Confira o roteiro de exposições
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira o roteiro de exposições

Celso Filho

30 de junho de 2016 | 18h02

A seguir, as principais exposições entre 1º/7 a 7/7:

Inaugurações

Titulo - Estatistica II - 2016

Foto: divulgação

+ A crítica social e a expressividade da arte urbana são pontos em comum nas obras de Espaço Livre, recém-inaugurada no Museu Afro Brasil. Estão expostos trabalhos de 13 artistas, como Daniel Melim (foto), Francisco Vidal e Yonamine. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 10, 3320-8900. 10h/17h (fecha 2ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 31/7. 

12ª Residência Artística do Red Bull Station. Com curadoria de Fernando Velázquez, é apresentado o resultado da 12ª turma de residência do Red Bull Station. São trabalhos de Carolina Cordeiro, Giuliano Obici, Janaína Miranda, Raphael Escobar, Anton Steenbock e Luca Forcucci. Red Bull Station. Pça. da Bandeira, 137, Centro, 3107-5065. 11h/ 20h (sáb., 11h/19h; fecha dom. e 2ª). Inauguração: sáb. (2), 14h. Grátis. Até 30/7.

+ Com instalações, Stela Barbieri propõe espaços de produção coletiva. Em ‘Só no Nós’, ela ocupa o Centro Brasileiro Britânico com duas dessas obras – em uma, é possível preparar e consumir chás e águas aromatizadas. R. Ferreira de Araújo, 741, Pinheiros, 3819-4120. 10h/18h (sáb., dom. e fer., 10h/16h). Inauguração: sáb. (2), 11h. Grátis. Até 7/8.

Comics que Paixão! – Quadrinhos Italianos de 1950 até Hoje. Organizada pelo Instituto Italiano di Cultura, a mostra percorre mais de 60 anos de produção de quadrinhos e HQs na Itália. O público tem contato com cerca de 70 trabalhos de nomes como Tiziano Sclavi e Sergio Bonelli. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, Paraíso, 3397-4002. 10h/20h (sáb., dom. e fer., 10h/ 18h; fecha 2ª). Inauguração: 3ª (5). Grátis. Até 14/8.

+ Quase 120 projetos foram avaliados para o Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel. Os dez finalistas – como a nova galeria do Inhotim, por Alexandre Brasil Garcia – ganharam exposição. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Inauguração: 6ª (1º). Grátis. Até 7/8.

Haroon Mirza. Em uma instalação, o britânico, premiado na 54ª Bienal de Veneza, apresenta o aparelho eletrônico ‘Emerging Paradigm’, criado pelo próprio artista. Na obra, são sincronizados vídeos e sons captados por Mirza durante sua residência artística em São Paulo. Pivô. Ed. Copan. Av. Ipiranga, 200, lj. 54, 3255-8703. 13h/20h (sáb., 13h/19h; fecha dom. e 2ª). Inauguração: sáb. (2), 16h. Grátis. Até 13/8.

Potlatch: Trocas de Arte. A mostra faz parte do ‘Projeto (Estou Cá)’, que ocupa o Sesc Belenzinho com exposições até 2017. Nela, o curador Paulo Miyada convida o público a ceder objetos pessoais que serão expostos. Sesc Belenzinho. R. Pe. Adelino, 1.000, 2076-9700. 11h/21h (dom., até 19h30; fecha 2ª). Inauguração: 3ª (5). Grátis. Até 7/8.

Última semana

Constança Lucas. Com linhas e palavras, a artista portuguesa cria formas que remetem a labirintos e mapas. Para a mostra ‘Fados’, Constança reúne desenhos, pinturas, monotipias e livros de artista. Galeria Gravura Brasileira. R. Ásia, 219, Cerq. César, 3624-0301. 10h/18h (sáb., 11h/13h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (2).

Controle Remoto. Formada por 30 casinhas de pássaros, dispostas como um conjunto habitacional, a instalação é montada pelos artistas Gisela Motta e Leandro Lima. A obra faz parte do projeto Jardim Imaginário. Fundação Ema Klabin. R. Portugal, 43, Jd. Europa, 3897-3232. 14h/17h (sáb., 14h/16h30; fecha dom.). Grátis. Até 6ª (1º).

Exposição Fotográfica Efímera. A mostra reúne fotos de arquitetura. Pelo uso de enquadramentos fixos, registram quatro situações de ocupação de determinados espaços da cidade. Escola da Cidade. R. Gal. Jardim, 65, Centro, 3258-8108. 10h/20h (sáb., 10h/14h; fecha dom.). Grátis. Até 6ª (1º).

Giovanna Nucci. Na mostra ‘Paisagens Interrompidas’, estão reunidas 16 obras recentes da artista, sob a curadoria de Mario Gioia. Nas fotografias, Giovanna elege paisagens e as modifica, questionando noções de foco e enquadramento. Monica Filgueiras Galeria. R. Bela Cintra, 1.533, Jd. Paulistano, 3082-5292. 10h/ 19h (sáb., 10h/14h30; fecha dom.). Grátis. Até 5ª (7).

Guillermo von Plocki. O artista argentino-alemão, contemplado pelo Prêmio Destaque Migrantes Latino-americanos de 2015, realiza a retrospectiva ‘Sem Retorno – 9 Anos’. Em 15 obras, Von Plocki aborda o individualismo, a fragmentação social e a destruição da natureza, entre outros temas. Instituto Cervantes. Av. Paulista, 2.439, Cerqueira César, 3897-9600. 10h/21h (sáb., 9h/15h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 5ª (7).

Kike Arnal. Em ‘Afroperu’, o fotógrafo registrou a vida dos peruanos de descendência africana. Em parceria com o governo do Peru, a mostra reúne 20 imagens, além de instrumentos musicais e peças de vestuário. Memorial da América Latina. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, 3823-4600. 9h/18h (fecha 2ª). Grátis. Até dom. (3).

Leonardo Finotti. Em ‘Rio Enquadrado’, o artista aborda questões relacionadas ao espaço urbano. Em uma instalação, Finotti exibe 80 fotografias feitas no Rio. Museu da Casa Brasileira. Av. Brig. Faria Lima, 2.705, Jd. Paulistano, 3032-3727. 10h/18h (fecha 2ª). R$ 7 (sáb., dom. e fer., grátis). Até dom. (3).

O Que Vem de Dentro. A seleção de obras de Fran Chang, Julia Pereira, Clarissa Mendes, Renato Renda, Victor Dantas e Vitor Zanini foi obtida a partir de um edital do Centro Compartilhado de Criação. A pintura é a técnica que os une, com materiais como tinta a óleo e acrílica. Centro Compartilhado de Criação. R. James Holland, 57, Barra Funda, 3392-7485. 9h/17h (fecha sáb. e dom.). Grátis. Até 5ª (7).

Pedro Varela. Na mostra, o artista continua a explorar o imaginário tropical e suas representações. São expostas pinturas em preto e branco, em que Varela insere personagens reais e fictícios, rodeados por flores e plantas. Zipper Galeria. R. Estados Unidos, 1.494, Jd. América, 4306-4306. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (2).

Pintura sobre Madeira: Um Suporte, Duas Visões. Na mostra, Alice NM e Rubens Matuck expõem painéis de madeira pintados. Enquanto ela cria naturezas-mortas nas superfícies, Matuck se utiliza de texturas  e tonalidades agregadas ao suporte. Ateliê Galeria Priscila Mainieri. R. Isabel de Castela, 274, V. Madalena, 3031-8727. 14h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (2).

Projeto Piauí. A coletiva parte de uma viagem feita ao Piauí por um grupo de artistas. São fotografias, esculturas, pinturas e áudios de Alexandre Canonico, Bruno Dunley, Marina Rheingantz, Mauro Restiffe e Paloma Bosquê. Pivô. Ed. Copan. Av. Ipiranga 200, Bloco A, loja 54, Centro, 3255-8703. 13h/20h (sáb., 13h/19h; fecha 2ª). Grátis. Até sáb. (2).

O Triunfo da Cor. Com acervo dos museus d’Orsay e de l’Orangerie, de Paris, reúne 75 obras dos principais nomes do pós-impressionismo. A mostra revela a técnica e as contribuições de 32 artistas como Monet, Cézanne, Gauguin e Van Gogh. CCBB. R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651. 9h/21h (fecha 3ª). Grátis. Até 5ª (7).

Unânime Noite. Com curadoria de Bernardo José de Souza, a coletiva se inspira nas obras de Julio Cortázar e Jorge Luis Borges para realizar um ‘romance-exposição’. São pinturas, esculturas, textos, instalações e fotos de 29 artistas, como Daniel Jablonski, Débora Bolsoni e Fernanda Gassen. Galeria Bolsa de Arte. R. Mourato Coelho, 790, Pinheiros, 3097-9673. 10/19h (sáb., 11h/16h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (2).

X-men Filmes Expo. Feita em parceria com a Fox Film, a exposição apresenta objetos originais usados na filmagem da saga. São expostas 41 peças de cena, além dos figurinos de personagens como Tempestade e  Noturno. MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. 12h/21h (dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até dom. (3).

Em cartaz

#ForadaModa – Uma Exposição em Construção. A mostra propõe diálogos entre a moda e as artes visuais. Foram montadas instalações de nomes como Karlla Girotto e Laerte Ramos. Há uma programação paralela com oficinas e cursos. Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. 8h/ 21h30 (sáb., 10h/ 21h30; dom., 10h/18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 30/10.

30 Anos do Clube de Colecionadores de Gravura. A cada ano, artistas selecionados produzem uma tiragem de gravuras para os membros do clube do MAM. Agora, o grupo conta sua história com uma mostra de 173 obras da coleção – com nomes como Waltercio Caldas, Rivane Neuenschwander e Paulo Bruscky. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/18h (fecha 2ª). R$ 6 (dom., grátis). Até 21/8.

Ana Paula Oliveira. Na individual ‘Círculo de Giz e um Pouco sobre Sólidos’, a artista continua a trabalhar com vidro, chumbo e taxidermia. Todas as obras remetem a algum tipo de movimento, como ‘Série Vistaña’, em que pássaros ‘empalhados’ parecem alçar voo. Galeria Marcelo Guarnieri. Al. Lorena, 1.966, Jd. Paulista, 3063-5410. 10h/19h (sáb., 10h/17h; fecha dom.). Grátis. Até 15/7.

André Penteado. O suicídio de seu pai, em 2007, inspirou as obras do fotógrafo para ‘Não Estou Sozinho’. A mostra é composta por três séries fotográficas e dois vídeos. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, Paraíso, 3397-4002. 10h/20h (sáb, dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Grátis. Até 21/8.

Arquivo Ex Máchina. Questões relacionadas à história política e cultural da América Latina são o mote da mostra. São exibidas 150 fotografias de nomes de diferentes gerações, como João Pina, Coco Laso e André Penteado. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. 9h/ 20h (sáb. e dom., 11h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até 7/8.

Caixa Cultural. A coletiva ‘Artéria 40 Anos’ reúne mais de 60 obras (serigrafias, objetos, vídeos e áudios) relacionadas à publicação independente de poesia experimental, que também tem suas edições originais expostas. Já ‘Transmigração’ reúne a produção de Arnaldo Dias Baptista, multiartista que fundou, com Rita Lee e Sérgio Dias, a banda Os Mutantes. São exibidos desenhos, pinturas, colagens e objetos dele. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h (fecha 2ª). Grátis. Até 17/7.

Desenhos de Cena #1. Um encontro entre as artes cênicas e visuais é a proposta da mostra. Para encontrar pontos que aproximam as duas linguagens, a curadora Aby Cohen reuniu obras de 16 artistas de oito países – entre eles, Laura Vinci, Antti Mäkelä e Theo Jansen. Sesc Pinheiros. R. Paes Leme, 195, 3095-9400. 10h30/21h30 (sáb., 10h30/21h; dom. e fer., 10h30/18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 10/7.

Fora da Ordem – Obras da Coleção Helga de Alvear. A mostra apresenta um recorte de 137 trabalhos do acervo da fundação espanhola. As obras de cerca de 70 artistas dão foco maior na produção contemporânea, mas também é possível ver grandes representantes da arte moderna, como Kandinsky, Marcel Duchamp e Josef Albers. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, Luz, 3324-1000. 10h/ 17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 26/9.

Galeria Nara Roesler. Para ‘Pontos de Convergência’, Marcelo Silveira criou esculturas de madeira e assemblages a partir de objetos do cotidiano, encontrados em Recife. A galeria também exibe obras interativas do coletivo Provisório Permanente. Av. Europa, 655, Jd. Europa, 3063-2344. 10h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Marcelo Silveira: até 27/8. Provisório Permanente: até 6/8.

Galeria Raquel Arnaud. Duas mostras estão em cartaz. Em comemoração aos seus 91 anos, Eduardo Sued leva à galeria dez pinturas inéditas de grande formato. Já Julio Villani exibe 22 obras recentes em ‘Estratégias Obliquas’, entre pinturas, esculturas e desenhos. Galeria Raquel Arnaud. R. Fidalga, 125, V. Madalena, 3083-6322. 10h/19h (sáb., 12h/16h; fecha dom.). Grátis. Até 6/8.

Galeria Virgílio. A galeria reúne paisagens em duas mostras paralelas. De um lado, Felipe Góes expõe pinturas inéditas, com tinta acrílica e guache. Do outro, pequenas esculturas e desenhos da portuguesa Cristina Ataíde. R. Dr. Virgilio de Carvalho Pinto, 426, Pinheiros, 2373-2999. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Grátis. Até 23/7.

Galpão VB. Na instalação ‘Quanto Pesa uma Nuvem?’, Giselle Beiguelman apresenta os resultados de uma viagem feita pela artista à Polônia no ano passado. O espaço também monta a videoinstalação ‘Trilogia’, de Cinthia Marcelle. Galpão VB. Av. Imperatriz Leopoldina, 1.150, V. Leopoldina, 3645-0516. 12h/ 18h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 20/8.

Gustavo Cochet. Radicado na Espanha, o argentino Gustavo Cochet (1894-1979) participou da luta contra o fascismo na Guerra Civil Espanhola, nos anos 1930. Na mostra ‘Os Caprichos – Crônicas de uma Guerra (1936-1939)’, é exibida uma série de gravuras feita pelo artista durante aquele período. Museu Lasar Segall. R. Berta, 111, V. Mariana, 2159-0400. 11h/19h (fecha 3ª). Grátis. Até 22/8.

Histórias da Infância. Da arte asiática à brasileira, a mostra reúne 200 obras que retratam e abordam a infância em diferentes épocas e culturas. Além de englobar grandes nomes, como Renoir e Van Gogh, o conjunto de trabalhos expostos inclui artistas contemporâneos e até desenhos feitos por crianças. Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. 10h/18h (5ª, até 20h; fecha 2ª). R$ 25 (3ª, grátis). Até 31/7.

O Impasse do Design: Mobiliário de Lina Bo Bardi: 1959 – 1992. A mostra se volta para o mobiliário de materiais simples desenhado por Lina Bo Bardi para os prédios que projetou. Na exposição, 13 peças originais do Masp, do Museu de Arte Moderna da Bahia e do Sesc Pompeia são expostas. Casa de Vidro. R. Gal. Almério de Moura, 200, Morumbi, 3744-9902. 10h/16h (fecha 2ª, 3ª e 4ª). Grátis. Até 31/7.

Janaina Tschäpe. A artista teuto-brasileira ocupa as duas unidades da Fortes Vilaça com obras recentes. Na galeria, ela traz a série fotográfica ‘Dormant’. Já o galpão recebe sete pinturas. Galeria. R. Fradique Coutinho, 1.500, V. Madalena, 3032-7066. Galpão. R. James Holland, 71, Barra Funda, 3392-3942. 10h/19h (sáb., 10h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 13/8.

Lenora de Barros. O Paço das Artes leva à Oficina Oswald de Andrade a mostra ‘Issoéossodisso’, de Lenora de Barros. Estão reunidas 20 obras, incluindo um vídeo inédito que deu nome à exposição. Oficina Oswald de Andrade. R. Três Rios, 363, Bom Retiro, 3222-2662. 9h30/ 21h30 (sáb., 13h30/20h30; fecha dom.). Grátis. Até 30/7.

Macaparana. Nome de destaque na arte abstrata brasileira, o pernambucano apresenta sua recente produção. É possível ver 25 trabalhos inéditos, nos quais ele utiliza materiais como aço, papel e madeira. Dan Galeria. R. Estados Unidos, 1.638, Jd. Paulista, 3083- 4600. 10h/18h (sáb., 10h/13h; fecha dom.). Grátis. Até 30/7.

Maio Fotografia. Famoso por sua ironia ao registrar a sociedade moderna, o britânico Martin Parr é a principal atração desta edição – em uma retrospectiva com 244 fotografias. Outro destaque é uma mostra em parceria com o Instituto Moreira Salles, com os trabalhos na Amazônia de Jorge Bodanzky. MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. 12h/ 21h (dom. e fer., 11h/ 20h; fecha 2ª). R$ 6 (3ª, grátis). Até 24/7.

Mauro Piva. Antes de pintar, artistas costumam testar cores em papéis. Piva se inspirou nestes testes para criar o conjunto inédito de pinturas sobre papel que está na mostra. Galeria Leme. Av. Valdemar Ferreira, 130, Butantã, 3093-8184. 10h/19h (sáb., 10h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 20/8.

Oswaldo Vigas. Antológica 1943-2013. Desde sua morte em 2014, o venezuelano tem sido homenageado na retrospectiva, que já passou por Colômbia, Peru e Chile. A exposição reúne cerca de 63 pinturas e cinco esculturas que revelam diferentes fases de sua carreira e suas influências. MAC-USP Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, 2648-0254. 10h/18h (fecha 2ª). Grátis. Até 10/7.

Pedro David. O fotógrafo mineiro produziu a série ‘360 Metros Quadrados’ em sua própria casa, propondo um mergulho em seu universo íntimo a partir do conto ‘Do Rigor na Ciência’, de Jorge Luis Borges. Além das 18 fotografias, ele exibe três esculturas de bronze. Blau Projects. R. Fradique Coutinho, 1.464, V. Madalena, 3467-8819. 11h/19h (fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 8/7.

Picasso: Mão Erudita, Olho Selvagem. A retrospectiva apresenta toda a versatilidade do artista espanhol por meio 153 trabalhos, pertencentes ao acervo do Museu Nacional Picasso, de Paris. Só do artista, são 116 obras, que perpassam sua produção desde os seus 14 anos até chegar a criações de 1972. Instituto Tomie Ohtake. Av. Faria Lima, 201, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). R$ 12 (3ª, grátis). Até 14/8.

Praça das Artes. No espaço, duas mostras propõem uma reflexão sobre a arquitetura. ‘Quadra 27’ exibe fotografias e projetos do prédio. Já ‘Concretude Correlata’ traz o Acervo da Cidade, em nomes como Valérie Dantas Mota e Cildo Meireles. Av. São João, 281, Centro, 4571-0401. 10h/20h (dom., 10h/18h; fecha 2ª). Grátis. ‘Quadra…’: por tempo indeterminado. ‘Concretude…’: até 28/8.

Prêmio Brasil Fotografia 2015. Os 15 finalistas da 14ª edição expõem seus trabalhos premiados na mostra. Estão reunidas mais de 80 obras – de nomes como Bárbara Wagner, Edu Simões e Thelma Vilas Boas. Espaço Cultural Porto Seguro. Al. Barão de Piracicaba, 610, Campos Elísios, 3226-7361. 10h/19h (dom., 10h/17h; fecha 2ª). Grátis. Até 14/8.

Raimundo Cela. Figuras populares, como vaqueiros, rendeiras e jangadeiros, e a paisagem do litoral brasileiro serviram de inspiração para Cela (1890-1954). A produção do cearense é lembrada em uma grande retrospectiva, com 120 criações. MAB-Faap. R. Alagoas, 903, Higienópolis, 3662-7198. 10h/19h (sáb., dom. e fer., 10h/18h; fecha 3ª). Grátis. Até 24/7.

Regina Silveira. Em ‘Tramados’, Regina parte da imagem de um céu feito de ponto cruz, presente em outras obras da artista, para criar a instalação ‘Dreaming of Blue’. Ela também exibe desenhos antigos. Luciana Brito Galeria. Av. 9 de Julho, 5.162, Jd. Europa, 3842-0634. 10h/19h (sáb., 11h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 13/8.

Rever_Augusto de Campos. Em comemoração aos seus 65 anos de carreira, o poeta é lembrado na mostra. Em parceria com o Instituto de Cultura Contemporânea, reúne cerca de 75 obras, como serigrafias, objetos e vídeos. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, 3871-7700. 10h/21h (dom., 10h/19h; fecha 2ª). Grátis. Até 31/7.

Sandra Antunes Ramos. Em seus trabalhos, Sandra usa lápis de cor e canetas para criar pequenos desenhos. Na mostra, que reúne 70 obras, ela apresenta essas criações e seus novos trabalhos com colagem e escultura. Neste sábado (2), às 16h, Paulo Pasta e Alberto Tassinari participam de um bate-papo sobre a artista. Galeria Millan. R. Fradique Coutinho, 1.360, V. Madalena, 3031-6007. 10h/19h (sáb., 11h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 8/7.

Voadoras – José Bechara. Placas de vidro, pedaços de metais e lonas serviram de material para o trabalho do artista. Na mostra, ele reúne 20 dessas obras inéditas. Galeria Marília Razuk. R. Jerônimo da Veiga, 131, Itaim Bibi, 3079-0853. 10h30/19h (sáb., 11h/16h; fecha dom.). Grátis. Até 20/7.

Volpi: Pequenos Formatos. Mais de 70 obras relembram a carreira de Alfredo Volpi (1896-1988). Das paisagens de Itanhaém às bandeirinhas de festas juninas, a mostra reúne estudos e criações em pequeno formato, pertencentes à coleção de Ladí Biezus. A curadoria é de Aracy Amaral. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/17h30 (fecha 2ª). R$ 6 (dom., grátis). Até 18/12.

Wandecok Cavalcanti. O artista homenageia a data do Corpus Christi, abordando a trajetória de Jesus de Nazaré. Na mostra, o santeiro Cavalcanti faz esculturas que contam a história de maneira cronológica, por meio das passagens bíblicas. Museu de Arte Sacra de São Paulo. Av. Tiradentes, 676, Luz, 3326-3336. 9h/17h (fecha dom. e 2ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 31/7.

Young Male: Fotografias de Alair Gomes. No ano passado, Alair Gomes (1921-1992) ganhou uma retrospectiva em São Paulo e entrou para o acervo do MoMA (NY). Agora, o artista volta a merecer uma mostra na cidade. Sob a curadoria de Eder Chiodetto, o seu fascínio pelo corpo masculino é apresentado em seis séries fotográficas, incluindo inéditas. Casa Triângulo. R. Estados Unidos, 1.324, Jd. América, 3167-5621. 10h/19h (fecha dom.). Grátis. Até 16/7.

Tudo o que sabemos sobre:

exposições

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: