CineSesc realiza repescagem da 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

CineSesc realiza repescagem da 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Rafael Sousa Muniz de Abreu

17 de março de 2016 | 15h56

Foto: divulgação.

Foto: divulgação.

O CineSesc realiza uma repescagem da 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes, cidade do interior de Minas Gerais, até 4ª (23). Na Mostra Tiradentes|SP, uma seleção do festival conhecido por ser uma vitrine importante do cinema brasileiro autoral e dependente, há longas, como ‘Tropykaos’ (2015, foto), de Daniel Lisboa, curtas e um média. Algumas exibições são seguidas de bate-papo com os diretores.

5ª (17):

20h – Jovens Infelizes ou Um Homem Que Grita Não É Um Urso Que Dança (2016), de Thiago B. Mendonça.

Pra começar de novo é preciso destruir.

Quinta-feira, 17/3, 20h. Após A Sessão, Bate-Papo Com O Diretor E Mediação Do Curador Cleber Eduardo

6ª (18):

15h – Bang Bang (1970), de Andrea Tonacci.

17h30 – O que Eu Poderia Ser se Eu Fosse (2015), de Bruno Jorge.

19h30 – Urutau (2015), de Bernardo Cancella Nabuco.

21h30 – Banco Imobiliário (2015), de Miguel Antunes Ramos.

Sáb. (19):

15h – Sessão de Curtas (2015-2016), de vários diretores.

17h – Clarisse Ou Alguma Coisa sobre Nós Dois (2015), de Petrus Cariry.

19h – Tropykaos (2015), de Daniel Lisboa.

21h – Animal Político (2016), de Tião, seguido de bate-papo com o diretor, mediado por Cleber Eduardo.

Dom. (20):

15h – Sessão de Curtas (2015-2016), de vários diretores.

17h – Fome (2015), de Cristiano Burlan.

19h – Estamos Vivos (2016), de Filipe Codeço.

21h – Aracati (2015), de Aline Portugal e Julia De Simone, seguido de debate com as diretoras, mediado pelo curador Francis Vogner dos Reis.

2ª (21):

15h – Serras da Desordem (2006), de Andrea Tonacci.

18h – Índios Zoró – Antes, Agora e Depois? (2015), de Luiz Paulino dos Santos.

19h30 – A Noite Escura da Alma (2015), de Henrique Dantas.

21h30 – Sessão de Curtas (2015), de vários diretores.

3ª (22):

15h – Já Visto Jamais (2013), de Andrea Tonacci, e Blá Blá Blá (1968), de Andrea Tonacci.

17h – Santo Daime – Império da Floresta (2015), de André Sampaio.

18h30 – Sessão de Curtas (2016), de vários diretores.

21h – Taego Ãwa (2016), de Marcela Borela e Henrique Borela.

4ª (23):

15h – Um Salve Doutor (2015), de Rodrigo Sousa & Sousa.

17h – Invasores (2015), de Marcelo Toledo.

19h – Filme de Aborto (2016), de Lincoln Péricles, seguido de debate com o diretor, mediado por Francis Vogner Reis.

21h – Madrepérola (2015), de Deise Hauenstein, e Geraldinos (2015), de Pedro Asbeg e Renato Martins.

Serviço: CineSesc. R. Augusta, 2075, Cerqueira César, metrô Consolação. R$ 12.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.