14ª edição do File reúne mais de 300 trabalhos de arte digital
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

14ª edição do File reúne mais de 300 trabalhos de arte digital

Celso Filho

07 Julho 2016 | 15h00

Norimichi Hirakawa - the indivisble

Foto: divulgação

A partir de terça-feira (12), obras de arte digital ocupam o prédio da Fiesp e seu entorno para a 14ª edição do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (File). Neste ano, são apresentados 331 trabalhos de artistas e coletivos vindos de 31 países.

A interatividade é um dos principais motes da mostra. É possível, por exemplo, caminhar por túneis suspensos de fita adesiva, criados pelo coletivo Numen/For Use, ou experimentar viver no corpo do sexo oposto, com os recursos 4D da obra ‘Be Boy, Be Girl’, de Frederik Duerinck e Marleine van der Werf.

A programação também exibe seis trabalhos na fachada do prédio. Aos domingos, um palco será montado para receber obras sonoras e audiovisuais.

ONDE: Centro Cultural Fiesp. Av. Paulista, 1.313, metrô Trianon- Masp, 3146-7439. QUANDO: 10h/20h. Inauguração: 3ª (12). Até 28/8. QUANTO: Grátis. Inf.: www.file.org.br

Veja as outras inaugurações da semana:

+ O cartunista Glauco (1957-2010) é o homenageado da vez no projeto Ocupação, do Itaú Cultural. Além de desenhos, charges (acima) e rascunhos, a mostra aborda sua vida pessoal, como, por exemplo, sua religiosidade. Av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro, 2168-1776. 9h/20h (sáb., dom. e fer., 11h/20h; fecha 2ª). Inauguração: sáb. (9). Grátis. Até 21/8.

O Futebol nas Olimpíadas. No clima dos jogos do Rio, a exposição dá um panorama da modalidade olímpica. A história é contada por reproduções de cartazes, painéis e um filme com narração de José Trajano. Museu do Futebol. Pça. Charles Miller, s/nº, 3664-3848. 9h/17h (sáb., dom. e fer., 10h/18h; fecha 2ª). Inauguração: sáb. (9). R$ 9 (sáb., grátis). Até 31/7.

Imigrações – Movimentos que Transformam. Na mostra, a imigração é tratada pelo olhar de 14 artistas. Entre pinturas, colagens e esculturas, foram reunidos trabalhos de nomes como Ricardo Franzin, Tati Cipoli e Bianca Castilho. PontoArt Galeria. R. Inácio Pereira da Rocha, 246, V. Madalena, 2548-1661. 11h/18h (sáb., 12h/17h; fecha dom. e 2ª). Inauguração: 6ª (8). Grátis. Até 23/7.

+ No projeto ‘Atlas’, Tuca Vieira (acima) registrou as diferentes regiões da Grande São Paulo. O fotógrafo leva esse ensaio para a Casa da Imagem. Lá, também é inaugurada ‘Garagem Automática’, com 21 fotografias de Felipe Russo. R. Roberto Simonsen, 136-B, Centro, 3241-4238. 9h/17h (fecha 2ª). Inauguração: sáb. (9), 11h. Grátis. Até 16/10.

Missão Lance Ventoux – MLV. A exposição é resultado de um projeto que levou os fotógrafos brasileiros Flávia Tojal, Helena Rios e Marcelo Greco para uma residência artística na região de Provença, na França. A curadoria é de Pierre Devin e Fabiana Figueiredo. Espaço 321 Jacarandá. R. Cel. Melo de Oliveira, 783, V. Pompeia, 3673-1056. 10h/18h (fecha sáb. e dom.). Inauguração: 5ª (14), 19h. Grátis. Até 16/9.

Periscópio. Na mostra coletiva, o curador Fernando Velázquez reúne obras de 26 artistas que têm em comum o diálogo com tecnologias digitais. São criações de nomes como Anaisa Franco, Nurit Bar-Shai e Jaime Lobato. Zipper Galeria. R. Estados Unidos, 1.494, Jd. América, 4306-4306. 10h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Inauguração: sáb. (9), 14h. Grátis. Até 6/8.

Uma Imagem Possível. A mostra coletiva tem foco na videoarte brasileira por meio da obra de oito artistas, como Sara Não Tem Nome, Kika Nicolela e Felipe Barros. A curadoria é de Roberto Moreira S. Cruz. Central Galeria. R. Mourato Coelho, 751, V. Madalena, 2645-4480. 11h/19h (sáb., 11h/17h; fecha dom.). Inauguração: 6ª (8), 19h. Grátis. Até 15/10.

Mais conteúdo sobre:

ARTE DIGITALFILE