Way out

Sonia Racy

24 de novembro de 2015 | 02h18

Corre no mundo jurídico que Alberto Youssef teria feito um acordo de delação premiada nos EUA, incluindo abrigo futuro para ele e sua família. Apesar de admitir que houve conversas a respeito com a justiça americana, o advogado do delator, Antonio Augusto Basto, disse que a medida não é prioridade agora.

“Cabe ao governo americano nos procurar e trazer uma proposta concreta. Se entendermos que isso é viável, seguimos em frente. Houve conversas sobre o assunto, mas elas não progrediram”, disse Basto.