Coluna No Sofá: a quarentena é pop
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Coluna No Sofá: a quarentena é pop

Redação Divirta-se

24 de maio de 2020 | 03h00

COLUNA NO SOFÁ

Murilo Busolin

Enquanto não temos notícias animadoras para um possível declínio da curva de crescimento pelo coronavírus no Brasil, continuamos consumindo as novidades do meio musical com lançamentos adequados à simplicidade de um isolamento social.

Em contrapartida a qualquer produção simples, os fãs de cultura pop (como eu) ganharam de presente nesta quarentena uma parceria entre duas divas: Lady Gaga e Ariana Grande. A dançante Rain On Me é o segundo single oficial do sexto álbum de Gaga, Chromatica, e chegou às plataformas de streaming sexta (22), acompanhada de um videoclipe super produzido e coreografado.

Lady Gaga e Ariana Grande em ‘Rain On Me’

 

Como elas fizeram tanto em meio ao caos atual? Provavelmente já estava gravado antes de entrarmos nesse período. O que importa é que a faixa entrega um bom e velho pop house music dos anos 90. Anote: o novo álbum da intérprete de Bad Romance chega na próxima sexta-feira, dia 29.

Quem também voltou para suas raízes pop foi a britânica Ellie Goulding com a novíssima Power. Apesar de ter lançado músicas avulsas nos últimos dois anos, a canção foi anunciada como o primeiro single do seu quarto álbum de estúdio, ainda sem nome. Power remete às produções do elogiado Future Nostalgia de Dua Lipa. A faixa está presente em serviços de streaming, mas, ao contrário de Gaga, o videoclipe publicado no YouTube é tímido e caseiro. Ellie utilizou apenas um retroprojetor. Gente como a gente.

Outra surpresa da semana foi o lançamento do reggae bilíngue da cantora Iza em Let Me Be The One, música que conta com o rapper americano Maejor. A parceria é fruto de uma ação global da Organização das Nações Unidas (ONU) com a Fundação Humanity Lab, feita para dar visibilidade aos refugiados.

Iza e Maejor, em Let me Be the One

Let Me Be The One tem versos em inglês e português. A canção é digna de lançamento grandioso e arquitetado para divulgar um possível novo álbum. O vídeo? Belo como a letra da música.

Diminuindo ainda mais o ritmo de batidas frenéticas e hipnotizantes dos lançamentos já citados, encerro a coluna dessa semana com mais uma boa aposta nacional: Ao Vivo Em Lisboa, do cantor Silva. É o primeiro projeto mais intimista do compositor e perfeito pra quem é mais chegado em tirar tempo livre numa boa rede, ou descansando a mente no sofá. Todas as 15 faixas já são conhecidas pelo público – algumas do seu último disco Brasileiro, outras interpretações de grandes nomes da MPB, como Caetano Veloso, Milton Nascimento e Pixinguinha.

CONECTE-SE

Para rir e se entreter
Continuando a saga em indicar perfis no Instagram com os melhores conteúdos descontraídos para curtir durante a quarentena, a dica da vez é o influenciador digital @victoroliveira (também no Twitter). Com mais de 230 mil seguidores, Victor apresenta quadros semanais com as histórias mais inusitadas de seus seguidores no NESF – Não Está Sendo Fácil, além de outros como o Vitnder e Vijobs, feitos para divulgar os solteiros de plantão (encontros só depois da quarentena, hein) e trabalhos de autônomos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: