Dia Internacional da Mulher: confira eventos para celebrar a data em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dia Internacional da Mulher: confira eventos para celebrar a data em São Paulo

Júlia Corrêa

06 de março de 2020 | 06h00

Confira uma seleção de atrações para celebrar o Dia Internacional da Mulher em São Paulo

A cantora Roberta Sá. Foto: Wilton Jr/Estadão

Corrida da Mulher
Com percursos de 5 ou 10 km, a corrida também terá atendimentos voltados à saúde da mulher, com distribuição de kits de higiene, manicure e maquiagem e coleta de cabelos cortados para doação. Ao meio-dia, um concerto gratuito da Orquestra Jazz Sinfônica terá como convidadas as cantoras Elba Ramalho, Leila Pinheiro, Fafá de Belém, Roberta Sá, Luiza Possi e o duo AnaVitória. Às 17h, Claudia Leitte faz o show de encerramento. Parque Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, 3629-1075. Dom. (8), 7h. R$ 30 (corrida); corridadamulhersp.com.br

Mulher de Palavra
O Sesc Bom Retiro promove a terceira edição do projeto literário que, neste ano, tem como tema Independente e Coletiva. Na abertura, dia 14/3, das 12h às 21h, uma feira literária reunirá obras escritas e publicadas por mulheres de maneira independente. No dia 17/3, às 19h, uma oficina ministrada pela poeta Angélica Freitas, autora do livro Um Útero é do Tamanho de Um Punho, abordará o assunto A Mulher é Uma Construção. A programação vai até junho, com bate-papos, ciclos de leituras e intervenções artísticas. Al. Nothmann, 185, 3332-3600. Grátis; sescsp.org.br

Oficina de Poesia
Ministrada pela poeta e tradutora, Lubi Prates, autora de livros como Coração na Boca e Um Corpo Negro, a atividade tem como ponto de partida o gênero, a raça e outros marcadores sociais para debater o lugar social das mulheres cis e trans por meio da escrita poética. Biblioteca de São Paulo. Parque da Juventude. Av. Cruzeiro do Sul, 2.630, metrô Carandiru, 2089-0800. 14 e 15/3, 10h/21h. Grátis. Inscrições: bsp.org.br/inscricao

Ação Sintrópica/Deserto e Nascente
Na atividade do Programa CCBB Educativo SP, que vai ocupar o entorno do prédio, as artistas Amanda Melo da Mota e Juliana Freire apresentam uma performance que homenageia a escultora e pintora concretista Lygia Pape. A proposta é produzir uma peça em algodão para integrar o público feminino presente em um corpo coletivo único e fazer uma ligação com os espaços artísticos e históricos. CCBB. R. Álvares Penteado, 112, metrô Sé, 3113-3651. Sáb. (7), 16h. Grátis.

Festival GRLS!
A primeira edição do festival ocorre em dois dias, com programação dividida entre o GNT Talks – com bate-papos com nomes como a atriz Fernanda Lima e a apresentadora Astrid Fontenelle – e shows no sábado, quando se apresentam Kylie Minogue, Tierra Whack, Gaby Amarantos e Linn da Quebrada, e no domingo, quando sobem ao palco Little Mix, Iza, MC Tha e Mulamba. Memorial da América Latina. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, 3823-4600. Sáb. (7) e dom. (8), 9h30. R$ 220 (talks)/ R$ 1,4 mil (programação completa); festivalgrls.com.br

Documentário ‘Quando Elas Cantam’

Ocupação Mulheres Protagonistas
A iniciativa do coletivo Damas Produções, que ocorre ao longo do mês, tem como objetivo valorizar o protagonismo feminino nas artes por meio de bate-papos, cinema, dança e teatro. Nesta sexta-feira (6), às 20h30, haverá a exibição do documentário Quando Elas Cantam, que mostra a atuação do projeto Voz Própria, voltado para o tratamento terapêutico de detentas. No domingo (8), às 17h40, o espetáculo Não Cala! Cabaré Feminista, dirigido por Elaine Guimarães e Evelin Fomin, apresenta um manifesto que mescla canções e poesia. Teatro Arthur Azevedo. Sala Multiuso (100 lug.). Av. Paes de Barros, 955, Mooca, 2605-8007. Grátis.

Mulheres e o Violão
A Casa-Museu Ema Klabin e o projeto Violão e Ponto promovem show que reúne mulheres violonistas tocando músicas em vários estilos. Ao longo da tarde, composições de nomes como Miguel Llobet e Abel Carlevar são interpretadas pelas instrumentistas Roberta Gomes, Alane Miranda, Ana Gabriela, Isabel Luiza e Heloiza Cristina. R. Portugal, 43, Jd. Europa, 3897-3232. Sáb. (7), 16h30. Grátis.

Diálogos no Museu da Cidade
O projeto, que ocupa o Solar da Marquesa de Santos, promove edição dedicada a escritoras brasileiras. Simone O. Marques e Mara Sop conduzem o encontro, que aborda romances clássicos e históricos, com destaque para a obra de autoras pouco conhecidas, como Julia Lopes de Almeida, Maria Firmina dos Reis e Emília Freitas. R. Roberto Simonsen, 136, Centro, 3241-1081. Dom. (8), 10h/13h. Grátis (inscrições no local).

Museu da Imagem e do Som
Várias atividades ocupam o MIS. Até 26 de março, a mostra Sou Princesa, Sou Real (foto), ligada a uma campanha global da Disney, reúne registros de meninas “sonhando alto”, feitos por 19 fotógrafas. Em cartaz até 15 de março, outra exposição, dedicada à escritora Hilda Hilst, conta com uma atividade especial no sábado (7), às 15h: Camila Pitanga, Pascoal da Conceição, Samuel de Assis e Thais Peixoto fazem leitura da peça O Visitante, de 1968. Em 11 de março, às 20h, o museu ainda recebe a cantora Simone, dentro do projeto Notas Contemporâneas. Ela conversa com a jornalista Patrícia Palumbo, e a Banda MIS faz releituras de sucessos de sua carreira. Para as duas últimas atividades, é necessário retirar ingressos uma hora antes. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. 10h/22h (dom., 10h/20h; fecha 2ª).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.