Vale-tudo

Sonia Racy

02 de outubro de 2014 | 01h07

O bem-sucedido ataque desenhado por João Santana, colando a independência do BC à entrega do Brasil aos banqueiros, gerou filhote.

Anteontem, no debate da Globo em São Paulo, Padilha tentou relacionar a falta de água no Estado à abertura de capital que a Sabesp fez há 12 anos. O candidato petista vociferou contra lucros da estatal no bolso de banqueiros em Nova York, dizendo que esse dinheiro deveria ter sido usado para fazer… água.

Vale-tudo 2

O que acabou fazendo água mesmo foi a estratégia. Conhecedor do funcionamento do mundo empresarial, Skaf endossou a tese ao vivo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.