Cisne Negro Cia. de Dança faz tradicional temporada de ‘O Quebra-nozes’; confira o roteiro de dança da semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cisne Negro Cia. de Dança faz tradicional temporada de ‘O Quebra-nozes’; confira o roteiro de dança da semana

Júlia Corrêa

08 Dezembro 2016 | 17h29

A partir deste sábado (10), a Cisne Negro Cia. de Dança apresenta sua tradicional temporada de O Quebra-nozes, clássico natalino de Tchaikovski. Encenado pelo grupo desde 1983, o espetáculo, dirigido por Hulda Bittencourt e Dany Bittencourt, mantém a proposta de inovar a cada ano, tanto na montagem quanto na coreografia. Nesta edição, a história de Clara e seu boneco quebra-nozes será encenada com efeitos especiais e acrobacias da Circo Escola Picadeiro e, mais uma vez, com o elenco de ‘anjos’ do projeto social Usina da Dança. Os argentinos Nadia Musyca e Steban Schenone e a russa Svetlana Lunkina estão entre os solistas internacionais convidados.

Foto: Heloísa Bortz/Divulgação

Foto: Heloísa Bortz/Divulgação

120 min. Livre. Teatro Alfa (1.118 lug.). R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, S. Amaro, 5693-4000. Estreia sáb. (10). 2ª a 5ª, 21h; 6ª, 21h30; sáb., 17h e 20h; dom., 15h e 18h. Até 21/12. R$ 50/R$ 140. 

Confira outros espetáculos de dança:

Baile dos Graduados e Divertissement
A Academia Brasileira de Danças Clássicas apresenta uma das obras mais importantes do coreógrafo russo David Lichine, com trilha de Strauss. O espetáculo conta ainda com trabalhos dos coreógrafos Guivalde Almeida, Ana Maria Campos, Valdir Zeller e Douglas Nossa. 120 min. Livre. Teatro Sérgio Cardoso. Sala Sérgio Cardoso. (835 lug.). R. Rui Barbosa, 153, Bexiga, 3288-0136. 4ª (14), 20h30. R$ 60.

DeRose ArtCompany
No espetáculo da DeRose ArtCompany, 26 artistas brasileiros e argentinos realizam performances corporais, aliadas a esculturas vivas em movimento, ‘poesia corporal’, música, luzes e projeções. 90 min. Livre. Teatro Sérgio Cardoso. Sala Sérgio Cardoso. (835 lug.). R. Rui Barbosa, 153, Bexiga, 3288-0136. 6ª (9), 20h. R$ 120.

EleEla
A coreografia da Anacã Cia. de Dança destaca as relações amorosas e reflete sobre a igualdade de gênero e as concepções do amor ideal. Dir. Ana Maria Diniz, Edy Wilson e Helô Gouvêa. 60 min. Livre. Teatro São Pedro (1.148 lug.). R. Albuquerque Lins, 2.017, Barra Funda, 3661-6600. 3ª (13), 4ª (14) e 5ª (15), 21h. Grátis (retirar ingresso 1h antes).

Primeiras Estórias
No espetáculo, a Cia. Silenciosas transforma cada um dos contos da obra ‘Primeiras Estórias’, de Guimarães Rosa, em um experimento cênico. Dir. Diogo Granato. 60 min. Livre. Sesc Pinheiros. Praça.
R. Paes Leme, 195, 3095-9400. Estreia 3ª (13). 3ª e 4ª, 20h30. Grátis. Até 21/12.

Trança
A coreografia de Thiago Granato promove uma investigação sobre o poder do corpo em criar contextos em que possa habitar, comunicar, transitar e se reinventar. 50 min. Livre. Centro de Referência da Dança (70 lug.). Baixos do Viaduto do Chá, s/nº, Centro, 3214-3249. Hoje (9) e dom. (11), 19h; sáb. (10), 17h e 19h. Grátis (retirar ingresso 30 min. antes).

Nós S/A
A Caleidos Cia. de Dança explora, por meio da dança, o universo da apropriação do espaço urbano pela lógica do mundo corporativo. O espetáculo encerra a temporada da ‘Mostra Caleidos 20 Anos’. 50 min. 14 anos. Instituto Caleidos (50 lug.). R. Mota Pais, 213, Lapa, 3021-4970. 6ª e sáb., 20h; dom., 19h. Grátis (retirar ingresso 30 min. antes). Até dom. (11).

Festival Carmel
A 36ª edição do evento de dança judaica reúne mais de dois mil dançarinos de Israel e do Brasil, em diversos pontos da Hebraica. Como o lema ‘360º – Globalização, União dos Povos e os Ciclos da Vida’, presta uma homenagem ao líder israelense Shimon Peres, falecido em setembro deste ano. A programação tem início nesta 6ª (9), às 21h, com ‘Show Mundi – Danças Massivas’ (R$ 35), no Centro Cívico Yitzhak Rabin (R. Dr. Alceu de Assis, 25, Jd. Paulistano, 3818-8800). Programação completa: bit.ly/fcarmel