Confira roteiro completo de Teatro e Dança desta semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira roteiro completo de Teatro e Dança desta semana

Redação Divirta-se

01 Outubro 2015 | 20h09

A seguir, o que está em cartaz em SP entre os dias 1º/10 e 8/10

ESTREIAS

TL 1Agora eu vou ficar bonita marlene bergamo
FOTO: Marlene Bergamo/divulgação

Agora Eu Vou Ficar Bonita
Regina Braga encena, ao lado do músico Celso Sim esta peça (foto). Escrita pela atriz em parceria com Drauzio Varella, a peça reflete sobre o processo de envelhecimento. A direção é de Isabel Teixeira. Sesc Bom Retiro (291 lug.). Al. Nothmann, 185, 3332-3600. Estreia hoje (2). 6ª, 20h; sáb., 19h; dom., 18h. R$ 9/R$ 30. Até 8/11.

Badboy Nietzsche
Na peça montada pela Cia. Nova de Teatro, uma criança, uma mulher bonita e um homem perigoso questionam Nietzsche sobre diversos temas, em um jogo filosófico que beira o absurdo. A estreia faz parte do projeto 2X Foreman, que apresenta duas obras inéditas do dramaturgo norte-americano Richard Foreman. 50 min. 16 anos. SP Escola de Teatro. Sala R8 (50 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 210, República, 3775-8600. Estreia 5ª (1º). 5ª e 6ª, 21h30. R$ 20. Até 15/11.

O Balcão
A companhia Club Noir faz releitura do texto maior de Jean Genet. Escrita nos anos 1950, a obra do controverso escritor francês observa, por meio dos jogos eróticos, como funcionam instituições como a Igreja, a polícia e a justiça. Em cena, Juliana Galdino vive Madame Irma, dona de um bordel onde os homens exercem, no sexo, suas fantasias de poder. 60 min. 14 anos.  Club Noir (50 lug.).R. Augusta, 331, 2309-7271. Estreia hoje (2). 6ª, 21h; sáb., 19h e 21h; dom., 20h. R$ 20. Até 1º/11. 

Caiu o Ministério
A partir de texto de França Júnior, escritor de folhetins da segunda metade do século 19, a Cia. das Artes apresenta um panorama dos problemas sociais e culturais brasileiros. Dir. Jair Aguiar. 60 min. Livre. Teatro Paiol Cultural (160 lug.). R. Amaral Gurgel, 164, Centro, 3337-4517. Estreia 5ª (8). 5ª e 6ª, 21h. R$ 60. Até 5/11.

O Canal
Escrita pelo dramaturgo americano Gary Richards, a peça ganha montagem da Cia. Cemitério de Automóveis, dirigida por Mário Bortolotto. No enredo, quatro sujeitos estão envolvidos em um desmanche de carros. Com Mário Bortolotto, Carcarah e outros. 80 min. 16 anos. Teatro & Bar Cemitério de Automóveis (35 lug.). Frei Caneca, 384, Consolação, 2371-5743. Estreia 4ª (7). 4ª e 5ª, 21h30. R$ 30. Até 17/12.

Democracia Sem Vergonha
O enredo dessa comédia se passa na fictícia República das Mandiocas, país entre o Uruguai e a Argentina, onde a família de seu presidente está envolvida em corrupção. Dir. James Akel. Com Tânia Caruso, Alice Vieira e outros. 60 min. 16 anos. Teatro Ruth Escobar. R. dos Ingleses, 209, Bela Vista, 3251-4881. Estreia sáb. (3). Sáb., 19h30. R$ 60. Até 31/10.

Hermanas Son las Tetas
A peça escrita e dirigida por Juan Manuel Tellategui, argentino radicado em São Paulo, conta as dificuldades de relacionamento entre duas irmãs atrizes, que têm personalidades opostas e precisam conviver diariamente. 50 min. 12 anos. SP Escola de Teatro (45 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 210, Consolação, 3775-8600. Estreia hoje (2). 6ª e sáb., 21h30; dom., 18h. R$ 20. Até 25/10.

Irmãos, Irmãos… Negócios à Parte
Os atores Flávio e Paulo Guarnieri, filhos de Gianfrancesco Guarnieri, sobem ao palco nesta comédia que conta a história de dois irmãos que desconhecem a existência um do outro – até o dia em que o pai deles morre. Dir. Luiz Antonio Pilar. 70 min. 14 anos. Teatro Gazeta (700 lug.). Av. Paulista, 900, metrô Brigadeiro, 4003-1527. Estreia sáb. (3). Sáb., 18h; dom., 20h. R$ 40. Até 8/11.

O que a Dorothy Quer?
No texto, Pedro Garrafa desconstrói a clássica personagem de ‘O Mágico de Oz’, de L. Frank Baum. Dorothy, no caso, é apresentada em três versões (vividas por três atrizes), apresentando um caráter duvidoso e uma personalidade egoísta e manipuladora. Com Naty Graciano, Luciana Espósito e Caroline Duarte. 70 min. 14 anos. Teatro Livraria da Vila (125 lug.). JK Iguatemi. Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041, V. Olímpia, 5180-4790. Estreia sáb. (3). Sáb., 20h; dom., 18h. R$ 60. Até 25/10.

Peça Esporte
O enredo tenta desvendar os impulsos e as emoções por trás do esporte. O texto é de Elfriede Jelinek, Prêmio Nobel de Literatura. Dir. Clayton Mariano. 100 min. 16 anos. Tusp (98 lug.). R. Maria Antônia, 294, Consolação, 3123-5233. Estreia hoje (2). 6ª a dom., 20h. R$ 20. Até 15/11.

Prostitutas Fora de Moda (Um Romance Real)
A Cia. Nova de Teatro encena a peça que conta a história de prostitutas de grandes centros urbanos, discutindo questões sobre a decadência humana. A estreia faz parte do projeto 2X Foreman, que apresenta duas obras inéditas do dramaturgo norte-americano Richard Foreman.  SP Escola de Teatro. Sala R8 (50 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 210, República, 3775-8600. Estreia sáb. (3). Sáb., 21h30; dom., 18h. R$ 20. Até 15/11.

Vendidas
Escrita por Leo Lama, é uma tragicomédia sobre as relações pessoais contemporâneas. Para tanto, retrata o encontro de seis mulheres no fim de expediente. Dir. Bia Szvat. Com Anette Naiman, Carina Porto e outros. 90 min. 16 anos. Teatro Viradalata (273 lug.). R. Apinajés, 1.387, Sumaré, 3868-2535. Estreia hoje (2). 6ª, 21h30. R$ 60. Até 27/11.

 

REESTREIAS

O Canto das Mulheres do Asfalto
A obra de Carlos Canhameiro imagina um mundo no qual as mulheres se recusam a gerar novos filhos. Com direção de Georgette Fadel, o espetáculo é encenado em cima de árvores do Largo do Arouche. 45 min. Livre. Largo do Arouche, s/nº. A partir de hoje (2). 6ª, 20h e 21h. Grátis. Até 23/10.

Dezembro
O texto do dramaturgo chileno Guillermo Calderón apresenta, de forma tragicômica, as gêmeas Paula e Trinidad – que recebem o irmão mais novo Jorge, recém chegado do front, para a noite de Natal. Dir. Diego Moschkovich. Com Carolina Fabri, Michelle Gonçalves e Ernani Sanchez. 75 min. 12 anos. Tusp (98 lug.). R. Maria Antônia, 294, Consolação, 3123-5233. A partir de 4ª (7). 4ª e 5ª, 21h. R$ 20. Até 12/11.

Fortes Batidas
O diretor e dramaturgo Pedro Granato se juntou a um grupo de 15 jovens atores para retratar a geração que, hoje, tem 20 e poucos anos. Ambientada em uma balada, da qual o público faz parte, a peça mostra dramas e conflitos próprios da juventude, como a descoberta da sexualidade. 70 min. 16 anos. Teatro Pequeno Ato (80 lug.). R. Teodoro Baima, 78, República, 99642-8350. A partir de hoje (2). 6ª, 21h30. R$ 30. Até 23/10.

Guerrilheiras ou Para a Terra Não Há Desaparecidos
Com direção de Georgette Fadel e dramaturgia de Grace Passô, é um espetáculo que conta a história de 12 mulheres que lutaram na guerrilha do Araguaia. 90 min. 18 anos. Itaú Cultural (90 lug.). Av. Paulista, 149, 2168-1776. 5ª (8), 9 e 10/10, 19h30; 11/10, 19h. Grátis (retirar ingresso 30 min. antes).

Guizos
Seis meses da vida de um médico são narrados em um ambiente de penumbra. Ali, são expostas as incoerências de sua vida e seu casamento desastroso. O texto e a direção são de Luiz Henrique Dias. 55 min. 16 anos. Teatro da Livraria da Vila (65 lug.). Shopping Pátio Higienópolis. Av. Higienópolis, 618, Higienópolis, 3660-0230. A partir de sáb. (3). Sáb., 20h; dom., 18h. R$ 40. Até 13/12.

Não Ia Ser Bonito?
O cantor e ator Dan Nakagawa dirige o espetáculo, livremente inspirado em ‘A Divina Comédia’, de Dante Alighieri. A dramaturgia, assinada por ele e Cecília Bilanski, reflete sobre temas como a memória. 90 min. 16 anos. Espaço Cia. da Revista (99 lug.). Al. Nothmann, 1.135, S. Cecília, 3791-5200. A partir de sáb. (3). Sáb., 21h; dom., 19h. R$ 20. Até 1º/11.

Tirando os Pés do Chão
O espetáculo da Cia. Cênica Nau de Ícaros faz parte da programação de reabertura do Teatro Paulo Eiró, que acaba de passar por reforma. Misturando teatro, dança e circo, é inspirado no livro ‘Myrna – Não se Pode Amar e Ser Feliz ao Mesmo Tempo’, de Nelson Rodrigues, e mostra o amor por várias perspectivas. 60 min. 12 anos. Teatro Municipal de Santo Amaro Paulo Eiró (467 lug.). Av. Adolfo Pinheiro, 765, S. Amaro, 5546-0449. A partir de hoje (2). 6ª e sáb., 21h; dom., 19h. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até 11/10.

 

ÚLTIMA SEMANA

Caffé Noturno
O espetáculo é inspirado em novelas do dramaturgo italiano Luigi Pirandello, que abordam as relações humanas. No enredo, um homem foge de casa para observar o mundo e, na sequência, um casal de amantes teme ter sido descoberto. Dir. Fábio Caniatto. Com Aguinaldo Gabarrão e Keila Taschini. 60 min. 14 anos. Viga Espaço Cênico. Sala Piscina (40 lug.). R. Capote Valente, 1.323, metrô Sumaré, 3801-1843. 4ª e 5ª, 21h. R$ 40. Até 5ª (8).

Casa Encaixotada
O texto, escrito e interpretado por Frank Borges, conta a história do corretor de imóveis Ben, que vai a uma vistoria e se depara com o imóvel trancado. A situação faz com que ele rememore cenas de sua infância e reflita sobre as transformações do mundo. Dir. Ruy Filho. 70 min. 14 anos. Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. 6ª, 21h30; sáb., 19h30. R$ 6/R$ 20. Até sáb. (3).

F(r)icção
A primeira peça do Companhia Haú foi criada coletivamente a partir do romance ‘Querô – Uma Reportagem Maldita’, de Plínio Marcos, e de contos de Marcelino Freire. Dirigido por Kiko Marques,
o elenco questiona as relações com o universo marginal abordado pelos autores. 80 min. 16 anos. Espaço Parlapatões (100 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 158, Consolação, 3258-4449. Sáb., 22h. R$ 30. Até sáb. (3).

Frida y Diego
A complexa relação entre o casal de artistas mexicanos Frida Kahlo e Diego Rivera é o tema da peça. O texto inédito de Maria Adelaide Amaral tem Leona Cavalli e José Rubens Chachá nos papéis dos personagens-título. 90 min. 14 anos. Teatro J. Safra (633 lug.). R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, 3611-3042. Sáb., 21h; dom., 19h. R$ 40/R$ 70. Até dom. (4).

A Inocência do que Eu (Não) Sei
A Companhia de Teatro Heliópolis leva aos palcos o texto de Evill Rebouças, criado a partir de pesquisas em escolas da região em que o grupo teatro está instalado. Dir. Miguel Rocha. 90 min. 14 anos. Casa de Teatro Maria José de Carvalho (80 lug.). R. Silva Bueno 1.533, Ipiranga, 2060-0318. Sáb., 20h; dom., 19h. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até dom. (4).

Mantenha Fora do Alcance do Bebê
Débora Falabella vive uma mulher na fila de adoção, entrevistada por uma assistente social. Mas, durante a conversa, as coisas fogem do controle, e o marido dela segue para o local. Texto de Silvia
Gomez. 80 min. 14 anos. Sesc Ipiranga. Teatro (200 lug.). R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. 6ª e sáb., 21h; dom., 18h. R$ 9/R$ 30. Até dom. (4).

As Palavras da Chuva
O texto, uma versão de ‘Talk to me Like the Rain and Let me Listen’ (1953), do dramaturgo norte-americano Tennessee Willians, mostra os devaneios de um casal, que tem a relação pautada pela ausência ou presença da água. Dir. Leonardo Medeiros. Com Teatro da Rotina. 16 anos. 60 min. Teatro da Rotina (30 lug.). R. Augusta, 912, metrô Consolação, 95489-9836. 2ª e 3ª, 21h. R$ 40. Até 3ª (6).

 

EM CARTAZ

Ao Pé do Ouvido
Com direção de Zé Henrique de Paula, a nova peça do Núcleo Experimental aborda as histórias de sete migrantes nordestinos. Com fones de ouvido, os atores escutam depoimentos reais gravados e os interpretam. 80 min. 10 anos. Sesc Pinheiros. Auditório (98 lug.). R. Paes Leme, 195, 3095-9400. 5ª, 6ª e sáb., 20h30. R$ 7,50/R$ 25. Até 17/10.

BR-Trans
A peça une experiências pessoais de Silvero Pereira, protagonista e autor do texto, à sua pesquisa com transgêneros, transformistas e transexuais. Em cena, são abordados seus medos e anseios, além de questões como preconceito e estigmas sociais. Dir. Jezebel De Carli. 50 min. 16 anos. Sesc Pompeia. Espaço Cênico (35 lug.). R. Clélia, 93, 3871-7700. 5ª a sáb., 21h; dom. e fer., 19h. R$ 7,50/R$ 25. Até 18/10.

Caesar
Adaptação da obra de Shakespeare por Roberto Alvim, a peça chega à cidade depois de estrear em Santo André. Caco Ciocler e Carmo Dalla Vecchia contam a história da conspiração contra o imperador romano. 60 min. 16 anos. CCSP. Sala Jardel Filho (321 lug.). R. Vergueiro, 1.000, 3397-4002. 6ª e sáb., 21h; dom., 20h. R$ 20. Até 25/10.

O Camareiro
Tarcísio Meira marca seu retorno ao teatro, após 20 anos afastado. No texto do britânico Ronald Harwood, ele vive um ator debilitado e tirano que, durante a Segunda Guerra Mundial, lidera uma companhia teatral. Ao seu lado, está um fiel e solícito camareiro. Dir. Ulysses Cruz. Com Kiko Mascarenhas, Chris Couto e outros. Teatro Porto Seguro (508 lug.). Al. Barão de Piracicaba, 740, Campos Elísios, 3226-7310. 6ª e sáb., 21h; dom., 18h. R$ 80/R$ 100. Até 13/12.

Caros Ouvintes
A comédia de Otávio Martins conta o início das telenovelas sob a ótica dos atores da era do rádio. Os galãs carecas e as mocinhas, nem tão mocinhas, são algumas das atrações. Com Oscar Filho, Nany People, Natállia Rodrigues e outros. 90 min. 12 Anos. Teatro Raul Cortez (512 lug.). R. Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista, 3254-1631. 6ª, 21h30; sáb., 21h; dom., 19h. R$ 30/R$ 35. Até 1º/11.

Consertando Frank
Com o apoio do namorado, um jornalista se submete à ‘cura gay’ – procedimento criado por um psicoterapeuta -, para desmascarar o criador do método e publicar a matéria de sua vida. Mas o plano não sai exatamente como o esperado. Dir. Marco Antônio Pâmio. 85 min. 14 anos. Teatro Eva Herz (198 lug.). Livraria Cultura. Conjunto Nacional. Av. Paulista, 2.073, metrô Consolação, 3170-4059. 3ª, 21h. R$ 50. Até 13/10.

Favor Beber o Leite, Senão Estraga
Na peça, as memórias de seis atores são trabalhadas em uma linguagem que mescla teatro, dança e videoarte. É a segunda obra do Coletivo Cronópio, com dramaturgia e direção de Alice Nogueira. 80 min. Livre. Espaço dos Fofos (76 lug.). R. Adoniran Barbosa, 151, Bela Vista, 3101-6640. 6ª e sáb., 21h; dom., 19h. R$ 5. Até 25/11.

O Filho
O Teatro da Vertigem retorna ao universo do escritor Franz Kafka. Com dramaturgia de Alexandre Dal Farra e direção de Eliana Monteiro, a nova peça expõe a trajetória e as relações de Bruno com seus pais e filhos. Ao descrever essas situações para si, ele tenta aprender, o que significa ser um homem. 80 min. 16 anos. Vila Itororó (60 lug.). R. Pedroso, 238, Bela Vista, 3255-2713. 5ª a sáb., 20h; dom., 19h. R$ 40. Até 1º/11.

Filoctetes
Nos anos 1960, o autor alemão Heiner Müller se debruçou sobre a tragédia de Sófocles – e criou sua própria versão para a história do herói grego abandonado em uma ilha por dez anos durante a guerra de Troia. A montagem, dirigida por Marcio Aurelio, celebra os 25 anos da Cia. Razões Inversas. 90 min. 14 anos. Funarte (50 lug). Al. Nothmann, 1.058, Campos Elísios, 3662-5177. 6ª e sáb., 21h; dom., 20h. R$ 20. Até 20/12.

Hamelete
O espetáculo do Grupo Careta ambientou a obra de William Shakespeare no sertão brasileiro e transformou a tragédia em um conto de cordel, com a graça e o sotaque provenientes do interior do Nordeste. 70 min. 12 anos. Espaço Parlapatões. Pça. Franklin Roosevelt, 158, Consolação, 3258-4449. Sáb. e dom., 20h. R$ 40. Até 11/10.

A Mandrágora
O Grupo Tapa mostra sua montagem do clássico de Nicolau Maquiavel. No enredo, um jovem rico de passa por médico para conquistar o amor de uma mulher casada, que sofre por não conseguir engravidar. 90 min. 14 anos. Teatro Aliança Francesa (226 lug.). R. General Jardim, 182, V. Buarque, 3017-5699. 5ª a sáb., 20h30; dom., 19h. R$ 40. Até 1º/11.

A Máquina Tchekhov
Escrita pelo autor romeno Matéi Visniec, a peça se debruça sobre a obra do escritor Anton Tchekhov (1860-1904) e marca a primeira direção conjunta das atrizes Clara Carvalho e Denise Weinberg. No enredo, o próprio Tchekhov, à beira da morte, recebe a visita de personagens de suas peças. 90 min. 12 anos. Instituto Capobianco. R. Álvaro de Carvalho, 97, Centro, 3237-1187. Sáb., 21h; dom., 19h. R$ 20. Até 25/10.

Morte Acidental de um Anarquista
O texto do italiano Dario Fo (Prêmio Nobel de Literatura) conta a história de um louco que se faz passar por juiz na investigação de um caso de polícia: o mistério de um anarquista que teria se matado. A peça é protagonizada por Dan Stulbach. Dir. Hugo Coelho. 80 min. 12 anos. Teatro Porto Seguro. Al. Barão de Piracicaba, 740, Campos Elísios, 3226-7300. 4ª e 5ª, 21h. R$ 40/R$ 50. Até 10/12.

Otelo
A nova montagem da tragédia de William Shakespeare, dirigida por Debora Dubois, está de volta à cidade. A atriz Mel Lisboa vive Desdêmona, jovem mulher de Otelo (Samuel de Assis), e a trilha sonora foi criada a partir da obra de Caetano Veloso e dos repentistas brasileiros. 120 min. 12 anos. Teatro Faap (500 lug.). R. Alagoas, 903, Higienópolis, 3662-7233. 4ª e 5ª, 20h (dia 14/10, não haverá sessão). R$ 40. Até 10/12.

Solilóquios
Dirigido por Johana Albuquerque, a peça de Amarildo Felix integra o ciclo de montagens de textos produzidos pelo Núcleo de Dramaturgia Sesi – British Council. O enredo aborda a incomunicabilidade em uma história de amor. 60 min. Livre. Centro Cultural Fiesp. Mezanino (50lug). Av. Paulista, 1.313, 4003-5588. Sáb., 20h30; dom., 19h30. Grátis. Até 20/12.

Suburbano Coração
Inspirada na canção de Chico Buarque, a comédia de Naum Alves de Souza ganha remontagem assinada por Nelson Baskerville. Nela, uma moça do subúrbio não desiste de buscar uma grande paixão. 90 min. 14 anos. Teatro Cacilda Becker (198 lug.). R. Tito, 295, 3864 4513. 6ª e sáb., 21h; dom., 19h.R$ 20. Até 1º/11.

A Tempestade
No clássico de William Shakespeare, dirigido por Gabriel Villela, o personagem Próspero, duque de Milão, sonha em devolver o trono que lhe foi usurpado à sua filha Miranda. No palco, os atores cantam e tocam canções populares brasileiras que falam de rios e mares. Com Celso Frateschi e outros. 90 min.
12 anos. Tucarena (170 lug.). R. Monte Alegre, 1.024 (entrada pela R. Bartira), Perdizes, 3670-8453. 6ª, 21h30; sáb., 21h; dom., 19h. R$ 50/ R$ 70. Até 22/11.

Tribos
Antonio Fagundes e seu filho, Bruno Fagundes, sobem ao palco para uma nova temporada da peça – sobre um rapaz que nasceu surdo numa família em que todos ouvem perfeitamente. 80 min. 14 anos. Tuca (672 lug.). R. Monte Alegre, 1.024, Perdizes, 3670-8455. 6ª e sáb., 21h30; dom., 18h. R$ 50/R$ 80. Até 13/12.

 

MUSICAIS

Antes Tarde do que Nunca
O musical da Broadway ganha versão com texto e atuação de Miguel Falabella. Ao lado de Simone Gutierrez, ele conta a história de um playboy na Nova York dos anos 20. 150 min. Livre. Teatro Cetip (627 lug.). R. dos Coropés, 88, 4003-5588. 5ª e 6ª, 21h; sáb., 17h e 21h; dom., 17h.R$ 50/
R$ 230. Até 25/10.

Chaplin, O Musical
O espetáculo acompanha a vida de Chaplin e sua importância para o cinema, desde a infância pobre em Londres até o momento em que atinge fama mundial. Com Jarbas Homem de Mello, Marcello Antony e outros. 135 min. Livre. Teatro Procópio Ferreira (636 lug.). R. Augusta, 2.823, Cerqueira César, 3083-4475. 5ª e 6ª, 21h; sáb., 17h e 21h; dom., 16h e 20h. R$ 50/R$ 200. Até 18/10.

Master Class
No musical, a atriz Christiane Torloni vive a diva mundial da ópera Maria Callas. O espetáculo da Broadway parte das aulas que a cantora ministrou na Julliard School, em Nova York, nos anos 1970. Dir. José Possi Neto. 90 min. 12 anos. Teatro das Artes (769 lug.). Shopping Eldorado.
Av. Rebouças, 3.970, Pinheiros, 3034-0075. 6ª, 21h30; sáb., 21h; dom., 19h. R$ 80/R$ 90. Até 22/11.

Peter em Fúria
O musical foi criado pelos artistas do coletivo Pequeno Teatro de Torneado, a partir de uma releitura do conto ‘Peter Pan e Wendy’, de J. M. Barrie. A história é transposta para a realidade de uma favela brasileira, criando um paralelo entre sonho e realidade. Até janeiro de 2016, o espetáculo fará apresentações gratuitas em vários espaços municipais. 120 min. 12 anos. CEU Casa Blanca (400 lug.). R. João Damasceno, 85, Jd. São Luís, 5519-5206. Sáb. (3) e dom. (4), 17h. Grátis.

O Pornosamba e a Bossa Nova Metafísica
O musical de Marcelo Marcus Fonseca transita pelo universo criativo de ícones da MPB, inserindo o público no espírito do samba e da bossa nova. Com Cia. Teatro do Incêndio. 80 min. 16 anos. Teatro do Incêndio (70 lug.). R. 13 de Maio, 53, Bela Vista, 2609-3730. A partir de sáb. (3). Sáb. e 2ª, 21h; dom., 20h. R$ 5. Até 2/11.

Urinal, o Musical
O espetáculo ganha versão com direção de Zé Henrique de Paula. No enredo, a falta de água leva ao fechamento de todos os banheiros privados (e, para usar os públicos, há cobrança de taxa). 125 min. 10 anos. Teatro do Núcleo Experimental (56 lug.). R. Barra Funda, 637, Barra Funda, 3259-0898. 6ª e sáb., 21h; dom., 19h; 2ª, 21h. R$ 60/R$ 80. Até 14/12.

 

HUMOR

Personalidades
Filipe Pontes, que atualmente faz parte do elenco do programa ‘Hoje em Dia’ (Record), narra sua trajetória na TV por meio de um show de stand-up. Ele também faz imitações de figuras famosas, como Tony Ramos e Luciano Huck. 90 min. 14 anos. Teatro J. Safra (633 lug.). R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, 3611-3042. 5ª, 21h. R$ 30/R$ 50. Até 5ª (8).

Tormentas da Paixão
A Cia. Os Melhores do Mundo, que completa 20 anos de carreira, apresenta o espetáculo que ironiza o modo de vida americano e os romances vendidos em bancas de revista. 90 min. 14 anos. Teatro Bradesco. Bourbon Shopping. R. Palestra Itália, 500, 3670-4100. Hoje (2) e sáb. (3), 21h30; dom. (4), 20h. R$ 30/R$ 120.

 

ESPECIAL

Domingueira 19
O Grupo XIX de Teatro promove mais uma edição do evento, que ocupa uma vila. Serão quatro espetáculos, entre eles ‘Hysteria’, da própria companhia, às 13h30. Vila Maria Zélia. R. Mário Costa, 13, Belém, 2081-4647. Dom. (4), 13h30/19h30. Grátis.

Gravidade Zero Episódio I: Na Órbita de Klonoa
A performance da Cia. Teatral Ueinzz, formada por pacientes de uma clínica de saúde mental, reflete sobre o sentido de se estar no mundo, abordando temas como utopia e lucidez. 16 anos. Itaú Cultural (100 lug.). Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. Sáb. (3), 21h; dom. (4), 19h. Grátis (retirar ingresso 30 min. antes).

Iracema 236ml – O Retorno da Grande Nação Tabajara
O coletivo curitibano Selvática Ações Artísticas se apresenta, pela primeira vez, na cidade. No espetáculo, eles fazem uma releitura da trágica história de amor entre a índia Tabajara e seu colonizador. 80 min. 16 anos. Funarte. Sala Arquimedes Ribeiro (50 lug.). Al. Nothmann, 1.058, Campos Elísios, 3662-5177. Hoje (2), sáb. (3) e dom. (4), 21h. Grátis (retirar ingresso 1h antes).

A Mulher do Trem
A comédia da companhia Os Fofos Encenam conta a trama de um noivo que descobre que a amada é, na verdade, sua filha. Dir. Fernando Neves. 90 min. 12 anos. Itaú Cultural. Sala Itaú Cultural (249 lug.). Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. 3ª (6), 20h. Grátis (retirar ingresso 30 min. antes).

 

DANÇA

O Canto da Minha Terra
No espetáculo, o Ballet Stagium tenta evocar, por meio da dança, a poesia que permeia a obra de Ary Barroso. A música do compositor é o fio condutor da coreografia que reúne 12 bailarinos. 60 min. Livre. Sesc Consolação (280 lug.) R. Dr. Vila Nova, 245, 3234-3000. Estreia hoje (2). 6ª e sáb., 21h; dom., 18h. R$ 9/R$ 30. Até 11/10.

Deglutições Cênicas
Com direção de Lu Favoreto e Cibele Forjaz, o espetáculo interpretado pela Cia. Oito Nova Dança foi inspirado em pesquisa sobre a cultura ameríndia. Na sequência, há performance com Recy Freire, sobre as ações de vestir e rasgar. 180 min. Livre. Sesc Ipiranga. Área de Convivência (80 lug.).
R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. Sáb. (3), 19h30. Grátis.

Estado Imediato
O espetáculo é resultado de um ano de pesquisa dos coreógrafos Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira, sobre as relações entre público e artista. A trilha sonora inclui John Travolta, Tchaikovski e Dominguinhos. 50 min. 14 anos. Sesc Vila Mariana. Teatro (620 lug.). R. Pelotas, 141, 5080-3000. 4ª (7) e 5ª (8), 21h. R$ 7,50/R$ 25.

 

Mais conteúdo sobre:

dançamusicaispeças de teatroteatro