Confira roteiro de exposições
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira roteiro de exposições

Celso Filho

31 Março 2016 | 16h41

A seguir, as principais exposições entre 1º/4 e 7/4:

Inaugurações

#estaéaminhahistória. O Instagram procurou, entre suas usuárias, perfis de mulheres que lutam para mudar sua realidade. As 30 histórias selecionadas são apresentadas na mostra. Cartel 011. R. Artur de Azevedo, 517, Pinheiros, 3081-4171. 11h/0h (dom., 13h/17h30; 2ª, 11h/20h). Inauguração: 4ª (6). Grátis. Até 11/4.

luar do sertão - crédito maringas maciel_

Foto: Maringas Maciel/Divulgação

+ Figuras indígenas e elementos da fauna e da flora brasileira foram fontes de inspiração do trabalho do paranaense João Turin (1878-1949). Uma retrospectiva reúne cem criações do artista, entre esculturas (foto), relevos, desenhos e manuscritos. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). Inauguração: sáb. (2), 11h. R$ 6 (sáb., grátis). Até 6/6.

#ForadaModa – Uma Exposição em Construção. A mostra propõe diálogos entre a moda e as artes visuais. Foram montadas instalações de nomes como Fause Haten, que apresenta ‘A Fábrica do Dr. F’ sobre o estilista Yves Sain Laurent. Há uma programação paralela com oficinas e cursos. Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. 8h/ 21h30 (sáb., 10h/21h30; dom., 10h/18h30; fecha 2ª). Inauguração: 3ª (5). Grátis. Até 30/10.

+ Oswaldo Vigas é homenageado em mostra no MAC-USP

Darío Escobar. O guatemalteco se apropria de objetos industrializados, como carrocerias de caminhões e bolas de basquete, para criar suas esculturas e instalações. Em ‘Composições’, ele traz trabalhos inéditos. Casa Triângulo. R. Estados Unidos, 1.324, Jd. América, 3167-5621. 10h/19h (fecha dom.). Inauguração: 3ª (5), 18h. Grátis. Até 8/5.

Foto: divulgação

+ O artista e militante Antonio Benetazzo foi perseguido e morto em 1972, durante a ditadura militar. Sua carreira é lembrada em uma mostra, que reuniu cerca de 90 obras, como o autorretrato acima. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. 10h/20h (sáb., dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Inauguração: 6ª (1º), 19h. Grátis. Até 29/5.

Débora Bolsoni. Para ‘Descaracter’, a artista carioca reúne objetos, instalações e desenhos inéditos. Entre as obras, ‘Tubos’ conta com dois objetos em forma de tubulações hidráulicas, feitos com feltro vermelho e parafina branca. Galeria Jaqueline Martins. R. Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 74, Pinheiros, 2628-1943. 10h/19h (sáb., 12h/17h; fecha dom.). Inauguração: sáb. (2). Grátis. Até 14/5.

Histórias da Infância. Da arte asiática à brasileira, a mostra reúne 200 obras que retratam e abordam a infância em diferentes épocas e países. Além de englobar grandes nomes, como Renoir e Van Gogh, o conjunto de trabalhos inclui artistas contemporâneos e até desenhos de crianças. Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. 10h/18h (5ª, até 20h; fecha 2ª). Inauguração: 5ª (7), 20h. R$ 25 (3ª, grátis). Até 31/7.

Sebastião Salgado, Cultura de café em Llano Bonito de Sarcero, Região Ce...

Foto: Sebastião Salgado/divulgação

+ Em 2002, Sebastião Salgado iniciou uma série sobre produtores de café, registrando lavouras em dez países, como Costa Rica, Brasil e China. Cerca de 80 imagens estão em ‘Perfume de Sonho – Uma Viagem ao Mundo do Café’. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Inauguração: 5ª (7). Grátis. Até 8/5.

Hugo França – Linha Negra. Na mostra em seu ateliê, o designer apresenta suas novas coleções de peças de mobiliário. Feitos com madeira, os trabalhos são marcados pelas intervenções mínimas de França. Atelier Hugo França. R. Gomes de Carvalho, 585, V. Olímpia, 3045-6575. 10h/19h (fecha dom.). Inauguração: 3ª (5), 19h/22h. Grátis. Até 6/5. Aos sábados, é necessário agendar visita.

Luiz Hermano. O artista exibe 16 obras da série ‘Geometria Invertida’. Nela, Hermano aborda questões relacionadas ao equilíbrio – em esculturas e objetos feitas com aço, alumínio e fios de cobre. Galeria Lume. R. Gumercindo Saraiva, 54, Jd. Europa, 4883-0351. 10h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Inauguração: 3ª (5), 19h. Grátis. Até 7/5.

Maria Lynch. A carioca reuniu 30 obras para ‘Ficções Sensoriais’. Entre instalações, pinturas e desenhos, há caixas sensoriais e interativas, onde o visitante sente diferentes texturas pelas mãos. Na abertura, a artista executa uma performance com um ilusionista. Blau Projects. R. Fradique Coutinho, 1.464, V. Madalena, 3467-8819. 11h/19h (fecha dom. e 2ª). Inauguração: sáb. (2), 12h. Grátis. Até 7/5.

Métal – Germaine Krull. A mostra resgata a série fotográfica ‘Métal’, da polonesa Germaine Krull (1897-1985), que foi publicada em formato de fotolivro em 1928. São expostos 64 registros de estruturas metálicas em cidades europeias. Museu Lasar Segall. R. Berta, 111, V. Mariana, 2159-0400. 11h/19h (fecha 3ª). Inauguração: sáb. (2), 17h. Grátis. Até 30/5.

Norbert Bisky. A liberdade de ir e vir e a crise migratória na Europa são questões abordadas nas obras que o artista alemão traz ao Brasil. Na mostra ‘A Fuga’, ele exibe oito telas. Baró Galeria (Jardins). R. da Consolação, 3.417, Cerq. César, 3661-9770. 10h30/19h30 (fecha dom.). Inauguração: 3ª (5), 18h. Grátis. Até 7/5.

Pisho Xodô – A Escrita Como Ato. A mostra promove o encontro entre duas linguagens: a pichação e o shodô, técnica japonesa de caligrafia. Juntos, são expostos escritos em shodô e registros de pichações pela cidade. Casa das Rosas. Av. Paulista, 37, metrô Brigadeiro, 3285-6986. 10h/22h (dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Inauguração: 3ª (5). Grátis. Até 1º/5.

Rafael RG. Os sentimentos e as relações pessoais são a fonte de inspiração do artista. Na mostra, ele apresenta alguns desses trabalhos, feitos entre 2010 e 2016. Galeria Sé. R. Roberto Simonsen, 108, Centro, 3107-7047. 11h/19h (sáb., 12h/ 17h; fecha dom. e 2ª). Inauguração: dom. (3), 12h/18h. Grátis. Até 21/5.

Russel Young. Em ‘Icons’, o artista britânico traz ao Brasil 24 obras recentes. Com influências da pop art, ele retrata, nas criações, ícones da música e do cinema, como David Bowie e Marilyn Monroe. Plataforma91. R. Major Diogo, 91, Bela Vista. 11h/18h (fecha dom., 2ª e 3ª). Inauguração: sáb. (2), 16h. Grátis. Até 30/4.

Sergio Lucena. O pintor paraibano reúne obras inéditas em ‘É Como o Vento’. Nelas, Lucena cria paisagens que, a partir de pinceladas curtas, se assemelham a pinturas abstratas. Galeria Mezanino. R. Cunha Gago, 208, Pinheiros, 3436-6306. 11h/19h (fecha dom. e 2ª). Inauguração: sáb. (2). Grátis. Até 21/5.

Última semana

Gabriel Nehemy. Com curadoria de Mario Gioia, ‘Azul, Cinza, Rosa’ reúne desenhos e pinturas do jovem artista. Nas obras, Nehemy também utiliza materiais menos convencionais, como linhas e páginas de livros de poesia e filosofia. Dconcept Escritório de Arte. Al. Lorena, 1.257, Jd. Paulista, 3085-5006. 14h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (2).

Galeria Virgilio. A galeria encerra duas mostras. ‘Os Desenhos da Fotografia’ reúne trabalhos em fotografia de Celina Yamauchi. Já Sergi Spalter apresenta pinturas recentes. Galeria Virgilio. R. Virgílio de Carvalho Pinto, 426, Pinheiros, 2373-2999. 11h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (2).

Grandes Mestres – Michelangelo, Leonardo e Rafael. A mostra inaugurou o novo Espaço Cultural Porto Seguro. Com recursos multimídia, a exposição visita a obra dos grandes mestres italianos em reproduções, como uma réplica de ‘Davi’, de Michelangelo. Espaço Cultural Porto Seguro. Al. Barão de Piracicaba, 610, Campos Elísios, 3226-7360. 10h/ 19h (dom., 10h/17h; fecha 2ª). Grátis. Até dom. (3).

Guto Lacaz. Lacaz apresenta trabalhos inéditos em ‘Máscara Negra’. Com recursos eletrônicos, ele criou seis painéis cinéticos que se alteram a cada três segundos. Galeria Arte Aplicada. R. Haddock Lobo, 1.406, Cerq. César, 3062-5128. 10h/19h (sáb., 10h/14h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (2).

Jaques Faing. Com a fotografia, o artista procurou registrar o movimento e as cores do carnaval no Rio e em São Paulo. O resultado destes ensaios está na mostra ‘Giracorpogira II’, com 38 imagens. Museu Afro Brasil. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até dom. (3).

Mondrian e o Movimento De Stijl. A mostra apresenta tanto o trajeto percorrido por Piet Mondrian até o neoplasticismo quanto as influências do grupo da revista ‘De Stijl’ em outras áreas. Das 70 obras, 30 são de Mondrian. A lista também inclui nomes como Gerrit Rietveld e Theo van Doesburg. CCBB.
R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113- 3651. 9h/21h (fecha 3ª). Grátis (é possível reservar pelo site www.bb.com.br/cultura). Até 2ª (4).

Ocupação Person. O cineasta Luiz Sergio Person (1936-1976) é homenageado pelo projeto Ocupação, com fotografias, livros, documentos e objetos raros. São peças como o roteiro do filme ‘SSS Contra a Jovem Guarda’, que não chegou a ser realizado. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. 9h/20h (sáb. e dom., 11h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até dom. (3).

Rodrigo Koraicho. Em ‘Devoção’, sob a curadoria de Claudinei Roberto da Silva, o fotógrafo apresenta 40 imagens. As obras resultaram de viagens às cidades de Varanasi, na Índia, e Katmandu, no Nepal. Museu Afro Brasil. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até dom. (3).

Sandra Cinto. Para inaugurar sua nova sede nos Jardins, a Casa Triângulo recebeu ‘Acaso e Necessidade’. A mostra apresenta obras recentes de Sandra Cinto, feitas durante sua viagem ao Japão – desenhos, telas e uma escultura. Casa Triângulo. R. Estados Unidos, 1.324, Jd. América, 3167-5621. 10h/19h (fecha dom.). Grátis. Até sáb. (2).

Transver. Em 2015, deficientes visuais participaram de um curso de fotografia, coordenado por João Kulcsár. Dez trabalhos que resultaram destas aulas são expostos ao público. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/ 18h (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 2ª (4).

Em cartaz

Acervo em Transformação. De longa duração, a mostra retoma os emblemáticos cavaletes de vidro de Lina Bo Bardi. Com pequenas adaptações técnicas, as peças expõem 119 obras do acervo do Masp, com nomes como Cézanne, Matisse e Portinari. Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. 10h/18h (5ª, até 20h; fecha 2ª). R$ 25 (3ª, grátis). Por tempo indeterminado.

Água, Paisagem Alterada. A crise hídrica e outras questões relacionadas à água estão presentes nos 50 trabalhos da mostra. Com curadoria de Maria Alice Milliet, são criações do irlandês James Concagh e dos artistas do grupo Em Branco, como Ana Michaelis e Celso Orsini. Centro Brasileiro Britânico. R. Ferreira de Araujo, 741, Pinheiros, 3819-4120. 10h/19h (sáb., dom. e fer., 10h/16h). Grátis. Até 30/4.

Amilcar de Castro. Referência da arte concreta, o artista mineiro é lembrado em uma exposição com 20 obras. O recorte da mostra, que reúne desenhos e esculturas, tem foco em sua produção entre os anos 1970 e 1980. Galeria Marília Razuk. R. Jerônimo da Veiga, 131, Itaim Bibi, 3079-0853. 10h30/19h (sáb., 12h/17h; fecha dom.). Grátis. Até 30/4.

Os Anos de Brasil de Axl Leskoschek: 1940-1948. Para fugir do nazismo, o austríaco Axl Leskoschek (1889-1976) mudou-se para o Brasil na década de 1940. Seu período de exílio é o mote da mostra, com cerca de 160 criações – como suas xilogravuras para as edições brasileiras dos livros de Dostoievski. Dan Galeria. R. Estados Unidos, 1.638, Jd. Paulista, 3083-4600. 10h/18h (sáb., 10h/13h; fecha dom.). Grátis. Até 9/4.

Aprendendo com Dorival Caymmi: Civilização Praieira. Na mostra, o clima litorâneo não está somente em objetos e músicas do compositor. Também há obras de outros artistas com o tema, como Pierre Verger e José Pancetti. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Grátis. Até 1º/5.

A Batalha do Corpo. A instalação de Juliana Curi e Maria Eugenia Cordero aborda a aids na sociedade atual. Para criar a obra, as artistas contaram com a ajuda de 30 colaboradores, pessoas que de alguma maneira possuem uma relação com o HIV. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. 10h/20h (sáb., dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Grátis. Até 24/4.

Claudio Cretti – Mesa Posta. Na mostra, o artista apresenta três séries de esculturas recentes. Entre elas, ‘Onde Barro a Casa o Corpo’, produzida durante a abertura da exposição por meio de uma performance com quatro toneladas de argila. Oficina Cultural Oswald de Andrade. R. Três Rios, 363, metrô Tiradentes, 3222-2662. 10h/20h (sáb., 13h/20h; fecha dom.). Grátis. Até 16/4.

Claudio Cretti – Paragem Bom Retiro. O artista também está em cartaz na Oficina Oswald de Andrade. Na unidade do Sesc Bom Retiro, ele apresenta uma instalação, formada por uma grande escultura de madeira que remete a uma casa caipira. Sesc Bom Retiro. Al. Nothmann, 185, 3332-3600. 9h/ 20h30 (sáb., 10h/18h30; dom., 10h/17h30; fecha 2ª). Grátis. Até 26/6.

Coleções em Diálogo: Museu Paulista e Pinacoteca de São Paulo. Ainda nas comemorações dos seus 110 anos, a mostra propõe um diálogo entre as coleções da Pinacoteca e do Museu Paulista. São exibidas cerca de 50 criações – o que inclui peças do acervo do ‘museu do Ipiranga’, fechado para reformas. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 29/1/2017.

Di Cavalcanti – Conquistador de Lirismos. A mostra exibe a produção de Di Cavalcanti (1897-1976) entre 1925 a 1949. O recorte lança olhar para um período de amadurecimento de sua pintura, marcado pela sua primeira viagem à Europa. De coleções particulares, as criações foram raramente expostas. Galeria Almeida e Dale. R. Caconde, 152, Jd. Paulista, 3887-7130. 10h/18h (sáb., 10h/14h; fecha dom.). Grátis. Até 28/5.

Educação como Matéria-prima. O mote aqui é a maneira encontrada por artistas para ligar ações pedagógicas às artes visuais. Estão expostos trabalhos de nomes como Graziela Kunsch e Paulo Bruscky. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/17h30 (fecha 2ª). R$ 6 (dom., grátis). Até 5/6.

Felipe Góes. Para a mostra ‘Recanto’, o artista traz sua produção recente. São dez pinturas, feitas nos últimos dois anos, nas quais Góes retrata paisagens rurais e interioranas. Centro Histórico e Cultural Mackenzie. R. Maria Antonia, 307, prédio 1, Consolação, 2114-8361. 10h/21h (sáb., 10h/16h; fecha dom.). Grátis. Até 28/4.

Filmes e Vídeos de Artistas na Coleção Itaú Cultural. Na exposição, o acervo do instituto é apresentado em 19 obras. A seleção engloba nomes de diferentes gerações, como Sara Ramo, Anna Bella Geiger e Cao Guimarães. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1777. 9h/20h (sáb., dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até 22/5.

José Spaniol. O artista gaúcho ocupa o octógono da Pinacoteca com a instalação ‘Tiamm Schuoom Cash!’. Nela, Spaniol apresenta dois grandes barcos de madeira, sustentados por escoras de bambu. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 30/5.

Joseph Beuys. A mostra lembra os 30 anos de morte do alemão, que fez parte do movimento Fluxus. A sua carreira é visitada em esculturas, desenhos, gravuras e vídeos, criações feitas entre os anos 1950 e 1980. Galeria Bergamin & Gomide. R. Oscar Freire, 379, loja 1, Jd. Paulista, 3853-5800. 11h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até 30/4.

Marcelo Moscheta. As intervenções do homem na natureza são a temática de ‘Sete Quedas’. Entre as obras, Moscheta monta uma instalação sobre o alagamento das cachoeiras do Salto Guaíra para a construção da Usina de Itaipu. Vermelho. R. Minas Gerais, 350, Higienópolis, 3138-1520. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 16/4.

Márcio Périgo. Na mostra, o artista paulista traz 31 trabalhos de sua carreira. Estão expostos não somente suas criações em gravura em metal, mas também desenhos. Graphias Casa da Gravura. R. Joaquim Távora, 1.605, V. Mariana, 5539-1358. 13h/ 18h (sáb., 11h/15h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 30/4.

Mariana Tassinari. Em ‘Quina’, a artista apresenta 30 fotografias, algumas inéditas, nas quais ela explora diferentes suportes – como impressão UV sobre alumínio e backlight. A curadoria é de Eder Chiodetto. Fauna Galeria. R. Tangará 132, V. Mariana, 3668-6572. 10h/19h (sáb., 10h/14h; fecha dom.). Grátis. Até 30/4. Aos sábados, é necessário agendar visita.

Mestres Santeiros Paulistas do Século XVII. Estão reunidas 54 obras do acervo do colecionador Ladi Biezus. O recorte apresenta esculturas sacras, feitas por mestres santeiros como Frei Agostinho de Jesus. Museu de Arte Sacra. Av. Tiradentes, 676, metrô Tiradentes, 3326-3336. 9h/17h (sáb. e dom., 10h/18h; fecha 2ª e 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 29/5.

O Mundo de Tim Burton. Na mostra, o imaginário do cineasta e suas inspirações são revelados por meio de 500 objetos pessoais. Além de referências a seus filmes, estão reunidos desenhos, pinturas e outras peças. MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. 10h/ 20h (sáb., 9h/21h; dom. e fer., 11h/ 19h; fecha 2ª). R$ 12 (3ª, grátis). Ingressos: vendas pelo site www.ingressorapido.com.br (6ª e dom., vendas somente na bilheteria). Até 15/5.

Natureza Franciscana. A partir do ‘Cântico das Criaturas’, de São Francisco de Assis, o curador selecionou os trabalhos da mostra, abordando a relação entre o homem e a natureza. São 37 obras de artistas como Brígida Baltar e Paulo Lima Buenoz. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/17h30 (fecha 2ª). R$ 6 (dom., grátis). Até 5/6.

Olhar em Movimento. A mostra visita a arte cinética italiana entre os anos 1950 e 1970. Reúne destacados nomes do movimento, como Francesco Guerrieri, Bruno Munari e Marina Apollonio. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Grátis. Até 1º/5.

Paisagem nas Américas: Pinturas da Terra do Fogo ao Ártico. Parceria entre a Pinacoteca, a Art Gallery of Ontario e a Terra Foundations for American Art, a mostra aborda a pintura de paisagem no continente americano. As 105 obras contemplam mais de um século de produção – com nomes como Tarsila do Amaral, Pedro Américo e Georgia O’Keffe. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 29/5.

A Pele e a Espessura do Desenho. O desenho e suas técnicas são o mote da mostra. São criações de cinco artistas: Nazareno, Paulo Climachauska, Amélie Bouvier, Renato Leal e Sofia Pidwell. Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. 7h30/ 21h30 (sáb., 10h/21h30; dom., 10h/ 18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 15/5.

Playgrounds. A mostra é uma releitura da mostra de 1969, com obras interativas de Nelson Leirner. Agora, foram selecionados projetos de novos artistas, como Céline Condorelli e Rasheed Araeen. Masp. Av. Paulista, 1578, 3149-5959. 10h/18h (5ª, até 20h; fecha 2ª). R$ 25 (3ª, grátis). Até 24/7.

Razão Concreta. Estão reunidos alguns dos principais nomes do concretismo. São 40 obras de 28 artistas – como Judith Lauand e Lothar Charoux. Galeria Berenice Arvani. R. Oscar Freire, 540, Jd. Paulista, 3088-2843. 10h/19h30 (fecha sáb. e dom.). Grátis. Até 22/4.

Mais conteúdo sobre:

exposições