Com temática jovem, festival de cinema traz a São Paulo 102 filmes latino-americanos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com temática jovem, festival de cinema traz a São Paulo 102 filmes latino-americanos

André Carmona

20 de julho de 2017 | 18h41

De 4ª (26) a 2/8, o 12º Festival de Cinema Latino-americano de São Paulo traz à capital 102 filmes de 18 países da América Latina – com foco em novos autores e novas formas narrativas. Segundo o diretor e curador Francisco César Filho, uma temática latente nesta edição é a inquietude juvenil. “Percebemos que vários longas falam sobre a vida dos jovens nas metrópoles latinas – a questão de gênero, por exemplo, é muito forte”, diz. O evento ainda homenageia o cineasta paulista Beto Brant. A seguir, alguns destaques e, aqui, a programação completa.

Foto: Beto Brant

“Beto Brant é inquieto, inventivo. Por isso, é difícil encaixar seus filmes em algum gênero.” A fala de Francisco César Filho explicita o porquê de o cineasta ser o grande homenageado da edição. Além da exibição de sucessos como ‘O Invasor’ e o recente ‘Pitanga’, o evento promove a pré-estreia de Zócalo (foto acima). No longa, o diretor registra as peculiares comemorações do Dia dos Mortos, no México. Cinesesc. R. Augusta, 2.075, metrô Consolação, 3087-0500. 29/7, 21h20. R$ 12.

Nas planícies desérticas da Bolívia, um jovem, avesso ao trabalho, vive em meio à boemia e à transgressão, buscando algum sentido para a vida. Viejo Calavera tem direção de Kiro Russo. Spcine Olido. Av. São João, 473, Centro, 3331-8399. 5ª (27), 19h. Grátis.

Em Jesús, o chileno Fernando Guzzoni conta a história de um rapaz que se divide entre a família, o trabalho e um grupo de dança pop. Nesse ambiente, ele vai descobrir sua sexualidade. CCSP. R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. 1º/8, 19h. Grátis.

A cena musical de Havana, com seus shows e personagens, está em Cubajazz, de Max Alvim e Mauro di Deus. O filme será exibido ao ar livre. Memorial da América Latina. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, metrô Barra Funda, 3823-4600. 28/7, 20h30. Grátis.