Vamo-que-vamo

Redação

16 de janeiro de 2010 | 06h25

A Europa Filmes entrou no mutirão em busca do recorde de público para o filme sobre Lula. Está distribuindo e-mails dizendo que mesmo quem não tenha carteirinha de filiação do sindicato pode pagar meia mostrando identidade “e um contracheque onde conste a contribuição sindical”.

E esclarece: a promoção vai durar “enquanto o filme estiver em cartaz, e onde estiver sendo exibido”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.