‘A Bruxa’, terror premiado em Sundance, está entre estreias de cinema da semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘A Bruxa’, terror premiado em Sundance, está entre estreias de cinema da semana

Rafael Sousa Muniz de Abreu

03 de março de 2016 | 15h12

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Parte da fama de A Bruxa vem do fato de que um filme de terror rendeu a Robert Eggers o prêmio de melhor direção no Festival de Sundance em 2015. Mais importante que o gênero, no entanto, é que o longa seja sua estreia – a qualidade é a de um diretor veterano.

A trama apresenta uma família em exílio na Nova Inglaterra do século 17, colonizada por puritanos britânicos. Expulsos da colônia onde viviam, William (Ralph Ineson), sua mulher Kate (Kate Dickie) e seus filhos começam uma plantação num ponto isolado próximo à floresta.

Com pouco tempo no lugar, o bebê do grupo é roubado das mãos de Thomasin (Anya Taylor-Joy), filha mais velha de William. Entregue à depressão e ao fanatismo religioso, a família começa a se consumir, num longa de época que se sustenta mais por suspense do que por susto.

 

Após ‘Pais e Filhos’ (2013), o japonês Hirokazu Koreeda lança Nossa Irmã Mais Nova, outro drama calcado na família. No longa, as irmãs Sachi (Haruka Ayase) , Yoshino (Masami Nagasawa) e Chika (Kaho), que moram juntas, descobrem uma meia-irmã, Suzu (Suzu Hirose), no funeral do pai, ausente há 15 anos.

 

A comédia Fique Comigo foca um prédio de periferia francês. Na construção, pessoas que moram sozinhas têm a rotina mudada – entre elas está Sternkowitz (Gustave Kervern), um homem que tem uma ‘overdose de exercício’, e a atriz Jeanne (Isabelle Huppert), que se envolve com o vizinho adolescente (Jules Benchetrit).

 

Em Um Homem Entre Gigantes, o médico Bennet Omalu (Will Smith) descobre num jogador de futebol americano um trauma cerebral, o que se mostra uma lesão rec0rrente em atletas desse esporte. Ao expor o problema, ele cria um conflito com a Liga Nacional de Futebol Americano – NFL, em inglês –, que quer abafar o caso.

 

Apaixonados, O Filme
(Brasil/2015, 58 min.) – Comédia. Dir. Paulo Fontenelle. Com Nanda Costa, Raphael Viana, Roberta Rodrigues, Paloma Bernardi, Saulo Rodrigues. Três casais se encontram e se unem durante um carnaval no Rio.

Cinquenta Tons de Preto
(Fifty Shades of Black, EUA/2016, 92 min.) – Comédia. Dir. Michael Tiddes. Com Marlon Wayans, Mike Epps, Kali Hawk. O filme é uma paródia do bestseller erótico ‘Cinquenta Tons de Cinza’. No longa, Christian Black, um empresário rico, recebe a tímida Hannah para uma entrevista. A partir daí, ambos se envolvem num romance.

Kung Fu Panda 3
(EUA-China/2016, 95 min.) – Animação. Dir. Jennifer Yuh, Alessandro Carloni. Po recebe uma visita e um convite de seu pai afastado, que o leva para uma reunião de família. Enquanto confraterniza com os pandas, Po descobre que um vilão derrota todos os mestres Kung Fu, o que o faz treinar a vila onde está para derrotá-lo.

Meu Amigo Hindu (leia a resenha aqui)
(Brasil/2015, 109 min.) – Drama. Dir. Hector Babenco. Com Willem Dafoe, Maria Fernanda Candido, Barbara Paz, Selton Mello. Para sobreviver a um câncer terminal, o cineasta Diego tem de viajar para os EUA, onde um transplante de medula óssea experimental é realizado. Antes de viajar, ele se despede dos amigos, e, chegando ao hospital, conhece um menino hindu, também internado.

Zoolander 2
(EUA/2016, 102 min.) – Comédia. Dir. Ben Stiller. Com Ben Stiller, Owen Wilson, Penélope Cruz. Na continuação de ‘Zoolander’ (2001), os ex-modelos Derek e Hansel saíram de evidência por terem sido humilhados num desfile. Uma top model, no entanto, pede ajuda aos dois para solucionar uma série de assassinatos cujos alvos são as pessoas mais bonitas do mundo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.