William Ury critica decisão de Trump sobre Jerusalém

Sonia Racy

10 Dezembro 2017 | 01h30

WILLIAM URY

WILLIAM URY. FOTO: CHRISTINA RUFATTO/ESTADÃO

Indagado pela coluna sobre os últimos acontecimentos em Jerusalém, William Ury – criador da ONG pacifista Caminho de Abraão – afirmou que sua experiência em negociações, mostra que “às vezes somos nossos piores adversários, atuando de forma contrária a nossos interesses”.

A decisão de Trump, diz Ury, “vai diretamente contra o interesse básico da região, do mundo e dos EUA em paz e segurança para todos”.

Rota da ONG
parte de Harran

A rota turística da ONG tem como ponto de partida o antigo arco no centro de Harran, nas ruínas da cidade da antiga Mesopotâmia – no atual sudeste da Turquia. Onde, segundo judeus, muçulmanos e católicos, Abraão ouviu o chamado de Deus “para a peregrinação”.

Leia mais notas da coluna: 

IDDD vai participar da ação do PSOL para descriminalizar aborto

Exposição de gravuras chega ao Tomie Ohtake em 2018