5 bares para visitar em São Paulo no Dia Internacional do Jazz
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

5 bares para visitar em São Paulo no Dia Internacional do Jazz

Humberto Abdo

29 Abril 2018 | 23h33

Foto: Marcio Kato

Para o Dia Internacional do Jazz, celebrado nesta 2ª (30), o Divirta-se selecionou cinco bares em São Paulo com decoração e trilha sonora dedicadas ao estilo musical. Confira:

Frank Bar
No lobby do Maksoud Plaza Hotel, o Frank Bar serve drinques e coquetéis assinados pelo bartender Spencer Jr., que já passou pelo Isola Bar e pelo extinto MyNY. Para os fãs do dry martini, o ‘Dry Alaska’ (R$ 35) segue uma receita inspirada no barman inglês Harry Cradock, com gim Beefeater 24, licor Elixir Vegetal, folha de oliveira, tintura adstringente e angostura de laranja. As noites têm sempre trilha sonora de jazz e blues. R. São Carlos Do Pinhal, 424, Bela Vista, 3145-8000. 18h/1h. Cc.: todos. Cd.: todos.

Foto: Evelyn Muller

Bar Must
O Must mantém a sofisticação do antigo estabelecimento, dentro do hotel Tivoli Mofarrej. O bar foi redecorado por Felipe Diniz e agora aposta nas noites de jazz, tendo como carro-chefe a nova carta de drinques assinada por Jessica Sanchez. Um dos destaques é o ‘Slice in a Sour’ (R$ 26), feito com cachaça, redução de tangerina e espuma de limão. Al. Santos, 1437, Jd. Paulista, 3146-5900. 8h/0h. Cc.: todos. Cd.: todos.

Piratininga Bar
Tem ambiente à meia luz e uma decoração que remete à São Paulo das décadas de 30 e 40. A trilha sonora, executada ao vivo, reveza-se entre jazz, blues, bossa-nova e MPB. Nesta 2ª (30), a festa ‘Bôscoli na Pista’ celebra o melhor da soul music com os DJs Puff e Nyack. O barman Passarinho monta saborosas caipiroscas de frutas (R$ 24/R$ 34). Para comer, pasteis de carne, queijo e bacalhau (R$ 29, 9 unid.) ou a bruschetta com muçarela de búfala e presunto parma (R$ 32). R. Wisard, 149, V. Madalena, 3032-9775. 17h/1h (3ª e 4ª, 17h/0h; 6ª e sáb., 17h/2h; dom., 14h/23h). 2ª (30), 19h/2h. Cc.: todos. Cd.: todos.

Raiz
Nesta 2ª (30), a partir das 19h, o bar recebe Tito Martino e sua banda no palco, com uma releitura das duas primeiras gravações de jazz de 1917, além de canções famosas de Billie Holiday e Ray Charles e composições de Charlie Parker. Para beber, a casa serve drinques como o clássico ‘Bloody Mary’ (R$ 26), mistura de vodca, suco de tomate, molho inglês, pimenta e limão. R. Alves Guimarães, 153, Pinheiros, 3083-3014. 19h/1h. Couv. art.: R$ 35. Cc.: todos. Cd.: todos.

SubAstor
Com ambiente inspirado na década de 40, o SubAstor – localizado no subsolo o Bar Astor – atrai um público que gosta de jazz, soul e rock anos 80. A luz baixa, as poltronas e o som alto propiciam conversas ao pé de ouvido, embaladas por drinques como o Ceará vs 007, Ketel One Vodka, Tanqueray Gin, Vermouth Bianco e Perfume de Caju (R$ 31). Entre os peticos, a sugestão é a porção de ‘Carpaccio Rolê’, de filé mignon, com azeitonas gregas, queijo parmesão e azeite trufado (R$ 40). R. Delfina, 163, V. Madalena, 3815-1364. 20h/2h (5ª, 20h/3h; 6ª e sáb., 20h/4h; fecha dom.). 2ª (30) e 3ª (1º), 18h/1h. Cc.: todos. Cd.: todos.

Antes de aproveitar a noite em São Paulo, que tal um cinema? Confira salas e horários dos filmes em cartaz no Guia de Cinema do Divirta-se.

Mais conteúdo sobre:

jazzbares