Dez batatas fritas que você precisa provar em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dez batatas fritas que você precisa provar em São Paulo

Redação Divirta-se

13 Setembro 2018 | 16h58

Humberto Abdo, Júlia Correa, Lucinéia Nunes e Marina Vaz

Aqui, não tem versão congelada. Provamos dez boas batatas fritas servidas pela cidade.

Batatas do Butcher’s Market (Foto: Ryan Kim)

+ Em média, 400 quilos de batata asterix viram porções generosas de batata frita, por semana, na cozinha do Butcher’s Market. A versão ‘Cajun Fries’ (R$ 24; foto) é cortada em palito; pré-frita em baixa temperatura; empanada numa mistura de fécula de mandioca, ovo batido e farinha cajun (com açúcar mascavo, tomilho, alho e cebola em pó, páprica doce e picante, chilli powder e orégano); e, finalmente, frita. O resultado é uma batata viciante – sequinha e (muito) bem temperada, que casa perfeitamente com as cervejas da casa. R. Bandeira Paulista, 164, Itaim Bibi, 2367-1043. 12h/15h e 19h/0h (sáb., 12h/0h; dom., 13h/23h; fecha 2ª).

Batatas do Sandoui (Foto: Lucinéia Nunes/Estadão)

As ‘Fritas Maison’ (R$ 9; foto), do Sandoui, são cortadas em palitos finos e temperadas apenas com sal e cebolinha francesa. O segredo está na fritura. “Uma fritadeira superpotente feita sob encomenda e óleo de canola novo e limpo”, garante o chef Gustavo Rozzino. Depois, as batatas são servidas transbordando do potinho. “Tem de cair para fora. Essa é a medida”, diz. Para acompanhar, prove um dos sanduíches da casa, como o ‘New York Burger’ (R$ 27), com cheddar e cebola caramelizada. Al. Joaquim Eugênio de Lima, 1.537, Jd. Paulista, 3051-4750. 12h/16h e 18h/23h (6ª e sáb., 12h/23h; dom., 13h/23h; fecha 2ª).

Batatas da Lanchonete da Cidade (Foto: Ricado D’Angelo)

+ A Lanchonete da Cidade conquista com sua batata palito (R$ 9/R$ 17; foto) de toques rústicos – isso porque, vira e mexe, você se depara com pedacinhos de casca, que dão textura especial ao petisco. Assim como a receita de sua batata rústica propriamente dita, cortada em rodelas (R$ 10/R$ 19), a palito pode vir servida com alecrim e alho confit. Para acompanhar, prove o ótimo ‘Vegan LC’ (R$ 28), com pasta vegana de alho-poró, berinjela, abobrinha, cebola e tomate assados, pesto de manjericão, no pão de centeio. R. Macuco, 355, Moema, 3569-8252. 12h/15h e 18h/1h (6ª e sáb., 12h/2h; dom., 12h/0h; 2ª, 12h/15h e 18h/0h).

Batatas do Na Garagem (Foto: Rodrigo Fonseca)

+ Cortadas com casca em palitos menores e fritas a 180 graus, as batatas rústicas do pequeno Na Garagem são servidas na caneca, com um toque de sal e alecrim. São batatas perfeitas para quem prefere as mais sequinhas e crocantes, com direito a algumas mais torradinhas. A porção (R$ 9,50; foto) vem acompanhada de maionese de mostarda japonesa – ingrediente que também entra na composição do novo ‘Burger de Porco’ (R$ 20), com hambúrguer de 140 gramas de carne suína, cebola roxa caramelizada e alface. Já o clássico cheese salada sai por R$ 25. Quem quiser ainda pode provar a versão de batatas-doces fritas com sal e alecrim (R$ 9,50). R. Benjamim Egas, 301, Pinheiros, 3032-0978. 12h/23h (dom., 12h/22h; 3ª, 12h/15h e 18h/23h; fecha 2ª).

Batatas do 1101 (Foto: Marina Vaz/Estadão)

+ Em um charmoso espaço envidraçado e com plantas, o bar 1101 serve uma batata rústica (R$ 26; foto) cheia de personalidade e sabor. Rechonchuda, macia por dentro (é quase um purê!), com casquinha crocante e levemente descolada do ‘recheio’, ela chega à mesa temperada com uma mistura de páprica doce, páprica picante e canela. Ao lado, dois potinhos: um com catchup; outro com a ótima maionese da casa, à base de agrião. Durante a semana, no almoço, a batata não é servida como porção, mas vira acompanhamento para pratos executivos. Al. Ministro Rocha Azevedo, 1.101, Cerqueira César, 2385-0671. 12h/15h e 19h/2h (sáb., 12h/2h; dom., 12h/22h; 3ª e 4ª, 12h/15h e 19h/23h45; fecha 2ª).

Batatas do Z Deli (Foto: Sara Felix e Gustavo Breno)

+ As batatas fritas do Z Deli Sandwich Shop merecem, de fato, a fama que sustentam de serem uma das melhores de São Paulo. Não é à toa que são usados, em média, 500 quilos de batatas cruas por dia, nas três unidades da rede (Jardim Paulista, Centro e Pinheiros). Cortadas em palitos grossos e com casca, elas são fritas em três etapas, com tempo e temperatura controlados. Somente na hora de servir, ela é temperada com sal, alecrim fresco e um pó com mais de 20 especiarias – como cebola, alho, pimentas, mostarda, zimbro e, predominantemente, páprica. Ficam sequinhas por fora, cremosas por dentro e picantes. Servida na cestinha com maionese, a porção grande da ‘Z Deli Fries’ custa R$ 18 (foto). Se estiver com mais fome, a casa serve bons hambúrgueres e sanduíches, como o de pastrami (R$ 36). Finalize com o cheesecake com calda de morango (R$ 15). R. Francisco Leitão, 16, Pinheiros, 2305-2200. 12h/0h (6ª, sáb. e vésp. fer., 12h/1h).

Foto: Humberto Abdo/Estadão

+ Com cardápio de petiscos, saladas e pratos para compartilhar, o Teus Restaurante Bar serve sua batata frita (R$ 16; foto acima) em formato de palito e temperada com sal e pimenta-do-reino. Do balcão saem drinques como o ‘Norman Collins’ (R$ 25), com rum, cachaça, amaro e limão, e o ‘Do Verde’ (R$ 25), à base de gim, limão, bitter de salsão e infusão de salsinha, manjericão e pepino. R. Natingui, 1.548, Pinheiros, 3031-0654. 12h/15h e 19h/23h (6ª, 12h/15h e 19h/0h; sáb., 12h30/17h e 19h30/0h; dom.,12h30/17h; fecha 2ª).

Foto: Humberto Abdo/Estadão

+ Com o bem-humorado ditado ‘Come Hungry, Leave Drunk’ (em inglês, ‘venha faminto, saia bêbado’), o Raw Burger N Bar tem a ‘Batata Raw’ (R$ 12; foto acima), condimentada com alho, alecrim e lemon pepper, e servida com maionese de limão-siciliano. Para acompanhar, gim-tônica (R$ 29). R. Aspicuelta, 176, V. Madalena, 3032-3610. 12h/0h (sáb., 13h/0h; dom., 13h/22h; fecha 2ª e 3ª).

Foto: Rubens Kato

+ No Guarita Burger, aberto em abril deste ano, as ‘Fritas com Cajun Spice’ (R$ 11; foto acima) são uma boa pedida para quem gosta de opções bem temperadas. Acompanhadas de maionese da casa, elas são feitas com um mix de especiarias, que inclui, por exemplo, páprica, cominho e alho em pó. R. Antônio Carlos, 395, Consolação, 3262-1677. 11h37/0h07 (6ª e sáb., 11h37/1h07).

Foto: Victoria Salles

+ Aberto no fim de 2017, o Frank & Charles Sandwich Bar e Café, filial da hamburgueria de mesmo nome localizada em frente, serve batatas bolinhas fritas com sal de ervas (R$ 18,50; fotoa acima). Cortadas em dois ou quatro pedaços, elas passam por um pré-preparo, a partir de cozimento com sal, alecrim e tomilho, seguido por resfriamento. Quando o pedido é feito, a porção é frita, finalizada com sal de ervas e, então, servida com maionese de pesto. Crocantes por fora e macias por dentro, caem bem, por exemplo, com o cachorro-quente da casa (R$ 19), que leva salsicha artesanal, molho de tomate e fonduta de grana padano com muçarela. R. Alagoas, 852, Higienópolis, 2503-7125. 8h30/22h (6ª e sáb., 8h30/23h; fecha dom.).

QUEREMOS SABER

Qual é sua batata frita preferida em bares e lanchonetes de São Paulo? Compartilhe sua foto e opinião em nosso Instagram, seguido de #fritasnodivirtase.