Ambiente simples e receitas típicas ditam o novo Taverna Grega
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ambiente simples e receitas típicas ditam o novo Taverna Grega

Lucineia Nunes

23 de junho de 2016 | 18h32

meia página - Taverna Grega - Lucineia Nunes - Estadão

Foto: Lucinéia Nunes/Estadão

Há apenas 20 meses no Brasil, o grego Haris Vlahos já domina o português na hora de apresentar os pratos de sua Taverna Grega. O espaço é simples – com mesinhas na calçada – assim como a cozinha caseira, que faz pratos como a ‘Moussaka’ (R$ 35), lasanha grega com fatias de berinjela, abobrinha, batata, carne moída e molho bechamel, gratinada com parmesão. A porção é farta, mas o sabor não impressiona.

As fatias de carne suína e bovina do grande espeto giratório – que aqui recheiam o popular ‘churrasquinho grego’ –, na casa, entram no ‘Gyros’, (R$ 10/R$ 18), sanduíche em formato de cone, com carne, tomate, cebola e batata frita.

Já a versão do ‘Gyros ao Forno’ (foto) custa R$ 28. Bom mesmo é o pão pita quentinho (R$ 4, a porção), para lambuzar com pasta de iogurte, pepino, alho e azeite (R$ 12).

O cardápio também lista saladas e hambúrgueres. Logo na entrada, uma geladeira exibe as sobremesas, entre as quais estão doces típicos como torta de leite e ‘Baklava’, um folhado com recheio de nozes (R$ 19, cada).

ONDE: Al. Min. Rocha Azevedo, 1.057, Jd. Paulista, 3062-3020.

QUANDO: 11h/1h (dom., até 0h; fecha 2º).

QUANTO: Cc. e Cd.: todos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: