5 peças de teatro para assistir no fim de semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

5 peças de teatro para assistir no fim de semana

Júlia Corrêa

19 Janeiro 2017 | 17h45

Foto: João Caldas/Divulgação

Foto: João Caldas/Divulgação

Esperando Godot
Os atores Elias Andreato (na direção da peça e no papel de Estragon) e Claudio Fontana (interpretando Vladimir) estrelam o clássico de Samuel Beckett, um dos fundadores do ‘teatro do absurdo’. 80 min. 12 anos. Tucarena (300 lug.). R. Monte Alegre, 1.024, Perdizes, 3670-8455. A partir de sáb. (21). 6ª e sáb., 21h; dom., 19h. R$ 50. Até 19/2.

Tempo de Viver
Quatro mulheres maduras recordam suas histórias durante um encontro na praia, na noite de réveillon. Texto Carlos Colabone. Dir. Gonzaga Pedrosa. 80 min. 16 anos. CCSP. Sala Espaço Missão (60 lug.). R. Vergueiro, 1.000, metrô Vergueiro, 3397-4002. Estreia sáb. (21). 6ª e sáb., 21h; dom., 20h. R$ 20. Até 26/2.

Acorda Para Cuspir
Este monólogo ácido, que revela uma visão satírica sobre o mundo atual, é interpretado por Marcos Veras. O texto aborda questões ligadas a temas como política e sexualidade. Dir. Daniel Herz. 70 min. 14 anos. Teatro Nair Bello (200 lug.). R. Frei Caneca, 569, Consolação, 3472-2414. A partir de 6ª (20). 6ª, 21h30; sáb., 21h; dom., 18h. R$ 70/R$ 80. Até 19/3.

Namíbia, Não!
Na peça dirigida por Lázaro Ramos, dois amigos tentam resistir a um decreto que, em pleno século 21, obriga negros a voltarem à África. 70 min. 12 anos. Sesc Belenzinho. Sala de Espetáculos I (120 lug.). R. Pe. Adelino, 1.000, 2076-9700. 6ª e sáb., 21h30; dom., 18h30. R$ 6/R$ 20. Até dom. (22).

Razão Social
Gero Camilo e Victor Mendes (que também assinam texto e direção) vivem um operário e um estudante que, na noite do golpe de 1964, encontram abrigo no Zicartola, restaurante de Dona Zica e
Cartola. 70 min. 14 anos. Sesc Bom Retiro. Teatro (291 lug.). Al. Nothmann, 185, 3332-3600. 6ª e sáb., 21h; dom., 18h. R$ 9/R$ 30. Até dom. (22).