Confira o roteiro de exposições
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira o roteiro de exposições

Celso Filho

14 de abril de 2016 | 17h07

A seguir, as principais exposições entre 15/4 e 21/4:

Inaugurações

1º Salão Latino-Americano de Humor. A primeira edição da mostra apresenta 150 cartuns e caricaturas. Os trabalhos foram selecionados por uma comissão julgadora entre 800 artistas inscritos de 47 países. Memorial da América Latino. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, 3823-4600. 9h/18h (fecha 2ª). Inauguração: 3ª (19). Grátis. Até 20/5.

Lasar Segall_Homens à mesa_1910_tinta sépia a pena sobre papel_21,5 X 27,7cm

Foto: divulgação

+ O lituano Lasar Segall (1891-1957) ganha mostra com mais de 70 obras, algumas raras. Com foco em trabalhos em papel (foto), a retrospectiva visita suas criações desde a juventude na Europa até os anos no Brasil. Pinakotheke São Paulo. R. Min. Nelson Hungria, 200, Morumbi, 3758-5202. 10h/18h (sáb., 10h/ 16h; fecha dom.). Inauguração: 2ª (18). Grátis. Até 28/5.

Criação de Macunaíma. Em comemoração aos 90 anos da obra de Mário de Andrade, a mostra reúne objetos raros sobre o livro. Estão expostos, por exemplo, ilustrações do gravurista Carybé e a primeira edição, autografada pelo escritor. Casa Mário de Andrade. R. Lopes Chaves, 546, Barra Funda, 3666-5803. 10h/18h (fecha dom. e 2ª). Fecha 5ª (21). Inauguração: 3ª (19). Grátis. Até 20/7.

+ Mostra no Sesc Pinheiros explora proximidade entre artes cênicas e visuais

Laura Vinci. A mostra faz parte do projeto ‘O Ovo e o Voo’, da família Wisnik, que reúne espetáculos, shows e oficinas no Sesc Pompeia. Em um grande painel, a artista exibe fotografias e vídeos sobre seu trabalho ligando as artes plásticas às artes cênicas. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, 3871-7700. 9h/22h (dom. e fer., 9h/20h; fecha 2ª). Inauguração: 6ª (15). Grátis. Até 8/5.

7_expo_elifas_50_anos

Foto: divulgação

+ Com recursos multimídia, a mostra Elifas Andreato, 50 Anos percorre a produção do artista paranaense. Estão expostas fotografias, capa de discos e outros objetos, que abordam diferentes faces de sua carreira. Centro Cultural Correios. Av. São João, s/nº, Vale do Anhangabaú, 2102-3690. 11h/17h (fecha 2ª). Inauguração: sáb. (16), 13h. Grátis. Até 7/6.

Nena Madalena, a Vovó Artista. A mostra apresenta pinturas recentes da artista naif. As obras expostas foram feitas a partir de 2008, quando Nena se recuperava de dois AVCs. A7MA. R. Harmonia, 95, V. Madalena, 2361-7876. 11h/20h (fecha dom.). Fecha 5ª (21). Inauguração: sáb. (16), 15h. Grátis. Até 14/5.

Última semana

Carcarah. Em ‘Cidade Morta’, o artista volta a retratar a capital paulista. São 30 desenhos, nos quais utiliza diferentes materiais, como nanquim e tinta spray. Teatro & Bar Cemitério de Automóveis. R. Frei Caneca, 384, Consolação, 2371-5743. 19h/23h (fecha 2ª). Grátis. Até dom. (17).

Claudio Cretti – Mesa Posta. Na mostra, o artista, que também está em cartaz no Sesc Bom Retiro, apresenta três séries de esculturas recentes. Entre elas, ‘Onde Barro a Casa o Corpo’, produzida por meio de uma performance com quatro toneladas de argila. Oficina Cultural Oswald de Andrade. R. Três Rios, 363, metrô Tiradentes, 3222-2662. 10h/20h (sáb., 13h/20h; fecha dom.). Grátis. Até sáb. (16).

Fabio Knoll. O fotógrafo traz seu ensaio sobre o Edifício São Vito, em São Paulo, demolido em 2011. Conhecido como Treme-treme, o espaço chegou a abrigar mais de três mil famílias nos anos 1980. Knoll visitou o prédio após sua desapropriação em 2004. Oficina Cultural Alfredo Volpi. R. Américo Salvador Novelli, 416, Itaquera, 2205-5180. 13h/22h (6ª e sáb., 10h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até sáb. (16).

Fernando Feierabend. O artista paulistano reúne 43 pinturas em ‘O Caminho das Cores’. Nas telas de diferentes formatos, Feierabend cria obras abstratas com tinta acrílica e grafismos. Livraria Cultura. Shopping Iguatemi. Av. Brig. Faria Lima, 2.232, piso 3, Jd. Paulistano, 3030-3310. 10h/22h (dom., 14h/20h). Grátis. Até 6ª (15).

Leekyung Kim. Em ‘Na Cena’, há cerca de cem fotografias do artista. As imagens são registros de espetáculos teatrais, como ‘Terra de Ninguém’, de Roberto Alvim, e ‘Urinal, o Musical’, de Zé Henrique de Paula. Centro Compartilhado de Criação. R. James Holland, 57, Barra Funda, 3392-7485. 9h/17h (fecha sáb. e dom.). Grátis. Até 6ª (15).

Marilá Dardot. A Chácara Lane volta a receber exposições com ‘Guerra do Tempo’, que reúne 12 séries de trabalhos da artista. Com diferentes mídias, foram selecionadas criações feitas entre 2002 e 2016. Chácara Lane. R. da Consolação, 1.024, Consolação, 3129-3574. 9h/17h (fecha 2ª). Grátis. Até dom. (17).

Marina Zumi. Em São Paulo, a artista argentina criou grafites, utilizando elementos do misticismo. Agora, em ‘Dinergia’, ela apresenta uma nova série de trabalhos com mandalas, além de uma instalação. A7MA. R. Harmonia, 95, V. Madalena, 2361-7876. 11h/20h (fecha dom.). Grátis. Até 4ª (20).

Arte e passeio

Grandes Mestres – Michelangelo, Leonardo e Rafael. A mostra inaugurou o novo Espaço Cultural Porto Seguro. Com recursos multimídia, a exposição visita a obra dos grandes mestres italianos em reproduções, como uma réplica de ‘Davi’, de Michelangelo. Espaço Cultural Porto Seguro. Al. Barão de Piracicaba, 610, Campos Elísios, 3226-7360. 10h/19h (dom. e fer., 10h/17h; fecha 2ª). Grátis. Até 8/5.

Em cartaz

#ForadaModa – Uma Exposição em Construção. A mostra propõe diálogos entre a moda e as artes visuais. Foram montadas instalações de nomes como Fause Haten – que apresenta ‘A Fábrica do Dr. F’ sobre o estilista Yves Sain Laurent. Há uma programação paralela com oficinas e cursos. Sesc Ipiranga. R. Bom Pastor, 822, 3340-2000. 8h/21h30 (sáb., 10h/21h30; dom. e fer., 10h/18h30; fecha 2ª). Grátis. Até 30/10.

Amilcar de Castro. Referência da arte concreta, o artista mineiro é lembrado em uma exposição com 20 obras. A mostra, que reúne desenhos e esculturas, tem foco em sua produção entre os anos 1970 e 1980. Galeria Marília Razuk. R. Jerônimo da Veiga, 131, Itaim Bibi, 3079-0853. 10h30/19h (sáb., 12h/17h; fecha dom.). Fecha 5ª (21). Grátis. Até 30/4.

Antonio Benetazzo, Permanências do Sensível. O artista foi perseguido e morto em 1972, durante a ditadura militar. Sua carreira é lembrada na mostra, que reuniu cerca de 90 obras, incluindo seus últimos desenhos, feitos em 1971, quando voltou do exílio em Cuba. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. 10h/20h (sáb., dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Grátis. Até 29/5.

Antonio Maluf: Construções de uma Equação. A exposição presta uma homenagem ao artista. Com curadoria de Fabio Magalhães, a retrospectiva percorre 50 anos de sua carreira em 120 obras – incluindo criações do acervo de sua família, raramente expostas. Galeria Frente. R. Melo Alves, 400, Jd. Paulista, 3061-3155. 10h/19h (sáb., 10h/14h; fecha dom.). Fecha 5ª (21). Grátis. Até 28/5.

Aprendendo com Dorival Caymmi: Civilização Praieira. Na mostra, o clima litorâneo não está somente em objetos e músicas do compositor. Também há obras de outros artistas com o tema, como Pierre Verger e José Pancetti. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Grátis. Até 1º/5.

A Batalha do Corpo. A instalação de Juliana Curi e Maria Eugenia Cordero aborda a aids na sociedade atual. Para criar a obra, as artistas contaram com a ajuda de 30 colaboradores, pessoas que de alguma maneira possuem uma relação com o HIV. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. 10h/20h (sáb., dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Grátis. Até 24/4.

Casa Aberta. A mostra coletiva inaugura a nova sede da DOC Galeria. Nela, são expostos trabalhos de 18 fotógrafos, entre eles, João Farkas, Mauricio Lima e Daniel Kfouri. DOC Galeria. R. Aspicuelta, 145, V. Madalena, 2592-7922. 14h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Grátis. Até 20/5.

Claudio Cretti – Paragem Bom Retiro. O artista também expõe na Oficina Oswald de Andrade. Na unidade do Sesc Bom Retiro, ele apresenta uma instalação, formada por uma escultura de madeira que remete a uma casa caipira. Sesc Bom Retiro. Al. Nothmann, 185, 3332-3600. 9h/20h30 (sáb., 10h/18h30; dom. e fer., 10h/17h30; fecha 2ª). Grátis. Até 26/6.

Coleções em Diálogo: Museu Paulista e Pinacoteca de São Paulo. Ainda nas comemorações dos 110 anos da Pinacoteca, a mostra propõe um diálogo entre as coleções da instituição e do Museu Paulista. São exibidas 50 criações – o que inclui peças do acervo do ‘museu do Ipiranga’, fechado para reformas. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 29/1/2017.

Design Holandês Hoje. Em parceria com o consulado da Holanda, a mostra apresenta alguns dos principais projetos dos designers do país. Há de bicicletas de madeira de reflorestamento a luminárias que respiram. Museu da Casa Brasileira. Av. Brig. Faria Lima, 2.705, Jd. Paulistano, 3032-3727. 10h/18h (fecha 2ª). R$ 7 (sáb., dom. e fer., grátis). Até 24/4.

Educação como Matéria-prima. O mote aqui é a maneira encontrada por artistas para ligar ações pedagógicas às artes visuais. Estão expostos trabalhos de nomes como Graziela Kunsch e Paulo Bruscky. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/17h30 (fecha 2ª). R$ 6 (dom., grátis). Até 5/6.

Filmes e Vídeos de Artistas na Coleção Itaú Cultural. Na exposição, o acervo do instituto é apresentado em 19 obras. A seleção engloba nomes de diferentes gerações, como Sara Ramo, Anna Bella Geiger e Cao Guimarães. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1777. 9h/20h (sáb., dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). Grátis. Até 22/5.

Galpão VB. Premiado no 19º Festival Sesc_Videobrasil, Haroon Gunn-Salie leva à sede da Associação Videobrasil ‘Agridoce’, sobre a tragédia em Mariana. O espaço também recebe Karol Radziszewski e Vitor Cesar na segunda edição de ‘Acervo Videobrasil em Contexto’. No sábado (16), às 15h, Karol participa de um bate-papo com o público. Av. Imperatriz Leopoldina, 1.150, V. Leopoldina, 3645-0516. 12h/ 18h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 11/6.

Histórias da Infância. Da arte asiática à brasileira, a mostra reúne 200 obras que retratam e abordam a infância em diferentes épocas e países. Além de englobar grandes nomes, como Renoir e Van Gogh, o conjunto de trabalhos inclui artistas contemporâneos e até desenhos de crianças. Masp. Av. Paulista, 1.578, metrô Trianon-Masp, 3149-5959. 10h/ 18h (5ª, até 20h; fecha 2ª). R$ 25 (3ª, grátis). Até 31/7.

Idas e Vindas – Segall e o Brasil. Na mostra, o Museu Lasar Segall apresenta um recorte de seu acervo com foco na produção do pintor no Brasil. São expostas cerca de 80 criações, além de objetos de seu ateliê e de sua residência. Museu Lasar Segall. R. Berta, 111, V. Mariana, 2159-0400. 11h/19h (fecha 3ª). Grátis. Até 26/9.

João Turin, Escultor. Figuras indígenas e elementos da fauna e da flora brasileira foram fontes de inspiração do trabalho do paranaense João Turin (1878-1949). Uma retrospectiva reúne cem criações do artista, entre esculturas, relevos, desenhos e manuscritos. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 6/6.

José Spaniol. O artista gaúcho ocupa o octógono da Pinacoteca com a instalação ‘Tiamm Schuoom Cash!’. Nela, Spaniol apresenta dois grandes barcos de madeira, sustentados por escoras de bambu. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 30/5.

Lado a Lado – Os Objetos Ativos de Willys de Castro. Em comemoração aos 90 anos de nascimento de Willys de Castro (1926-1988), a mostra tem foco nos famosos ‘Objetos Ativos’. Das cerca de 30 obras que compõem a série, foram reunidas 13 peças. Além delas, são expostos textos e poemas raros do mineiro. IAC. R. Dr. Álvaro Alvim, 90, 1° andar, V. Mariana, 3255-2009. 10h/18h (sáb., 10h/16h; fecha dom.). Fecha 5ª (21). Grátis. Até 9/7.

Mestres Santeiros Paulistas do Século XVII. A mostra reúne 54 obras do acervo do colecionador Ladi Biezus. O recorte apresenta esculturas sacras, feitas por mestres santeiros em São Paulo, como Frei Agostinho de Jesus e Mestre de Porto Feliz. Museu de Arte Sacra. Av. Tiradentes, 676, metrô Tiradentes, 3326-3336. 9h/17h (sáb., dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª e 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 29/5.

O Mundo de Tim Burton. Na mostra, o imaginário do cineasta e suas inspirações são revelados por meio de 500 objetos pessoais. Além de referências a seus filmes, estão reunidos desenhos, pinturas e outras peças, expostos em áreas que representam os sentimentos de Burton. MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. 10h/20h (sáb., 9h/21h; dom. e fer., 11h/19h; fecha 2ª). R$ 12 (3ª, grátis). Ingressos: vendas pelo site www.ingressorapido.com.br (6ª e dom., vendas somente na bilheteria). Até 15/5.

Natureza Franciscana. Foi a partir do ‘Cântico das Criaturas’, de São Francisco de Assis, que o curador Felipe Chaimovich selecionou os trabalhos para a mostra, abordando a relação entre o homem e a natureza. São 37 obras de artistas contemporâneos, como Brígida Baltar, Paulo Lima Buenoz e Nazareth Pacheco. MAM. Pq. Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5085-1300. 10h/17h30 (fecha 2ª). R$ 6 (dom., grátis). Até 5/6.

Olhar em Movimento. A mostra visita a arte cinética italiana entre os anos 1950 e 1970. Com curadoria de Micol Di Veroli, reúne destacados nomes do movimento, como Francesco Guerrieri, Bruno Munari e Marina Apollonio. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, Pinheiros, 2245-1900. 11h/20h (fecha 2ª). Grátis. Até 1º/5.

Oswaldo Vigas. Antológica 1943-2013. Desde sua morte em 2014, o venezuelano tem sido homenageado na retrospectiva. A exposição reúne cerca de 63 pinturas e cinco esculturas que revelam diferentes fases de sua carreira e suas influências. MAC-USP Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, 2648-0254. 10h/18h (fecha 2ª). Grátis. Até 3/7.

Paisagem nas Américas: Pinturas da Terra do Fogo ao Ártico. Parceria com instituições dos EUA e do Canadá, a mostra aborda a pintura de paisagem no continente americano. As 105 obras contemplam mais de um século de produção – com nomes como Tarsila do Amaral, Pedro Américo e Georgia O’Keffe. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, 3324-1000. 10h/17h30 (fecha 3ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 29/5.

Silêncio(s) do Feminino. Para abordar temas relacionados ao universo feminino e o papel da mulher na sociedade, a curadora Sandra Tucci selecionou obras de cinco artistas, como Lia Chaia, Rosana Paulino e Marcela Tiboni. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h (fecha 2ª). Grátis. Até 1º/5.

O Tempo dos Sonhos. A mostra apresenta um panorama da arte contemporânea de origem aborígine na Austrália. Estão expostas 70 obras, entre pinturas, esculturas e impressões. O catálogo da exposição será lançado neste sábado (16). Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h (fecha 2ª). Grátis. Até 15/5.

Wifredo Lam. O cubano recebeu influências de vanguardas como o cubismo e o surrealismo. Sua produção é visitada na mostra, que reúne 80 obras do acervo do Museu de Belas Artes de Cuba. Memorial da América Latina. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, 3823-4600. 9h/18h (fecha 2ª). Grátis. Até 1º/5.

Tudo o que sabemos sobre:

Elifas AndreatoexposiçõesLasar Segall

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.