Confira o novo menu de almoço do Manioca e outras dicas de bons restaurantes em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira o novo menu de almoço do Manioca e outras dicas de bons restaurantes em São Paulo

Lucineia Nunes

30 de novembro de 2019 | 10h00

Prato do Manioca. Foto: Angelo Dal Bó

+ Nesta 2ª (2), o Manioca apresenta um renovado Menu da Estação, que vigora no almoço de 2ª a 6ª, com direito a saladinha, prato do dia e minidoce, por R$ 64. Às segundas-feiras, por exemplo, tem arroz negro, mix de cogumelos, vegetais na brasa e gema curada. Às sextas, é dia de mignon de porco, cuscuz de milho com feijão de Santarém, purê de cenoura e alho-poró na brasa (foto). Para começar, uma das saladas traz tomate defumado, muçarela de búfala, manjericão, rúcula e croutons. Shopping Iguatemi. Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.232, Jd. Paulistano, 3º andar, 2924-2333. 11h30/15h30 e 19h/23h (6ª, 11h30/16h e 19h/23h30; sáb., 12h/23h30; dom., 12h/21h30).

Prato do Emiliano. Foto: Estúdio Euka

+ Instalado no hotel homônimo, o Emiliano tem novo chef no comando da cozinha: o paulista Breno Berdu. Das receitas executadas por ele, o stinco de javali com purê de mandioquinha e picles de maxixe (foto) é uma das opções do menu Experiência Emiliano, composto de criações do chef e pratos emblemáticos do restaurante, e servido em três (R$ 153) ou cinco etapas (R$ 240). Outra sugestão do cardápio é o parmegiana de vitelo empanado em farinha de pão de queijo, molho de tomate e gratinado com queijo minas. R. Oscar Freire, 384, Jd. Paulista, 3728-2020. 12h/15h e 19h/0h.

Sobremesa do restaurante Casa Santo Antonio. Foto: Johnny Mazzilli

+ O cabrito ao forno, com creme de batatas e cebola agridoce, e a massa folhada com figos e creme de mascarpone (foto) estão no ‘Menu Puglia’, servido em quatro tempos (R$ 136), no restaurante Casa Santo Antônio até 8/12. Av. João Carlos da Silva Borges, 764, Granja Julieta, 4328-6205. 12h/15h e 19h/23h (sáb., 12h/16h e 19h/23h; dom., 12h/17h; fecha 2ª).

Outras dicas de restaurantes em São Paulo:

Novos

Osteria del Rosso
Na esquina de duas ruas movimentadas do Tatuapé, a casa tem jeito de bar e uma cozinha que passeia com destreza por massas e pizzas feitas com farinha italiana. Individuais, as pizzas saem estalando do forno elétrico com massa fininha, borda crocante e nove versões de cobertura. A ‘Stracciata’ (R$ 47) leva molho de tomate, burrata, tomate confitado e manjericão. Da seção de massas, a dica é o pappardelle com ragu (R$ 49). Também há carnes, como a ‘Cotoletta Milanesa’ (R$ 68), com risoto de açafrão. A partir das 17h, entram em cena as mesinhas na calçada e o menu de happy hour. Das torneiras do bar saem os negronis feitos e envelhecidos na casa (R$ 39, a dose). R. Itapura, 1.128, Tatuapé, 2097-5715 (30 lug.). 11h30/23h (5ª a sáb., 11h30/0h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Árabe

Arábia
Os pratos árabes são servidos em um ambiente contemporâneo e informal. No cardápio, destacam-se o falafel, um bolinho de grão-de-bico (R$ 29,80, 12 unid.), e a boa esfiha aberta de carne (R$ 6,90). Outras boas pedidas são o trigo com lentilha (R$ 52) e a salada ‘Fatuch’ (R$ 54,20), com tomate, pepino, alface, cebola, rabanete, salsinha, hortelã e pão árabe. Aos sábados, serve o ‘Cuscuz Marroquino Royal’ (R$ 140, para dois). Outro destaque é o falafel no prato (R$ 41,50), com salada e molho tarator, à base de tahine, limão e um toque de alho. R. Haddock Lobo, 1.397, Jd. Paulista, 3061-2203 (1120 lug.). 12h/0h. Cc.: todos. Cd.: todos.

Brasileiro

Amazônia
Neste lugar simples, com clima de bar, o ator Paulo Leite serve receitas clássicas do Pará. Entre elas, pato no tucupi, acompanhado por arroz, farinha e pimenta-de-cheiro (R$ 89), e ‘Maniçoba’, cozido de folha de mandioca fervida com ingredientes da feijoada (R$ 74). R. Rui Barbosa, 206, Bela Vista, 3142-9264 (55 lug.). 12h/15h e 19h/23h (sáb., 12h/16h e 19h/23h; dom., 12h/16h; 3ª, 12h/15h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Jiquitaia
O ambiente é despojado, como um bar arrumadinho. Serve uma cozinha variada e de influência brasileira. Peça o picadinho (R$ 44), às terças-feiras, e o arroz de costela (R$ 44). Outras opções são a bochecha de porco (R$ 62) e o arroz de pato com tucupi (R$ 67, no jantar). R. Antônio Carlos, 268, Consolação, 3262-2366 (54 lug.). 12h/15h e 19h/23h30 (sáb., 12h/18h e 19h/23h30; 2ª, 12h/15h; fecha dom.). Cc.: todos Cd.: todos.

Francês

Chef Rouge
A decoração e o cardápio são inspirados nos bistrôs parisienses. Entre as mesas da varanda, foram preservadas duas seringueiras centenárias, que se tornaram parte do ambiente. Do cardápio, peça o peito de pato assado ao molho de laranja (R$ 115). De sobremesa, a clássica tarte tatin sai por R$ 36. R. Bela Cintra, 2.238, Jd. Paulista, 3081-7539 (80 lug.). 12h/15h30 e19h/23h30 (6ª, até 0h30h; sáb., 12h/17h e 19h/0h30h; dom. e fer., 12h/17h e 19h/22h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Italiano

Jamie’s Italian
A bela casa de vidro do chef inglês Jamie Oliver é dividida em dois andares, com estação de massas e bar no térreo, e cozinha aberta no mezanino. O menu abre com opções como a porção de lula crocante com maionese de alho (R$ 34). Entre os principais, estão o ‘Spaghetti alla Norma’ (R$ 38) e o ‘Tagliatelle Bolognesi’, com ragu de carnes bovina e suína, cozido lentamente no vinho tinto, pangrattato e parmesão (R$ 35/R$ 49). Av. Horácio Lafer, 61, Itaim Bibi, 2365-1309 (220 lug.). 12h/23h (6ª e sáb., 12h/0h; dom., 12h/22h30). Cc.: todos. Cd.: todos.

Picchi
Com salão agradável e de estilo mais formal, o restaurante ocupa o térreo do hotel Regent Park. Na cozinha, o chef Pier Paolo Picchi prepara dos pães aos sorvetes e continua afiado com as massas frescas. No cardápio, espaguete com vôngole, pancetta e ouriço (R$ 95); agnolotti de coelho à caçadora (R$ 74); e nhoque de batata asterix com fonduta de queijo Cuesta Azul e trufa negra (R$ 93). Não saia sem provar o tiramisú (R$ 36). R. Oscar Freire, 533, Jd. Paulista, 3065-5560 (70 lug.). 12h/15h e 19h/0h (sáb. e fer., 12h/16h e 19h/0h; dom., 12h/17h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Vicolo Nostro
Produzidas artesanalmente com ovos caipiras, as massas atraem grande público, principalmente nos fins de semana. O ambiente, dos mais agradáveis, tem fonte e jardim de inverno. Prove o tortelone, uma massa recheada de cordeiro e molho cremoso de sálvia (R$ 78). Outra opção é o risoto de radicchio (R$ 87). Prepara também costeleta de cordeiro (R$ 110). R. Jataituba, 29, Brooklin, 5561-5287 (300 lug.). 12h/15h e 19h/0h (sáb. e fer., 12h/16h30 e 19h/1h; dom., 12h/16h30). Cc.: todos. Cd.: todos.

Japonês

Kinoshita
A cozinha do chef Tadashi Shiraishi é caprichada e criativa. Prepara menu-degustação com cinco pratos e uma sobremesa, por R$ 382,81. Durante a semana, o almoço executivo ‘Menu Capo’ (R$ 82,81) inclui um peixe ou uma carne, dois pratos do sushi bar, gohan, missoshiro, couvert, salada e sobremesa. Há também a versão vegetariana pelo mesmo preço. R. Jacques Félix, 405, V. Nova Conceição, 3849-6940 (72 lug.). 12h/15h e 19h/0h (sáb. e fer., 12h/16h e 19h/0h; fecha dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

Shin-Zushi
Com peixes excelentes e técnica impecável, é um dos melhores balcões de sushi da cidade. Mas vá preparado: a qualidade tem seu preço. A melhor expressão dos talentos do sushiman é o menu-degustação (R$ 250, com sobremesa, servido na mesa; R$ 300, no balcão). Mas se você não dispensa os quentes, peça o tempurá misto (R$ 150). R. Afonso de Freitas, 169, Paraíso, 3889-8700 (76 lug.). 11h30/14h e 18h/22h30 (dom. e fer., 18h/22h; fecha 2ª e todo 3º dom. do mês). Cc.: todos. Cd.: todos.

Oriental

China Lake
O chef Paulo Hu, especializado na culinária de Xangai, comanda o restaurante, que tem o clima oriental reforçado pelo ambiente decorado com máscaras, fontes e lustres em forma de balão. Peça o arroz com bacalhau (R$ 58) e a lula na chapa (R$ 80). A costelinha de porco frita (R$ 60) e o pato laqueado (R$ 186) também são boas pedidas. Todos os pratos servem duas pessoas. R. Marechal Deodoro, 525, S. Amaro, 5524-7921 (250 lug.). 12h/15h e 18h30/22h30 (6ª e sáb., até 23h; dom., 12h/16h e 18h30/ 22h30). Cc.: todos. Cd.: todos.

Hou
Em uma área residencial de Santana, serve bons pratos chineses. Quem toca a cozinha é Xuan Hou. Com massa crocante e sequinha, o rolinho primavera é um bom começo, nas versões de queijo (R$ 8) e de carne bovina com vegetais (R$ 8), assim como os guiozas cozidos no vapor (R$ 40, 10 unid.). Da lista de principais, divididos em seções como yakissobas, vegetarianos, frango e frutos do mar (R$ 40/R$ 80), há ainda os Especiais da Casa, como o ‘Four Kingdom no Ninho’ (R$ 135), que traz camarões, lulas, vegetais e diferentes carnes sobre uma base crocante de batata ralada e frita. Todos os pratos são para duas pessoas. Durante a semana, há almoço executivo (R$ 38/R$ 48). R. Capitão Manuel Novaes, 203, Santana, 2976-2559 (88 lug.). 12h/14h30 e 18h30/22h30 (sáb., 12h/15h e 18h/22h; dom., 12h/15h30 e 18h30/22h; 2ª, 18h30/22h30; fecha 4ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Peixes e frutos do mar

Suri Ceviche
Da cozinha, saem o ceviche clássico peruano, feito com peixe branco, cebola, pimenta, coentro, milho e batata-doce (R$ 42). Já o ‘Ceviche della Casa’ leva camarão, lula, atum, abacate, leite de coco e coentro (R$ 51). Outra sugestão é a ‘Parrillada de Altamar’, de polvo, lula, pescada ou corvina, grelhados e acompanhados de batatas e salada quente de espinafre (R$ 111, para dois). R. Mateus Grou, 488, Pinheiros, 3034-1451 (50 lug.). 19h/23h (5ª, 12h/15h e 19h/23h; 6ª, 12h/15h e 17h/0h; sáb., 12h/0h; dom. e fer., 12h/22h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Pizzaria

Fôrno
Vizinha ao Holy Burger (dos mesmos donos), fica no primeiro andar de uma casa de 1860, com ambiente descolado e cozinha aparente. E, a menos que você peça para viagem, provar a pizza pode levar tempo. A espera costuma ser longa nos fins de semana. Mas os clientes não se importam e um garçom se encarrega de levar bebidas e petiscos para esquentar o bate-papo na calçada. Do forno saem redondas bem-assadas, com massa fermentada por 48 horas e boas opções de cobertura, a exemplo da calabresa artesanal (R$ 32 ou R$ 38, com queijo) e da margherita (R$ 30), com bom molho de tomate, queijo scamorza e manjericão. Além das pizzas, há petiscos e sanduíches com os pães da casa. R. Cunha Horta, 70, V. Buarque, 2645-9499 (24 lug.). 12h/16h e 19h/0h (6ª, até 1h; sáb., 12h/1h; dom., 12h/23h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Leona
Assa pizzas de massa média como a ‘Manga’, de alho-poró, folhas temperadas, manga, castanha de caju e parmesão (R$ 98), e a margherita especial, com muçarela de búfala e tomatinho (R$ 98). Também prepara um delicioso pão de calabresa (R$ 73, o quilo). R. Constantino de Sousa, 582, Campo Belo, 5096-3000 (420 lug.). 18h30/0h (6ª e sáb., 18h30/1h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Pizzaria Famiglia Mancini
No amplo restaurante de Walter Mancini, a noite é das pizzas assadas no forno a lenha. Experimente a margherita (R$ 92) e a ‘Pizza 4 Queijos’ (R$ 94). No almoço, serve massas como a ‘Mezzaluna à Mamma di Lucca’, recheada com muçarela de búfala, tomate seco e manjericão, ao molho de tomate com iscas de filé e gorgonzola (R$ 87). R. Avanhandava, 25, Bela Vista, 3255-6599 (280 lug.). 11h30/1h (5ª, 11h30/1h30; 6ª e sáb., 11h30/2h30; dom., 11h30/0h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Português

O Bacalhau do Porto
Neste restaurante são preparados ‘Bacalhau à Gomes de Sá’ (R$ 54) e ‘Bacalhau Funchal’, que traz o lombo do pescado grelhado com brócolis ao alho e óleo e batatas ao murro (R$ 215, para dois). R. Vergueiro, 8.333, Ipiranga, 2063-6502 (200 lug.). 11h/23h (dom., 11h/17h; 2ª, 11h/15h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Tonel Bistrô Lusitano
O serviço é informal e a simpática Dona Hermínia fica atenta para que o prato não venha antes que a saborosa alheira (R$ 42) ou outro petisco. Um pedido certeiro é o ‘Polvo à Lagareiro’ (R$ 214, para dois). Outras boas opções são a ‘Bacalhoada Gomes de Sá’ (R$ 165, para três) e o ‘Bacalhau à Lagareiro’ (R$ 209, para três). De sobremesa, peça a ‘Baba de Camelo’ (R$ 14,50), um delicioso creme de caramelo. R. Henri Dunant, 1.081, S. Amaro, 5181-5441 (70 lug.). 12h/15h (5ª e 6ª, 12h/15h e 17h/23h; sáb., 12h/16h; fecha dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

Variada

Extásia
O acesso ao restaurante é pela loja de vinhos da Grand Cru. Uma escada leva ao salão aconchegante e intimista no primeiro piso. À frente da cozinha está Flávio Miyamura, que faz uma comida saborosa, moderna e com acento asiático. O cardápio enxuto abre com receitas que privilegiam ingredientes crus, como a tostada de milho com atum marinado, maionese de wasabi e salada de algas (R$ 49). Da seção para compartilhar, há camarão empanado com molho picante (R$ 51). Entre os principais, há opções como a barriga de porco com mel (R$ 68) e o galeto assado (R$ 64). O almoço executivo sai por R$ 59. Para beber, há um acréscimo de R$ 15 sobre o valor da garrafa de vinho Grand Cru da loja. R. Diogo Jácome, 361, V. N. Conceição, 3842-0737 (58 lug.). 12h/15h e 19h/23h (6ª, até 0h; sáb., 12h/16h e 19h/0h; dom. e fer., 12h/16h; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Kaá
Milhares de plantas decoram o jardim vertical na parede da casa. Entre as sugestões do cardápio estão a costela angus, assada em baixa temperatura, ao molho de especiarias e com risoto de açafrão (R$ 109), e o robalo em crosta de coco, palmito, aspargos e araçá-boi (R$ 92). Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 279, V. Nova Conceição, 3045-0043 (180 lug.). 12h/15h e 19h/0h (6ª, até 1h; sáb., 12h/17h e 19h/1h; dom., 12h/17h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Lá da Venda
O ambiente é uma mistura de loja, café e restaurante. Prove o pão de queijo, feito com ovo caipira, queijo da Serra da Canastra e polvilho artesanal (R$ 7,50). O caprichado almoço executivo, servido de 3ª a 6ª, com entrada, prato principal e sobremesa, sai por R$ 49. As tortas salgadas, com massa fina e leve (R$ 35 a R$ 38), também merecem atenção. Os doces tradicionais, como o manjar branco e o arroz-doce, são deliciosos (R$ 10,50, cada). R. Harmonia, 161, V. Madalena, 3037-7702 (54 lug.). 11h/19h (sáb., 10h/19h; dom. e fer., 10h/17h30; fecha 2ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: