Grafite ou pichação?

Sonia Racy

26 Janeiro 2017 | 00h40

Apesar de a Associação Comercial de SP ter patrocinado grafites na 23 de maio, em 2008, a entidade hoje não se opõe ao que João Doria está fazendo. “A ACSP apoia todas as medidas tomadas pelo prefeito contra as pichações”, informou Alencar Burti.

Por outro lado, Burti classifica grafites como “exemplos de arte; precisam seguir a lei e ser conservados. Já as pichações, estando sobre áreas grafitadas ou não grafitadas, devem ser apagadas”.

Vai e vem

Enquanto isso, a queda de braço na avenida continua. Desde o começo da semana, quando a Prefeitura apagou os desenhos nos muros com tinta cinza, eles têm sido novamente pintados ou pichados.