Reunião com Armínio virou ‘conspiração’ contra Meirelles

Sonia Racy

06 Dezembro 2016 | 04h00

Não era para se tornar uma confusão. Mas o que estava programado para ser um encontro, esta semana, entre um pequeno grupo da iniciativa privada – incluindo Armínio Fraga – com Henrique Meirelles e Temer, em Brasília, acabou “se transformando” em… conspiração para afastar o ministro da Fazenda.

O clima acabou

A ideia inicial do grupo, segundo apurou a coluna, era conversar sobre a política econômica. Iniciativa sugerida e organizada por empresário paulista. Entretanto, a tentativa de desestabilizar Meirelles acabou com o clima para o debate.

O ministro respondeu 

Isto posto, é possível que Meirelles tenha se sentido pressionado ontem a falar, indiretamente, sobre as opiniões dadas por Fraga em entrevista ao Valor, no fim de novembro. Na Fiesp, o ministro da Fazenda explicou que cortar investimento e aumentar imposto, agora, enquanto a despesa primária cresce, não funciona.

E, diante de uma plateia para lá de adequada, Meirelles declarou que, se adotasse este tipo de medida, o setor privado participaria… menos da economia.

E o mercado ignorou

O que o mercado de ações achou da especulação? Nada. Entretanto, os juros futuros acabaram caindo ontem, sinalizando que o BC deve, mais à frente, promover redução maior da taxa básica de juros.