o site da Revista Recreio (recreio.uol.com.br) também pode ser interessante. As curiosidades costumam fazer a cabeça de quem está entre a fase final da infância e a pré-adolescência. “Por que damos risada?” e “O rádio já foi a mídia mais popular do mundo” são alguns dos textos em destaque. Fãs do Now United ficam sabendo do novo single Hoops.

Na recém-lançada página harrypotterathome.com, além de jogos e desafios em forma de quiz, quem sabe inglês pode acessar o audiolivro de Harry Potter e A Pedra Filosofal. O primeiro volume da série foi colocado à disposição dos leitores gratuitamente para ajudar quem se encontra em isolamento social.

Tudo o que sabemos sobre:

criançaonline

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: