Verde

Redação

21 de dezembro de 2008 | 06h00

O Brasil foi muito aplaudido na Polônia, pela promessa de reduzir o desmatamento da Amazônia. Mas a China foi além. Prometeu gastar US$ 600 bilhões em dois anos em energia limpa e sustentável.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: