Vertente

Sonia Racy

11 Setembro 2015 | 00h35

Banqueiros e empresários (9 deles) com os quais essa coluna falou estão divididos quanto ao cenário geral. Uns acham que, com o rebaixamento da nota do Brasil, fecharam-se as portas para medidas heterodoxas. “Levy está fortalecido”, disseram cinco deles.

Outros sustentam o contrário: que o campo está fértil para sugestões não ortodoxas. “Dilma continua trabalhando ao lado de Nelson Barbosa e Aloizio Mercadante, reforçando o perigo de voltar à Nova Matriz Econômica”.  O que é isso? “É uma soma de expansão fiscal (estímulos), crédito a juros subsidiados e taxa de câmbio controlada”, explica um banqueiro.

Vertente 2

Vale lembrar que, a rigor, o abandono do tripé econômico se deu porque havia recursos. Agora ele foi retomado porque o dinheiro… acabou.