Vai ter Copa?

Sonia Racy

28 de maio de 2014 | 01h10

Os comerciários de São Paulo vão entrar com ação na Justiça contra a lei que declara feriado na cidade em 12 de junho. Sancionado semana passada por Fernando Haddad, o decreto exclui do dia de descanso quem trabalha em lojas de rua e shoppings, bares, restaurantes e estabelecimentos culturais.

A categoria, que prepara manifestação na Câmara e na Prefeitura, reclama que não poderá ganhar remuneração em dobro ou um dia de folga – como manda a lei.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: