Confira o roteiro de exposições
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira o roteiro de exposições

Celso Filho

02 de junho de 2016 | 17h14

A seguir, as principais exposições entre 3/6 e 9/6:

Inaugurações

EXPERIMENTA 1 still video Ritual de Casamento de Joana Levi e Rita Natalio

Foto: divulgação

+ Na programação do Experimenta Portugal, uma mostra exibe a produção artística de jovens brasileiros e portugueses que residem no Brasil. São nomes como Rita Natálio e Joana Levi (foto), Filipe Barrocas e Flávia Vieira. Consulado Geral de Portugal. R. Canadá, 324, Jd. América, 3084-1800. 10h/18h (fecha sáb. e dom.). Inauguração: 6ª (3). Grátis. Até 30/6.

Ana Paula Oliveira. Na individual ‘Círculo de Giz e um Pouco sobre Sólidos’, a artista con- tinua a trabalhar com vidro, chumbo e taxidermia em pesquisas so- bre o espaço. Todas as obras remetem a algum tipo de movimento, como ‘Série Vistaña’, em que pássaros ‘empalhados’ parecem alçar voo. Galeria Marcelo Guarnieri. Al. Lorena, 1.966, Jd. Paulista, 3063-5410. 10h/19h (sáb., 10h/17h; fecha dom.). Inauguração: sáb. (4), 13h. Grátis. Até 15/7.

Deco Adjiman. Em ‘Eu, Mesmo: Outro’, o artista se volta para o ofício de tradutor por meio dos objetos, instalações e esculturas expostos. Em ‘Pidgin’, por exemplo, o cruzamento de palavras de origem africana, indígena e portuguesa é representado pelo jogo de palavras cruzadas. Galeria Sé. R. Roberto Simonsen, 108, Centro, 3107-7047. 11h/19h (sáb., 12h/17h; fecha dom. e 2ª). Inauguração: sáb. (4), 11h. Grátis. Até 6/8.

+ A Galeria Virgílio reúne paisagens em duas mostras paralelas. De um lado, Felipe Góes expõe pinturas inéditas, com tinta acrílica e guache. Do outro, pequenas esculturas e desenhos da portuguesa Cristina Ataíde. R. Dr. Virgilio de Carvalho Pinto, 426, Pinheiros, 2373-2999. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Inauguração: 4ª (8), 19h30. Grátis. Até 23/7.

Giovanna Nucci. Na mostra ‘Paisagens Interrompidas’, estão reunidas 16 obras recentes, sob a curadoria de Mario Gioia. Nas fotografias, Giovanna elege paisagens e as modifica, questionando noções de foco e enquadramento. Monica Filgueiras Galeria. R. Bela Cintra, 1.533, Jd. Paulistano, 3082-5292. 10h/19h (sáb., 10h/14h30; fecha dom.). Inauguração: 3ª (7), 19h. Grátis. Até 7/7.

Guilhermo von Plocki. O artista argentino-alemão, contemplado pelo Prêmio Destaque Migrantes Latino-americanos de 2015, realiza a retrospectiva ‘Sem Retorno – 9 Anos’. Em 15 obras, Von Plocki aborda o individualismo, a fragmentação social e a destruição da natureza, entre outros temas. Instituto Cervantes. Av. Paulista, 2.439, Cerq. César, 3897-9600. 10h/21h (sáb., 9h/15h; fecha dom. e 2ª). Inauguração: 5ª (9), 19h. Grátis. Até 7/7.

Os Jardins e a Cidade. A exposição se volta para as fotografias tiradas pela família Müller em viagens a São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Recife, cada uma com seu jardim botânico. Nas 28 imagens, é abordada a relação entre a intervenção humana e a natureza. Há lançamento de livro na abertura. Jardim Botânico de São Paulo. Av. Miguel Stéfano, 3.687, Água Funda, 5067-6300. 9h/17h (fecha 2ª). Inauguração: dom. (5). R$ 5. Até 5/10.

Juliana Kase. Em ‘Campo de Dispersão’, a artista se inspira em aparelhos de visualização de imagem contemporâneos, como o celular, o tablet e os monitores. Fotografias inspiradas na emissão de luz dos aparelhos e uma instalação integram a exposição. Galeria Pilar. R. Barão de Tatuí, 389, V. Buarque, 3661-7119. 11h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Inauguração: sáb. (4), 11h. Grátis. Até 23/7.

Museu da Casa Brasileira. O museu inaugura duas mostras que abordam o espaço urbano. Na instalação ‘Leonardo Finotti: Rio Enquadrado’, são exibidas 80 fotografias do Rio feitas pelo artista. Já ‘Antes que Acabe’, de João Galera, é composta por desenhos de prédios e casas que resistem à especulação imobiliária na cidade. Museu da Casa Brasileira. Av. Brig. Faria Lima, 2.705, Jd. Paulistano, 3032-3727. 10h/18h (fecha 2ª). Inauguração: sáb. (4), 11h. R$ 7 (sáb., dom. e fer., grátis). Até 3/7.

Pedro Varela. Na mostra, o artista continua a explorar o imaginário tropical e suas representações. São expostas pinturas em preto e branco, em que Varela insere personagens reais e fictícios, rodeados por flores e plantas. Zipper Galeria. R. Estados Unidos, 1.494, Jd. América, 4306-4306. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Inauguração: 5ª (9), 19h. Grátis. Até 2/7.

Rosilene Fontes. Em ‘Uma História da Infância’, a artista se inspira em fábulas atribuídas a Leonardo da Vinci. Os desenhos, colagens e objetos têm influência de sua criação interiorana em Fontes em Muriaé (MG). Dconcept Escritório de Arte. Al. Lorena, 1.257, Jd. Paulista, 3085-5006. 14h/19h (sáb., 11h/ 15h; fecha dom.). Inauguração: sáb. (4), 12h. Grátis. Até 2/7.

Verve Galeria. A coletiva ‘Pulso’, com curadoria de Ian Duarte Lucas, explora a arte urbana com obras de 20 grafiteiros, como Alto Contraste, Boletabike, Derlon e Mateus Dutra. Na mostra, eles expõem obras em que interpretam o atual momento político do País. R. Lisboa, 285, Jd. Paulista, 2737-1249. 10h/20h (fecha dom.). Inauguração: 3ª (7), 19h. Grátis. Até 31/7.

Última Semana

Antonio Maluf: Construções de uma Equação. A exposição presta uma homenagem ao artista. Com curadoria de Fabio Magalhães, a retrospectiva percorre 50 anos de sua carreira em 120 obras – incluindo criações do acervo de sua família, raramente expostas. Galeria Frente. R. Melo Alves, 400, Jd. Paulista, 3061-3155. 10h/19h (sáb., 10h/14h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (4).

Claudia Andujar. A luta dos povos indígenas é um tema recorrente na produção da artista. Na mostra, ela apresenta séries fotográficas, como ‘Casa’, dos anos 1970. Paralelamente, a galeria exibe o filme ‘Xapiri’, de Gisela Motta e Leandro Lima. Vermelho. R. Minas Gerais, 350, Higienópolis, 3138-1520. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até sáb. (4).

Educação como Matéria-prima. O mote aqui é a maneira encontrada por artistas para ligar ações pedagógicas às artes visuais. Estão expostos trabalhos de nomes como Graziela Kunsch e Paulo Bruscky. O encerramento, no domingo (5), às 15h, terá show do músico Bem Gil, com a participação de artistas como Filipe Catto e Karina Buhr. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/17h30 (fecha 2ª). R$ 6 (dom., grátis). Até dom. (5).

Elifas Andreato, 50 Anos. Com recursos multimídia, a mostra percorre a produção do artista paranaense. Estão expostas fotografias, capa de discos e outros objetos, que abordam diferentes faces de sua carreira. Centro Cultural Correios. Av. São João, s/nº, Vale do Anhangabaú, 2102-3690. 11h/17h (fecha 2ª). Grátis. Até 3ª (7).

Galeria Nara Roesler. Em 1977, Antonio Dias fez uma pesquisa sobre papéis artesanais no Nepal. As obras criadas com esse material estarão expostas na galeria, que também recebe uma mostra do cubano René Francisco. Av. Europa, 655, Jd. Europa, 3063-2344. 10h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (4).

Gershon Knispel. A exposição foca o trabalho do artista israelense radicado no Brasil. ‘Por um Mundo Melhor’ reúne gravuras do acervo do Memorial. Memorial da América Latina. R. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, 3823-4600. 9h/18h (sáb., até 15h; fecha dom.). Grátis. Até 6ª (3).

João Turin, Escultor. Figuras indígenas e elementos da fauna e da flora brasileira foram fontes de inspiração do trabalho do paranaense João Turin (1878-1949). Uma retrospectiva, agora, reúne cem criações do artista – entre esculturas, relevos, desenhos, manuscritos e até peças de vestuário. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 2ª (6).

Marcelo Zocchio e a Imagem Materializada. Com curadoria de Tadeu Chiarelli, a mostra tem foco nas pesquisas mais recentes do artista com a fotografia. Estão reunidos 25 trabalhos, incluindo fotografias, objetos e registros de intervenções. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 2ª (6).

O Mundo de Tim Burton. Na mostra, o imaginário do cineasta e suas inspirações são revelados por meio de 500 objetos pessoais. Além de referências a seus filmes, estão reunidos desenhos, pinturas e outras peças. MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. 10h/ 20h (sáb., 9h/21h; dom., 11h/19h; fecha 2ª). R$ 12 (3ª, grátis). Ingressos: vendas pelo site www.ingressorapido.com.br (6ª e dom., vendas somente na bilheteria). Até dom. (5).

Natureza Franciscana. Foi a partir do ‘Cântico das Criaturas’, de São Francisco de Assis, que foram selecionados os trabalhos para a mostra, abordando a relação entre o homem e a natureza. São 37 obras de artistas como Brígida Baltar e Nazareth Pacheco. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/17h30 (fecha 2ª). R$ 6 (dom., grátis). Até dom. (5).

Sosek. Carlos Eduardo Doy, o Sosek, apresenta 25 obras em ‘Interno’. Nas criações, o artista toma diferentes referências, como o grafite, a pixação e a técnica japonesa do sumiê. Pico. R. do Glicério, 721, Liberdade. 15h/20h (fecha 2ª e 3ª). Grátis. Até sáb. (4).

Zipper Galeria. Duas mostras saem de cartaz. Bruno Kurru apresenta uma série recente de colagens em ‘Isso se Dá Porque’. Já Ursula Tautz aborda as origens de sua família polonesa em fotografias e uma videoinstalação. R. Estados Unidos, 1.494, Jd. América, 4306-4306. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (4).

Em cartaz

Barrão. Na exposição ‘Paleotoca’, o artista carioca exibe 20 esculturas de resina que retomam o universo do colecionismo. O título faz referência às tocas gigantes e labirínticas cavadas por animais como a preguiça. Galpão Fortes Vilaça. R. James Holland, 71, Barra Funda, 3032-7066. 10h/19h (sáb., 10h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 18/6.

Criação de Macunaíma. Em comemoração aos 90 anos da obra de Mário de Andrade, a mostra reúne objetos raros sobre o livro. Estão expostos, por exemplo, ilustrações do gravurista Carybé e a primeira edição, autografada pelo escritor. Casa Mário de Andrade. R. Lopes Chaves, 546, Barra Funda, 3666-5803. 10h/18h (fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 20/7.

Desenhos de Cena #1. Um encontro entre as artes cênicas e visuais é a proposta da mostra. Para encontrar pontos que aproximam as duas linguagens, a curadora Aby Cohen reuniu obras de 16 artistas de oito países – entre eles, Laura Vinci, Antti Mäkelä e Theo Jansen. Sesc Pinheiros. R. Paes Leme, 195, 3095-9400. 10h30/21h30 (sáb., 10h30/21h; dom. e fer., 10h30/18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 10/7.

Galpão VB. Premiado no 19º Festival Sesc_Videobrasil, Haroon Gunn-Salie leva à sede da Associação Videobrasil ‘Agridoce’, sobre a tragédia em Mariana. O espaço também recebe Karol Radziszewski e Vitor Cesar na segunda edição de ‘Acervo Videobrasil em Contexto’. Av. Imperatriz Leopoldina, 1.150, V. Leopoldina, 3645-0516. 12h/ 18h (sáb., 11h/ 17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 11/6.

O Impasse do Design: Mobiliário de Lina Bo Bardi: 1959 – 1992. A mostra se volta para o mobiliário desenhado por Lina Bo Bardi para os prédios que projetou. Na exposição, 13 peças originais do Masp, do Museu de Arte Moderna da Bahia e do Sesc Pompeia são expostas. Casa de Vidro. R. Gal. Almério de Moura, 200, Morumbi, 3744-9902. 10h/16h (fecha 2ª, 3ª e 4ª). Grátis. Até 31/7.

Lado a Lado – Os Objetos Ativos de Willys de Castro. Em comemoração aos 90 anos de nascimento de Willys de Castro (1926-1988), a mostra tem foco nos famosos ‘Objetos Ativos’. Das cerca de 30 obras que compõem a série, foram reunidas 13 peças. Além delas, são expostos textos e poemas raros do mineiro. IAC. R. Dr. Álvaro Alvim, 90, 1° andar, V. Mariana, 3255-2009. 10h/18h (sáb., 10h/16h; fecha dom.). Grátis. Até 9/7.

Mauro Restiffe. Em ‘Rússia’, Mauro Restiffe expõe fotografias em preto e branco que exploram dois momentos de Moscou e São Petersburgo – enquanto algumas imagens datam dos anos 1990, outras foram feitas em 2015. Galeria Fortes Vilaça. R. Fradique Coutinho, 1.500, V. Madalena, 3032-7066. 10h/19h (sáb., 10h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 18/6.

Ocupação Vesica Piscis. A mostra aborda a influência de Rudolf Laban, do expressionismo alemão na dança, e Maria Duschenes, que propagou seu método no Brasil. Além de performances, uma exposição reúne objetos como os de Claudio Lux. MAC-USP Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, 2648-0254. 10h/18h (fecha 2ª). Grátis. Até 10/7.

Picasso: Mão Erudita, Olho Selvagem. A retrospectiva apresenta toda a versatilidade do artista espanhol por meio 153 trabalhos. Só do artista, são 116 obras, que perpassam sua produção desde os seus 14 anos até chegar a criações de 1972. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). R$ 12. Até 14/8.

Rever_Augusto de Campos. Em comemoração aos seus 65 anos de carreira, o poeta é lembrado na mostra. Em parceria com o Instituto de Cultura Contemporânea, reúne cerca de 75 obras, como serigrafias, objetos e vídeos. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, 3871-7700. 10h/21h (dom., 10h/19h; fecha 2ª). Grátis. Até 31/7.

O Triunfo da Cor. Com acervo dos museus d’Orsay e de l’Orangerie, de Paris, reúne 75 obras dos principais nomes do pós-impressionismo. A mostra revela a técnica e as contribuições de 32 artistas como Monet, Cézanne, Gauguin e Van Gogh. CCBB. R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651. 9h/21h (fecha 3ª). Grátis. Até 7/7.

Especial

Diálogos Sobre o Feminino – Contextos Brasileiros nas Artes Visuais. Quatro encontros realizados no CCBB se propõem a debater o feminino e questões de gênero. Além de conversas com as escritoras e pesquisadoras Heloísa Buarque de Hollanda e Ana Mae Barbosa, haverá performances de Luana Aguiar, Camila Bacellar e Silvia Moura, entre outras. CCBB. R. Álvares Penteado, 112, Centro, 3113-3651. 5ª (9) a 12/6, 18h30 e 19h; 13/6, 17h e 18h. Grátis.

Jailton Moreira. A Bolsa de Arte lança ‘Truco’, um objeto do artista. A obra é composta por uma caixa negra com 30 flipbooks, cada qual mostrando um ponto de vista de uma cena de jogo de truco. A edição é limitada a 300 caixas assinadas e numeradas. Bolsa de Arte. R. Mourato Coelho, 790, V. Madalena, 3097-9673. Sáb. (4), 11h. Grátis.

A Outra. A primeira edição da feira de arte independente é realizada na Casa Contemporânea. Estarão lá obras de Lucia Quintilianom, Lucimar Bello e Marcia Gadioli (e os próprios artistas negociam suas peças). Casa Contemporânea. R. Capitão Macedo 370, V. Clementino. Sáb. (4), 14h/22h. Grátis.

São Paulo Photo Week. A feira se apresenta como um meio de distribuição do trabalho de fotógrafos jovens. Além de obras de nomes como Ulisses Matandos e Suzana Mendes, o evento tem discotecagem,
gastronomia e bar. R. Fidalga, 184, V. Madalena. 2ª (6) a 11/6, 10h/20h. Grátis.

Tudo o que sabemos sobre:

Experimenta Portugalexposições

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: