Confira o roteiro de exposições da semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira o roteiro de exposições da semana

Celso Filho

19 de novembro de 2015 | 17h14

A seguir, as principais exposições entre os dias 20/11 e 26/11:

Inaugurações

+ Por meio de placas de cobre com uma camada de prata, Francisco Moreira da Costa cria suas fotografias, resgatando o processo daguerreótipo, do século 19. São essas imagens que ele apresenta em ‘A Placa Mágica’. Galeria Fass. R. Rodésia, 26, V. Madalena, 3037-7349. 11h/19h (fecha sáb., dom. e 2ª). Inauguração: sáb. (21), 11h/17h. Grátis. Até 30/1/2016.

German Lorca

Foto: German Lorca/divulgação

+ Recentemente incorporada ao acervo do Masp, a coleção do Foto Cine Clube Bandeirante é exibida ao público. São 279 imagens, de 85 artistas do grupo, como German Lorca, Jacob Polacow e Thomaz Farkas. Av. Paulista, 1.578, 3149-5959. 10h/18h (5ª, até 20h; fecha 2ª). Inauguração: 5ª (26), 20h. R$ 25 (5ª, a partir das 17h, e 3ª, grátis). Até 20/3/2016.

+ Pinacoteca exibe as mais recentes aquisições de seu acervo

47ª Anual de Arte Faap. Nesta edição, estão reunidas 24 criações dos artistas selecionados. Também são expostas obras de Rodrigo Sassi e Ulysses Bôscolo, do Programa de Residência Artística da Faap, na Cité des Arts, de Paris. MAB-Faap. R. Alagoas, 903, prédio 1, Higienópolis, 3662-7198. 10h/20h (sáb. e dom., 13h/17h; fecha 2ª). Inauguração: 2ª (23), 20h. Grátis. Até 10/2/2016.

Arte e Ciência – Nós Entre os Extremos. Na mostra, o curador Paulo Miyada propõe um paralelo entre conceitos da ciência e as artes. São 35 obras de 16 artistas – entre eles, Amélia Toledo e Artur Lescher. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª).  Inauguração: 5ª (26). Grátis. Até 14/2/2016.

Amelia Toledo_Caixinha do sem-fim_1971_Caixa de acrílico contendo 8 caix...

Obra de Amélia Toledo. Foto: Divulgação

Cristiano Mascaro. Em ‘A Estratégia do Olhar – Detalhando a Arquitetura’, são expostas 22 obras do fotógrafo. Nas fotografias, Mascaro exibe detalhes da arquitetura brasileira. Pequena Galeria 18. R. Joaquim Antunes, 187, Jd. Paulistano, 2528-0409. 10h/19h (sáb., 11h/16h; fecha dom.). Inauguração: 4ª (25). Grátis. Até 22/1/2016.

Edmond Fortier – Viagem a Timbuktu. O fotógrafo francês Edmond Fortier (1862-1928) viveu parte da vida no Senegal. Em 1906, ele fez uma viagem pelo interior do continente até Timbuktu, no Saara. Cerca de 200 dessas imagens estão na mostra, que também ilustram um livro da historiadora Daniela Moreau. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Inauguração: 5ª (26). Grátis. Até 24/1/2016.

Francisco Klinger Carvalho. O artista paraense costuma abordar, em suas esculturas, o cotidiano das comunidades amazônicas e a realidade de países como a Colômbia e a Alemanha, por onde passou. Ele traz essas obras para ‘Do Concreto ao Alegórico’. Na 5ª (26), há um bate-papo com o escultor, às 15h. MuBE. Av. Europa, 218, Jd. Europa, 2594-2601. 10h/19h (fecha 2ª). Inauguração: 3ª (24), 19h. Grátis. Até 18/1/2016.

Galeria Lume. Duas mostras entram em cartaz. Talita Hoffmann estabelece, em suas obras, uma relação entre a mudança de espaços urbanos e os movimento da areia movediça. Já ZNort exibe trabalhos recentes em ‘Eu Não Estou Aqui’. Galeria Lume. R. Gumercindo Saraiva, 54, Jd. Europa, 4883-0351. 10h/ 19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Inauguração: 5ª (26), 19h. Grátis. Até 20/1/2016.

Galeria Mezanino. A galeria inaugura duas mostras. ‘Um Verão em Marianowo’ reúne obras feitas durante uma viagem de Danielle Noronha e Mauricio Parra à Polônia. Já o austríaco Martin Brausewetter exibe trabalhos em têmpera em ‘Desconstruções em Tempos Líquidos’. Galeria Mezanino. R. Cunha Gago, 208, Pinheiros, 3436-6306. 11h/19h (fecha dom. e 2ª). Inauguração: 3ª (24), 16h/22h. Grátis. Até 23/12.

Galeria Vermelho. Com curadoria de Denise Gadelha, a mostra ‘Fotos Contam Fatos’ é resultado de uma pesquisa contemplada no XIII Prêmio Marc Ferrez de Fotografia. Nela, a fotografia é o principal suporte nas obras de cem artistas, como Mariló Dardot, Lucas Simões e Gui Mohallem. A galeria também recebe criações de Odires Mlászho. Vermelho. R. Minas Gerais, 350, Higienópolis, 3138-1520. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Inauguração: 3ª (24), 20h. Grátis. Até 16/1/2016.

Marila_Dardot-11@Edouard_Fraipont

Obra de Mariló Dardot. Foto: Edouard Fraipont/divulgação

Leila Monsegur. A artista argentina expõe a intervenção ‘Zoociedade’ nas paredes do foyer do Sesc Santana. No mural, ela cria um mundo habitado por seres híbridos, um misto de humanos e animais. Sesc Santana. Av Luiz Dumont Villares, 579, 2971-8700. 10h/20h (dom., 10h/ 17h; fecha 2ª). Inauguração: sáb. (21). Grátis. Até 21/2/2016.

Museu da Casa Brasileira. O museu inaugura duas mostras. Em sua 29ª edição, o Prêmio Design MCB expõe os trabalhos de seus finalistas. Paralelamente, o designer Fulvio Nanni é homenageado pelo projeto ‘Pioneiros do Design Brasileiro’. Museu da Casa Brasileira (MCB). Av. Brig. Faria Lima, 2.705, Jd. Paulistano, 3032-3727. 10h/18h (fecha 2ª). Inauguração: 5ª (26), 19h30. R$ 6 (sáb., dom., fer. e inauguração, grátis). ‘19º Prêmio…’: até 31/1/ 2016. ‘Pioneiros…’: até 28/2/2016.

Quem Somos (Por Nós). Na mostra, o coletivo Nós, Mulheres da Periferia levanta questões relacionadas ao papel da mulher na sociedade. Os trabalhos são resultado de oficinas feitas pelo grupo na periferia de São Paulo. Centro Cultural da Juventude (CCJ). Av. Dep. Emílio Carlos, 3.641, V. Nova Cachoeirinha, 3984-2466. 10h/20h (dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Inauguração: sáb. (21), 15h. Grátis. Até 17/12.

Semanas de Dança – Uma Retrospectiva Fotográfica. O festival reúne nomes da dança contemporânea desde os anos 1990. Nesta edição, ele será acompanhado de uma mostra fotográfica, em formato de linha do tempo, percorrendo a história do evento pelo acervo do CCSP. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. 10h/21h (dom. e fer., 10h/20h; fecha 2ª). Inauguração: 3ª (24). Grátis. Até 13/12.

Última semana

11ª Residência Artística do Red Bull Station. A mostra apresenta os seis alunos da 11ª turma de residência do espaço. São obras de Antônio Ewbank, Janaina Wagner, Julio Parente, Maura Grimaldi, Martin Reiche e Tomaz Klotzel. Red Bull Station. Pça. da Bandeira, 137, Centro, 3107-5065. 11h/20h (sáb., 11h/19h; fecha dom. e 2ª). Fecha 6ª (20). Grátis. Até sáb. (21).

Francisco Hurtz. Na programação do Festival Mix Brasil, o artista expõe 20 obras. Nelas, Hurtz aborda a sexualidade e a identidade de gênero. Galeria Emma Thomas. R. Estados Unidos, 2.205, Jd. América, 3063-2149. 11h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Fecha 6ª (20). Grátis. Até sáb. (21).

Françoise Schein. A partir da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a artista fez intervenções em metrôs do mundo. Agora, ela faz uma retrospectiva deste trabalho em cidades como Paris e São Paulo. MAB-Faap. R. Alagoas, 903, prédio 1, Higienópolis, 3662-7198. 10h/20h (sáb., dom. e fer., 13h/17h; fecha 2ª). Grátis. Até dom. (22).

Hilal Sami Hilal. O artista voltou às suas memórias para criar as sete obras inéditas de ‘Ya’ayouni – Luz dos Meus Olhos’. São objetos tridimensionais, como um avião de brinquedo gigante ou um livro feito com fibras de algodão. Galeria Marília Razuk. R. Jerônimo da Veiga, 131, Itaim Bibi, 3079-0853. 10h30/19h (sáb., 12h/17h; fecha dom.). Fecha 6ª (20). Grátis. Até sáb. (21).

João Farkas – Amazônia Ocupada. Entre 1986 e 1994, o fotógrafo visitou a floresta amazônica para registrar as mudanças socioeconômicas durante a exploração do ouro na região. Ele apresenta 90 dessas imagens em ‘Amazônia Ocupada’. Sesc Bom Retiro. Al. Nothmann, 185, 3332-3663. 9h30/20h30 (sáb., 10h/18h30; dom. e fer., 10h/17h30; fecha 2ª). Grátis. Até dom. (22).

Pedra da Memória & Zeladores de Voduns. A mostra reúne trabalhos dos fotógrafos Renata Amaral e Márcio Vasconcelos. São registros de viagens feitas pelos dois no Brasil e no Benin. Conjunto Nacional. Av. Paulista, 2.073, metrô Consolação. 7h/22h (dom. e fer., 10h/ 22h). Grátis. Até sáb. (21).

A Sociedade Cavalieri. A mostra é uma instalação do artista Pierre Lapalu. Ela propõe uma narrativa fictícia sobre uma sociedade secreta de gravadores em homenagem a Giovanni Cavalieri. No entanto, o grupo nunca existiu e as obras expostas são modificações feitas pelo artista. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h (fecha 2ª). Abre 6ª (20). Grátis. Até dom. (22).

Yolanda Mohalyi. Ao chegar ao Brasil em 1931, a húngara fez carreira como artista plástica, frequentando o ateliê de Lasar Segall. Sua obra é lembrada na retrospectiva com 50 criações. Dan Galeria. R. Estados Unidos, 1.638, Jd. Paulista, 3083-4600. 10h/18h (sáb., 10h/13h; fecha dom.). Fecha 6ª (20). Grátis. Até 3ª (24).

Zipper Galeria. Para ‘Constelações, Intermitências e Alguns Rumores’, os curadores Eder Chiodetto e Fabiana Bruno reúnem trabalhos de sete artistas do Ateliê Fotô. A galeria também recebe obras de Antonio Lee. Zipper Galeria. R. Estados Unidos, 1.494, Jd. América, 4306-4306. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Fecha 6ª (20). Grátis. Até sáb. (21).

Arte e passeio

Imigrantes do Café. Com o Museu do Café, de Santos, a mostra remonta as histórias dos imigrantes nas fazendas paulistas. São exibidos fotografias, depoimentos e objetos. Museu da Imigração. R. Visconde de Parnaíba, 1.316, Mooca, 2692-1866. 9h/17h (dom. e fer., 10h/17h; fecha 2ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 28/2/2016.

Em cartaz

19º Festival Sesc_Videobrasil. Neste ano, a programação reúne obras de mais de 90 artistas, em diferentes espaços. Na sede da Videobrasil, o novo Galpão VB recebe projetos de Carlos Monroy, Cristiano Lenhardt, Keli-Safia Maksud e Ting-Ting Cheng. Já o Sesc Pompeia exibe 56 trabalhos do edital, além de criações de artistas convidados, como a mineira Sônia Gomes. A programação está no site www.19festival.com. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, 3871-7700. 10h/21h (dom. e fer., 10h/ 19h; fecha 2ª). Grátis. Até 6/12.
Galpão VB. Av. Imperatriz Leopoldina, 1.150, V. Leopoldina, 3645-0516. 13h/19h (3ª, 14h/21h; fecha sáb. e dom.). Abre 6ª (20), 11h/17h. Grátis. Até 6/12.

Corpa Negra. Na comemoração do Dia da Consciência Negra, a mostra presta uma homenagem à poeta Maria Tereza Moreira de Jesus. Para isto, a artista Carolina Teixeira e a tecelã Marta Mursa exibem painéis com trechos de poesias. Sesc Itaquera. Av. Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos, 1.000, 2523-9200. 9h/17h (fecha 2ª e 3ª). Abre 6ª (20). Grátis. Até 31/1/2016.

Eduardo Viveiros de Castro. O antropólogo é lembrado por seu trabalho como fotógrafo na mostra. São expostas cerca de 400 imagens que percorrem sua carreira – dos projetos com o cineasta Ivan Cardoso às pesquisas na Amazônia. Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. 7h30/ 21h30 (sáb., 10h/21h30; dom. e fer., 10h/ 18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 29/11.

Frida Kahlo. A mostra estabelece conexões entre Frida e outras modernistas que trabalharam no México, como Leonora Carrington, Maria Izquierdo e Remedios Varo. São cerca de cem obras no total, sendo 33 criações assinadas por Frida. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Abre 6ª (20). R$ 10 (3ª, grátis). Até 10/1/2016.

Grande Exposição de Arte Naïf. Em mais de 80 obras, a mostra reúne 29 nomes da arte naïf. São criações de artistas como Ana Maria Dias, Francisco Severino, Edna de Araraquara e Ignacio da Nega. Galeria Jacques Ardies. R. Morgado de Mateus, 579, V. Mariana, 5539-7500. 10h/17h30 (sáb., 10h/16h; fecha dom. e 2ª). Fecha 6ª (20). Grátis. Até 19/12.

João Farkas – Amazônia. Também com exposição em cartaz no Sesc Bom Retiro, o fotógrafo exibe registros da região amazônica entre os anos de 1984 e 1993. Para a mostra da galeria, ele selecionou 34 imagens desse ensaio. Galeria Marcelo Guarnieri. Al. Lorena, 1.966, Jd. Paulista, 3063-5410. 10h/19h (sáb., 10h/17h; fecha dom.). Fecha 6ª (20). Grátis. Até 28/11.

Kalunga. Projeto de Ana Beatriz Almeida, a mostra reúne registros de suas performances. Nas ações, ela se inspira na cultura afro-brasileira para homenagear duas vítimas da ditadura: João Breno e Helenira Nazareth. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. 10h/20h (fecha 2ª). Abre 6ª (20). Grátis. Até 12/12.

À Meia-Noite Levarei sua Alma. José Mojica Marins e seu personagem Zé do Caixão são lembrados na mostra. Em uma cenografia inspirada em seus filmes, são exibidos objetos cênicos, fotografias, figurinos e documentos. MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. 12h/21h (dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). R$ 10 (3ª, grátis). Até 9/1/2016.

A Nossa Invenção da Arte. A mostra apresenta a coleção de Ladi Biezus, ao longo de 45 anos. São exemplares de arte popular, assinados por nomes como Véio, Mirian Inês da Silva e Agnaldo Manoel dos Santos. Museu Afro Brasil. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). Abre 6ª (20). R$ 6 (sáb., grátis). Até 3/1/2016.

Patricia Piccinini. A artista dá forma a criaturas híbridas. A australiana, que faz lembrar o conterrâneo Ron Mueck, expõe essas esculturas ‘fantásticas’ e outras obras em ‘ComCiência’. CCBB. R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651. 9h/21h (fecha 3ª). Abre 6ª (20). Grátis. Até 4/1/2016.

Paulo Bruscky. A arte postal é o foco de ‘Arte É a Última Esperança’, sobre a produção de Bruscky entre 1970 e 2013. Também são exibidas criações em outras mídias, como a videoarte. Centro Cultural Correios. Av. São João, s/nº, Vale do Anhangabaú, 2102-3690. 11h/17h (fecha 2ª). Abre 6ª (20). Grátis. Até 25/1/2016.

Piza – 1947/2015. Também com obras expostas na Estação Pinacoteca, Arthur Luiz Piza é homenageado na retrospectiva. Com curadoria de Ricardo Sardenberg, estão 40 criações, entre gravuras, pinturas, relevos, esculturas, desenhos e aquarelas. Galeria Raquel Arnaud. R. Fidalga, 125, V. Madalena, 3083-6322. 10h/19h (sáb., 12h/16h; fecha dom.). Fecha 6ª (20). Grátis. Até 19/12.

Prêmio Marcantonio Vilaça. A mostra exibe trabalhos dos 30 finalistas da quinta edição do prêmio – entre eles, Berna Reale, Nydia Montenegro, Cristiano Lenhardt e Virginia de Medeiros. Também há uma sala especial em homenagem à artista Amelia Toledo. MAC-USP Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, 2648-0254. 10h/18h (3ª, 10h/21h; fecha 2ª). Abre 6ª (20). Grátis. Até 6/12.

Ter Lugar para Ser. Para propor uma discussão sobre a relação entre a arquitetura e as artes plásticas, o curador Mario Gioia selecionou criações de 12 artistas. São obras de nomes como Caio Reisewitz, Clara Ianni e Vivian Caccuri. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. 10h/20h (sáb., dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Grátis. Até 6/12.

Terciliano Jr. A cultura afrobrasileira é a principal fonte de inspiração no trabalho do artista baiano. Com curadoria de Matilde Matos, sua obra é visitada em mais de cem criações, entre pinturas, trabalhos em papel e objetos. Nesta sexta-feira (20), Terciliano Jr. faz uma visita guiada com o público, às 11h. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h (fecha 2ª). Abre 6ª (20). Grátis. Até 29/11.

Especial

4ª Leilão de Parede da Pivô. O leilão será no dia 28/11, mas, a partir de 2ª (23), as obras estarão expostas ao público. Nesta edição, o evento leiloa cerca de 70 obras de artistas consagrados e emergentes, como Paulo Monteiro, Tonico Lemos Auad e Guto Lacaz. Pivô. Ed. Copan. Av. Ipiranga, 200, bloco A, lj. 54, Centro, 3255-8703. 13h/20h (sáb., 13h/ 19h). Mostra: a partir de 2ª (23). Leilão: 28/11. Grátis.

Tudo o que sabemos sobre:

exposições

Tendências: