Cultura Inglesa Festival: confira os destaques da 23ª edição
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura Inglesa Festival: confira os destaques da 23ª edição

Redação Divirta-se

23 de maio de 2019 | 18h09

A cantora Lily Allen é uma das atrações. Foto: Cultura Inglesa

Os destaques do 23º Cultura Inglesa Festival, que leva atrações gratuitas a diferentes pontos da cidade, de 24/5 até  16/6

EXPOSIÇÕES

No CCSP (R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002), a mostra I, Game: Interpretar, Investigar, Imaginar propõe, até 16/6, uma experiência interativa sobre a história dos videogames e sua influência na cultura pop (10h/20h; sáb. dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). No mesmo período, as galerias do Centro Brasileiro Britânico (R. Ferreira de Araújo, 741, Pinheiros, 3819-4120) recebem três exposições (10h/19h; sáb., dom. e fer., 10h/ 16h). ‘Tudo É Dissimulado’, de David Magila, reúne desenhos do parque londrino Parkland Walk. ‘Notas de um Sonho’, do cartunista Caco Galhardo, propõe uma leitura de ‘Sonho de uma Noite de Verão’, de Shakespeare. E ‘Tiger, Tiger’, de Tiago Mestre, exibe obras de cerâmica e argila baseadas no legado de Bernard Leach.

CINEMA

No Instituto Tomie Ohtake (R. Coropé, 88, Pinheiros, 2245-1900), o festival apresenta o Cine Fachada: Novos Diretores Britânicos, com três filmes inéditos, sempre às 20h. O primeiro a ser exibido é ‘American Animal’, de Bart Layton (em 31/5), seguido de ‘Eu Não Sou uma Bruxa/I Am Not a Witch’, dirigido por Rungano Nyoni (1º/6), e de ‘Beast’, por Michael Pearce (2/6). Já a mostra Heróis Britânicos leva ao CCSP (R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002) personagens como o ‘Rei Arthur’, de Antoine Fuqua – com sessão hoje (24), às 17h e às 17h30. E, na série Curtas-metragens, no dia 4/6, às 20h, ‘Antes que Seja Tarde’ e ‘Vitorianna’ são exibidos no IMS (Av. Paulista, 2.424, 2842-9120).

TEATRO E DANÇA

Sucesso na última edição do Edinburgh Festival Fringe, What Girls Are Made Of (90 min.; 14 anos), da atriz Cora Bisset, terá sessões no Teatro Faap (R. Alagoas, 903, Higienópolis, 3662-7233) – hoje (24), às 21h; sábado (25), 16h e 21h, e, domingo (26), às 19h. Com banda ao vivo, a peça relembra a trajetória musical de Cora nos anos 1990, quando saiu de uma cidade pequena para acompanhar bandas como Blur e Radiohead. O pop britânico ainda marca dois espetáculos de dança, no Centro Brasileiro Britânico (R. Ferreira de Araújo, 741, Pinheiros, 3819-4120): Slowsoul (50 min.; 14 anos), que parte do som do rapper Tricky (30/5, 31/5 e 1º/6, 21h; 2/6, 19h); e Imagine (45 min.; livre), inspirada na canção de John Lennon (6, 7 e 8/6, 21h; 9/6, 19h). Dica: retire ingresso 1h antes da sessão.

CRIANÇAS

A programação infantil do festival ocupará a unidade Pinheiros da Cultura Inglesa (R. Dep. Lacerda Franco, 333, Pinheiros, 3032-4888) entre os dias 8 e 9/6, das 10h às 18h. Ali, haverá um painel do ilustrador Gus Morais que propõe uma releitura de Onde Está o Wally?. Entre diversas oficinas e brincadeiras, um jogo de fuga inspira-se no universo de Agatha Christie (9/6, 11h15, 12h45, 15h e 16h15). E os pequenos ainda poderão assistir a espetáculos teatrais como O Rouxinol e a Rosa, do Coletivo Grão, que parte do conto de Oscar Wilde (9/6, 11h e 16h).

MÚSICA

A cantora Lily Allen (foto) é a atração principal do dia de shows do evento, que ocorre em 9/6, a partir das 15h30, na Praça Cívica do Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, metrô Barra Funda). Depois de uma crise pessoal e profissional, ela lançou, em 2018, seu quarto álbum, ‘No Shame’. Duda Beat também se apresenta, assim como a banda de alunos da Cultura Inglesa, Mad Mother’s. Os ingressos serão distribuídos na 2ª (27), pelo site www.livepass.com.br (taxa de conveniência: R$ 6).

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.