Com obras de 28 países, Bienal Sesc_Videobrasil está entre as inaugurações da semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com obras de 28 países, Bienal Sesc_Videobrasil está entre as inaugurações da semana

Júlia Corrêa

30 de setembro de 2019 | 18h56

Em sua 21º edição, a Bienal de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil ocupa, pela primeira vez, o Sesc 24 de Maio. A partir do tema ‘comunidades imaginadas’, o evento reúne obras de 55 artistas de 28 países. São vídeos, pinturas, fotografias e instalações ligadas a comunidades como as indígenas, as religiosas e as de refugiados. Assim, ganham destaques nomes como Alberto Guarani, oriundo da etnia Guarani Nhandewa; George Senga, congolês que aborda disputas pelo território urbano; e Nilbar Gures, artista turca que trata da violência contra a comunidade trans.

Foto: Mohau Mokadiseng

Uma programação paralela à mostra propõe ainda atividades como performances, debates e exibições de filmes. Na 5ª (10), às 20h30, Aphiwe Livi apresenta ‘The Last Harvest’ (40 min.; livre; foto), performance assinada pelo sul-africano Mohau Modisakeng, que aborda as tensões entre escravizado e escravizador, tomando como referência fotografias feitas por Marc Ferrez em 1882.

ONDE: R. 24 de Maio, 109, metrô República, 3350-6300. QUANDO: Inauguração: 4ª (9), 19h. 9h/21h (dom. e fer., 9h/18h; fecha 2ª). Até 2/2/2020. QUANTO: Grátis.

CONFIRA OUTRAS INAUGURAÇÕES

Arnaldo Antunes
O artista apresenta a exposição ‘Caligrafias’. Uma série de 12 desenhos feitos por ele compõem uma espécie de álbum de seus traços. Anexo Millan. R. Fradique Coutinho, 1.416, Pinheiros, 3031-6007. Inauguração: sáb. (5), 12h/16h. 10h/19h (sáb., 11h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 18/10.

Carlos Motta
Na exposição ‘Nós, X Inimigx’, o colombiano apresenta um conjunto de vídeos, fotografias, esculturas e instalações para refletir criticamente sobre condições sociais e lutas políticas atuais. Vermelho. R. Minas Gerais, 350, Higienópolis, 3138-1520. Inauguração: 4ª (9). 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 10/11.

Doris Homann: A Pintura da Condição Humana
Angústias diante de períodos tumultuados da humanidade marcam a produção da artista alemã, que ganha destaque em mostra com 60 obras de várias fases de sua carreira. Inn Gallery. R. Dr. Melo Alves, 138, Cerqueira César, 2659-0630. Inauguração: 3ª (8). 10h/19h (sáb., 11h/15h; fecha dom.). Grátis. Até 18/10.

Elizabeth Titton
A artista apresenta a série ‘Muirapiranga’, com esculturas em grandes dimensões feitas para celebrar a natureza. Funarte. Al. Nothmann, 1.058, Campos Elísios, 3662-5177. Inauguração: sáb. (5). 10h/18h (sáb. e dom., 14h/21h; fecha 2ª). Grátis. Até 19/1/2020.

Etnos – Faces da Diversidade
Com curadoria de Marcello Dantas, a exposição apresentam máscaras oriundas de diferentes culturas. Na seleção, há, por exemplo, adereços ligados à ópera chinesa de Sichuan, ao Halloween norte-americano, a ritos de povos aborígines e até mesmo à cultura pop do cinema e da música. Farol Santander. R. João Brícola, 24, Centro, 3553-5627. Inauguração: 3ª (8). 9h/20h (fecha 2ª). R$ 25. Até 5/1/2020.

Fabio Benetti
O artista apresenta ‘Amor Profano’, com telas marcadas por rasgos, rupturas e cortes, com temática ligada ao enredo da peça homônima, dirigida por Marcello Airoldi, em cartaz no espaço. Tucarena. Lounge. R. Monte Alegre, 1.024, Perdizes, 3670-8455. Inauguração: 6ª (4). 6ª e sáb., 19h/21h30; dom., 17h/ 20h30. Grátis. Até 23/11.

Fernando Laszlo
O artista apresenta ‘Planetário’, mostra composta por uma série de montagens a partir do negativo de fotografias de bolas como de pingue-pongue e bilhar, com imagens finais que remetem a luas. Galeria Millan. R. Fradique Coutinho, 1.360, Pinheiros, 3031-6007. Inauguração: sáb. (5), 12h/16h. 10h/19h (sáb., 11h/ 18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 25/10.

Luiz Gonzaga, na Eternidade dos 30!
Com curadoria do jornalista Assis Ângelo, a mostra homenageia o cantor e compositor pernambucano com a exibição de fotos e discos raros. Centro Cultural Santo Amaro. Av. João Dias, 822, 5541-7057. Inauguração: 4ª (9). 10h/17h. Grátis. Até 7/11.

Sergio Poroger
Em ‘Cine Mu(n)do’, com curadoria de Bob Wolfenson, o fotógrafo exibe 20 imagens, feitas no Brasil, nos Estados Unidos e na Holanda, de cinemas de rua, fachadas, locações de filmes clássicos e outros cenários. Conjunto Nacional. Av. Paulista, 2.073, Consolação, 3179-0000. Inauguração: 4ª (9). 7h/22h (sáb. e dom., 10h/22h). Grátis. Até 29/10.

Tomie Ohtake: Poesia se Medita
A mostra busca relacionar a obra da artista com a poesia oriental, como o haicai. Entre os itens exibidos, o álbum ‘Yu-Gen’ é composto por 12 gravuras de 1997, em que a arte de Tomie é sobreposta com poemas de Haroldo de Campos. Instituto Tomie Ohtake. R. Coropés, 88, Pinheiros, 2245-1900. Inauguração: 6ª (4). 11h/20h (fecha 2ª). Grátis. Até 29/3/2020.

ESPECIAL

Foto: Ding Musa

Encontrão
Um grupo de artistas, formado por nomes como Ana Prata, André Komatsu, Ding Musa e Rodrigo Andrade, organiza este festival de cultura resultante de um projeto educativo na Cidade Tiradentes, a escola nômade Ali. A programação inclui performances sonoras, competição de poesias e roda de conversa sobre cultura nas periferia. Galpão Arte e Construção. Av. dos Metalúrgicos, 2.100, Cidade Tiradentes. Grátis. Sáb. (5), 12h/22h. Inf.: instagram.com/ali_artelivre

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: