Work force

Sonia Racy

06 Dezembro 2014 | 01h08

Às voltas com migrantes haitianos, estrangeiros no Mais Médicos e o constante aumento de profissionais de fora no mercado formal do País, o Brasil quer que a OCDE dê mais atenção, daqui por diante, à política de imigração.

O pedido foi feito em Paris pelo ministro Manoel Dias, do Trabalho. Desde 2012, cresceu 51% o número de estrangeiros no mercado brasileiro. Só em 2013, foram 62.387 profissionais.