Zezé Motta não para mesmo na pandemia

Zezé Motta não para mesmo na pandemia

Sonia Racy

23 de setembro de 2020 | 00h40

A demanda por trabalho durante a pandemia aumentou para Zezé Motta. Ela diz que agora virou uma mulher digital. “Além de trabalhar, estou praticando pilates – virtualmente – três vezes por semana e ligo para os meus amigos, principalmente para aqueles que sei que estão sozinhos. Comecei a fazer terapia virtual, está sendo ótimo. Enquanto tiver saúde quero continuar viajando por esse país e levando minha arte. Para o futuro penso muito em me dedicar também à área de direção de espetáculos”, afirma.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: