Bienal do Livro chega à 24ª edição; confira os destaques do evento
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bienal do Livro chega à 24ª edição; confira os destaques do evento

Júlia Corrêa

25 de agosto de 2016 | 18h25

Confira as dicas do Divirta-se para aproveitar a 24ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que começa nesta sexta-feira (26/8). 

Há quem diga que o livro impresso está com seu tempo contado. Entretanto, vários eventos surgem cada vez mais revigorados e mostram um cenário bem diferente. Exemplo disso é a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que dá início nesta sexta-feira (26/8) à sua 24ª edição, com uma série de novidades na programação.

Com o tema ‘Histórias em Todos os Sentidos’, o evento busca atender aos diferentes perfis de públicos,
criando, em seu pavilhão, mais de dez espaços temáticos.

Evelson de Freitas/Estadão

Inédito nesta edição, o Espaço Cordel e Repente, por exemplo, promete dar visibilidade a dois dos principais movimentos artísticos do Nordeste.

Um dos focos da programação será o fenômeno dos youtubers, já que um número expressivo deles tem adentrado no universo literário (e encabeçado listas de livros mais vendidos).

Lançamentos, sessões de autógrafo, debates, oficinas: não faltam opções para aproveitar o evento. A seguir, você confere a entrevista com o presidente da Câmara Brasileira do Livro, Luís Antonio Torelli, e uma seleção de destaques da programação.

 

ENTREVISTA: LUÍS ANTONIO TORELLI, presidente da Câmara Brasileira do Livro

O que muda nesta edição do evento?
Este ano, passamos a vender ingressos antecipados pela internet. O público fica de quatro a cinco horas lá dentro, então, pensando no conforto, ampliamos a área de alimentação, que terá food trucks. Aumentamos todo o espaço – nenhuma rua terá menos de cinco metros – e inserimos mais sanitários. Também instituímos senhas para os autógrafos, o que não quer dizer que quem não tiver senha vai deixar de conversar com os autores.

E as novidades da programação?
O tema deste ano é ‘Histórias em Todos os Sentidos’, para atender a todos os gostos. Teremos espaços tanto para as crianças quanto para aquele pessoal mais cult, que quer debater com os autores. Uma novidade são os youtubers, após detectarmos, em 2014, um grande fluxo de jovens com interesse nesse fenômeno. Outra grande novidade é o espaço Cordel e Repente, um convênio com a Câmara Cearense do Livro.

A organização prevê um possível impacto da crise econômica?
Temos a meta de 700 mil pessoas, mesmo público de 2014. Observamos o problema do desemprego e da instabilidade política, mas nossas consultas indicam que podemos superar a marca. Até o início do mês, tínhamos 16 mil ingressos comprados, um número fantástico.

 

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO

Da web ao papel

Na edição de 2014, a organização da Bienal percebeu o interesse dos jovens pelos youtubers. Pensando nisso, convidou para o evento deste ano nomes conhecidos do universo da web. Por também movimentarem o mercado editorial, eles aparecem na programação da Arena Cultural BNDES, dedicada a autores best-sellers.

Um dos destaques é a vlogueira Jout Jout, com livro recém-lançado pela Cia. das Letras. Na 3ª (30/8), às 14h, ela participa do debate ‘A Voz das Mulheres na Internet’.

Na 5ª (1º/9), às 17h, o espaço promove um encontro com Kéfera Buchmann, cujo canal no YouTube foi um dos primeiros no Brasil a alcançar um milhão de inscritos. Ela integra o catálogo da Paralela.

No dia 2/9, às 11h, o encontro é com Lucas Rangel. Às 16h, PC Siqueira realiza a palestra ‘Vida no Youtube: Verdade ou Ficção’. Os dois têm livros publicados pela Cia. das Letras.

Gosto letrado

O sucesso cada vez maior de livros de receitas assinados por chefs renomados não fica de fora desta Bienal. Sexta-feira (26/8), às 17h, no espaço Cozinhando com Palavras, Ana Luiza Trajano (foto abaixo) fala de seu livro ‘Misture a Gosto’, glossário de cerca de 500 ingredientes brasileiros.

No domingo (28/8), às 10h30, Jefferson Rueda dá aula para crianças inspirada no livro ‘A Cozinha Caipira do Chico Bento’, que lançará lá.

Foto: Iara Morselli/Estadão

Foto: Iara Morselli/Estadão

Nordeste em foco

O Espaço Cordel e Repente, criado em parceria com a Câmara Cearense do Livro, contará com a presença de escritores e artistas de oito Estados do Nordeste, em debates, shows e contação de histórias.

Sexta-feira (26/8), às 20h, Paulo Araújo (foto abaixo), autor da canção ‘I-margem’, que faz parte da trilha de ‘Velho Chico’, faz um pocket show com a presença de Edmara Barbosa, autora da novela.

Foto: Kiko Araujo/Div.

Foto: Kiko Araujo/Div.

Desde cedo

A importância da contação de histórias para bebês – e como ela contribui para integrar pais e filhos – é tema de bate-papo entre os autores Fábio Lisboa e Denise Guilherme, com mediação do escritor Edson Rossatto. A conversa será sábado (27/8), às 15h, na Praça da Palavra do espaço BiblioSescs, área dedicada ao incentivo à leitura.

Para refletir

O antropólogo e colunista do Estado Roberto DaMatta, o filósofo Oswaldo Giacoia Júnior e o jornalista Heródoto Barbeiro discutem os referenciais éticos dos dias atuais, em debate intitulado ‘Ética e Cotidiano’. O encontro ocorre 5ª (1º/9), às 11h, no Salão de Ideias, espaço dedicado a discussões atuais e questões de relevância social e literária.

Encontro musical

O músico Edgard Scandurra e seu filho, Daniel, membros da banda Pequeno Cidadão, participam do encontro ‘Filho de Peixe’, no qual discutem a relação entre diferentes gerações, as trocas e os aprendizados entre pai e filho.

O responsável pela mediação é José Carlos Ferrigno, autor dos livros ‘Coeducação Entre Gerações’ e ‘Conflito e Cooperação entre Gerações’, publicados pelas Edições Sesc São Paulo.

O encontro, que terá uma ‘palhinha’ musical da dupla, ocorre na 4ª (31/8), às 18h, no Auditório Edições Sesc São Paulo – estande da editora com espaço dedicado a apresentações artísticas e conversas com autores, tradutores, designers e editores.

Para os pequenos

A maior parte da programação para as crianças ficará concentrada no Espaço Infantil Mauricio de Sousa, que leva o nome do quadrinista que já virou figura carimbada no evento. Apenas a área temática ‘No Mundo das Histórias em Quadrinhos’, a maior desta edição, conta com 500 m² de atrações sobre o autor, que ganha exposição em homenagem aos seus 80 anos.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Os pequenos poderão participar de atividades como escalada em parede, teatro de fantoches e espaço para colorir. Uma novidade é o totem interativo por meio do qual o público pode customizar um avatar que fará parte de uma história com a Turma da Mônica – e que poderá ser impressa no formato de livro (R$ 39,90) ou pôster (grátis).

Universo editorial

Um evento dedicado ao livro não deixaria de debater seu próprio mercado. Por isso, a Bienal promove uma série de conversas sobre direitos autorais, políticas públicas, produção e vendas no setor editorial.

Domingo (28/8), às 10h, no Espaço Ignácio de Loyola Brandão, as economistas Leda Paulani e Mariana S. Silveira Bueno, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe-USP), participam do debate ‘O Desempenho do Mercado Livreiro na Última Década’.

No mesmo espaço, 2ª (29/8), às 10h, especialistas que atuam em bibliotecas e projetos de leitura no País promovem o painel ‘Retratos da Leitura no Brasil: Uso e Percepções Sobre as Bibliotecas’.

Mundo dos livros

– As editoras Nova Fronteira e Saraiva apresentam no evento os 36 títulos da nova coleção ‘Clássicos para Todos’. ‘Dom Casmurro’, de Machado de Assis, e ‘Auto da Compadecida’, de Ariano Suassuna, são alguns deles.

– A Bertrand lança edição especial do best-seller ‘Melancia’, de Marian Keyes – que estará na feira neste domingo (28/8), às 11h.

– Autores independentes também têm espaço nesta Bienal. A PerSe, plataforma digital de autopublicação de livros impressos e eBooks, terá um estande com obras de mais de 60 escritores – 12 delas inéditas.

– Uma novidade da Editora Senac São Paulo é o lançamento do livro ‘O Que Tem na Geladeira?’, da apresentadora Rita Lobo.

 

PROGRAME-SE

– Os ingressos podem ser comprados antecipadamente, pelo site www.bienaldolivrosp.com.br, ou adquiridos na hora, nos guichês de venda do pavilhão. Menores de 12 anos e maiores de 60 não pagam.

– As senhas para as sessões de autógrafos que fazem parte da programação oficial devem ser reservadas pelo site do evento. Para algumas delas, já não há mais vagas. Por isso, é bom se programar o quanto antes.

– Disponível no site para Android e IOS, um app com toda a programação permite, entre outras funções, favoritar livros e expositores. Também oferece um alerta de distribuição de senhas extras para autógrafos.

SERVIÇO

ONDE: Pavilhão de Exposições do Anhembi. Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana, 2226-0400.
QUANDO: A partir de hoje (26). 2ª a 6ª, 9h/22h; sáb. e dom., 10h/ 22h (4/9, 10h/21h).
QUANTO: R$ 20/R$ 25. Até 4/9.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Divirta-seBienal do Livro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: