Anima Mundi chega à 27ª edição com mais de 300 filmes exibidos em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Anima Mundi chega à 27ª edição com mais de 300 filmes exibidos em São Paulo

Humberto Abdo

21 de julho de 2019 | 18h05

Em sua 27ª edição, festival Anima Mundi ocupa quatro espaços da cidade com exibições de mais de 300 curtas e longas-metragens

Foto: Otto Guerra

Entre 4ª (24) e 28/7, o festival de animação Anima Mundi reúne 302 produções de mais de 40 países – entre elas, cerca de 80 são títulos nacionais. As sessões ocorrem em quatro espaços da cidade (IMS, Itaú Cultural, Petra Belas Artes e Unibes Cultural), incluindo curtas, longas e filmes em realidade virtual. Os ingressos variam de R$ 10 a R$ 18. E na 3ª (23) e no dia 28/7, às 20h30, o Auditório Ibirapuera também recebe, respectivamente, uma exibição de abertura e outra de encerramento, com ingressos gratuitos distribuídos no local a partir das 19h. A programação completa será divulgada no site do evento (www.animamundi.com.br).

+ De Otto Guerra, ‘A Cidade dos Piratas’ (Belas Artes: 24/7, 20h; 26/7, 22h; foto acima) é um dos longas-metragens. No enredo, um diretor de cinema lida com a decisão de Laerte, autora da série de HQ ‘Os Piratas do Tietê’, de renegar antigos personagens após seu processo de mudança de gênero. A programação inclui ainda títulos como ‘Ruben Brandt, Collector’ (Belas Artes: 26/7, 20h; 27/7, 22h), produção húngara de Milorad Krstic; e ‘Another Day of Life’ (Belas Artes: 24/7, 22h; 25/7, 20h), de Raúl de la Fuente e Damian Nenow.

+ Entre os longas infantis, um dos destaques é ‘Miúda e o Guarda-chuva’ (Belas Artes: 26/7, 16h; IMS: 27/7, 15h30), de Amadeu Alban, sobre uma garotinha míope que cuida de sua planta carnívora de estimação enquanto as formigas, que lhe servem de alimento, arquitetam planos de fuga mirabolantes. ‘Capitão Morten e a Rainha Aranha’ (IMS: 24/7, 15h30; Belas Artes: 27/7, 16h), de Kaspar Jancis, e o inédito ‘Playmobil: O Filme’ (Belas Artes: 28/7, 16h), de Lino DiSalvo, completam a programação.

+ Diversas sessões exibem sequências de curtas-metragens, tanto infantis como em formato de documentário. A sessão ‘Galeria 2’ (IMS: 24/7, 13h30; Itaú Cultural: 25/7, 19h30; 26/7, 10h e 17h30), por exemplo, reúne dez títulos – entre eles, ‘Órbita’, de Tess Martin, sobre a relação entre a humanidade e a energia solar. Na sessão ‘Curtas 9’ (IMS: 24/7, 17h30; 26/7, 19h30; Belas Artes: 27/7, 19h), participam produções como o nacional ‘Contra-filé’, de Pedro Iuá, sobre um acerto de contas no mundo do crime.

+ No Itaú Cultural, 15 produções em realidade virtual estarão disponíveis aos visitantes entre 12h e 19h30, nos cinco dias de evento, com entrada gratuita. ‘Henfil’, de Angela Zoé Meireles Sachetto, explora várias narrativas sobre o cartunista brasileiro a partir de alguns de seus personagens. Desenhada à mão, ‘MOWB’, de Kazuki Yuhara, retrata o vínculo de uma mãe e seu filho a partir da perspectiva do bebê, no útero. Outro título é ‘Aripi’, de Dmitri Voloshin, sobre um astronauta que cai de volta na Terra.

Tudo o que sabemos sobre:

anima mundi

Tendências: