Alexander Calder e suas relações com o Brasil são tema de exposição
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alexander Calder e suas relações com o Brasil são tema de exposição

Celso Filho

25 Agosto 2016 | 18h11

06. A Calder_Sem título_1947_Foto © 2016 Calder Foundation, New York-AUTVIS, Brasil, 2016

Foto: 2016 Calder Foundation, New York-AUTVIS, Brasil, 2016

Na primeira metade do século 20, Alexander Calder (1898-1976) ganhou destaque nas artes visuais ao introduzir movimento a composições de formas abstratas e coloridas. Por gerações, seu trabalho tem reverberado em movimentos como o neoconcretismo. Estas influências são o foco de ‘Calder e a Arte Brasileira’, que é inaugurada na próxima quinta-feira (1º) no Itaú Cultural.

Em parceria com a Calder Foundation, de Nova York, o curador Luiz Camillo Osorio investiga a relação do norte-americano com a arte produzida no País por meio de 60 obras. A mostra reúne 32 criações de Calder, incluindo pinturas, desenhos e seus famosos móbiles. Também foram selecionados trabalhos de 14 artistas – entre eles, Lygia Clark, Hélio Oiticica e Waltercio Caldas.

ONDE: Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. QUANDO: 9h/20h (sáb., dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). Inauguração: 5ª (1º). Até 23/10. QUANTO: Grátis.

Mais conteúdo sobre:

Alexander CalderItaú Cultural