Vermelho sangue

Sonia Racy

06 de setembro de 2011 | 23h10

Autoridades médicas se reuniram com a ANS para tentar derrubar decisão da Agência que proíbe a embolização uterina a partir de 2012. A técnica é usada, hoje, para tratar miomas de útero, hemorragias pós-parto e trauma na bacia.

Somente na cidade de São Paulo, estima-se que 60 mil mulheres sejam tratadas anualmente de mioma uterino com o procedimento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: