De Woody Allen, ‘Homem Irracional’ é destaque nas estreias da semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

De Woody Allen, ‘Homem Irracional’ é destaque nas estreias da semana

Redação Divirta-se

27 Agosto 2015 | 17h19

Só Woody Allen para ter topete de começar um filme citando Kant. Assim inicia Homem Irracional, com uma das frases mais famosas do filósofo alemão, a de que não conseguimos evitar certas perguntas para as quais sabemos não existirem respostas. Do tipo: qual o sentido da vida? Ou: existe um sentido moral fora de nós?

Com o professor de filosofia Abe Lucas (Joachim Phoenix), alcoólatra, desesperançado e triste – portanto, irresistível às mulheres – Allen tenta, mais uma vez, trabalhar em torno da questão insondável do senso moral.

Abe chega ao câmpus de uma nova universidade e, com seu jeitão perdido, logo se torna atração exótica. A mulher de um professor, Rita (Parker Posey), e uma aluna, Jill (Emma Stone), caem por ele. Mas Abe sente-se abúlico demais para se enamorar, ou mesmo para fazer sexo. Até que descobre um caminho inusitado para voltar a sentir o prazer de estar vivo. Só que essa trilha se abre em meio a uma transgressão criminal.

Rindo, ironizando, ou tentando pensar mais a fundo, Allen atinge um grau de densidade pouco frequente na arte infantilizada do cinema atual. Sua extensa filmografia é como uma meditação em curso. Esperamos que seja um longo curso. Luiz Zanin Oricchio

 

Aclamado em festivais, o longa Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert, já é apontado por críticos como uma das apostas do Brasil para o próximo Oscar. O filme propõe um retrato social do País a partir da protagonista Val (Regina Casé), uma imigrante nordestina em São Paulo.

A mulher trabalha, e mora, há anos em uma mansão no Morumbi, onde ajudou a criar o filho dos patrões, Fabinho (Michel Joelsas).

Estável financeiramente, Val decide trazer Jéssica (Camila Márdila), sua filha que foi criada por parentes em Pernambuco, para morar na cidade e estudar para o vestibular. De uma geração diferente, a adolescente não aceita bem os padrões de servidão da casa. Isso desencadeará problemas tanto no relacionamento com sua mãe quanto no convívio com os patrões. Celso Filho

 

Veja as outras estreias da semana:

Periscópio. Parceria entre o diretor Kiki Goifman e o roteirista Jean-Claude Bernadet, o longa traz o próprio Bernadet como um dos protagonistas. No filme, ele mora com o personagem vivido por João Miguel em um apartamento isolado do mundo. A relação dos dois fica conturbada quando um estranho objeto aparece no chão, o tal periscópio.

Corrente do Mal. Horror. Dir. David Robert Mitchell. Após fazer sexo com um garoto em um carro, a jovem Jay começa a ter visões e a sensação de que está sendo perseguida. Com a ajuda de seus amigos, ela descobre que está presa a uma força sobrenatural.

Dior e Eu. Dir. Frédéric Tcheng. O documentário mostra os bastidores da alta costura, acompanhando o primeiro ano de Raf Simon como diretor de arte da grife francesa.

Expresso do Amanhã. Dir. Joon-ho Bong. Em 2031, uma nova era do gelo quase exterminou os seres humanos. Os sobreviventes, agora, vivem no ambiente segregador de um trem, viajando por diferentes lugares do mundo.

Hitman – Agente 47. Dir. Aleksander Bach. Baseado em uma franquia de videogame, traz o Agente 47, um assassino de aluguel geneticamente modificado. No filme, ele terá de enfrentar seu próprio passado.

Ted 2. Dir. Seth Macfarlane. Na continuação do filme, o desbocado urso de pelúcia decide morar com a sua nova namorada e planeja ter um filho. No entanto, ele terá de lutar na Justiça para provar que é humano e que, assim, o casal pode fazer uma inseminação artificial.