Yes, nós temos…

Redação

11 de novembro de 2008 | 08h04

A decisão da Secretaria da Cultura de contratar o escritório suíço Herzog & De Meuron para projetar o novo Teatro de Dança, de R$ 300 milhões, pode parar na Justiça. O Sindicato da Arquitetura e da Engenharia decidiu entrar, nesta semana, com uma ação contra a opção do Estado de São Paulo.

O sindicato é contra a entrada de estrangeiros? Não exatamente. “Nós acreditamos que a secretaria burlou a lei: um processo deste tipo exige licitação”, afirmou ontem Cesar Bergstrom, do Sinaenco.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.