USP, Unesp e Unicamp fazem protesto contra falas negacionistas e em favor da vacinação

Marcela Paes

11 de março de 2021 | 00h00

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. FOTO: RAFAEL ARBEX / ESTADÃO

USP, Unesp e Unicamp realizarão amanhã uma ação conjunta na qual pendurarão em suas fachadas faixas pretas, em sinal de luto e em respeito e solidariedade às vítimas da covid-19. O ato também terá faixas em apoio à vacinação da população.

“Temos que estar com as vacinas, tanto para valorizar as vidas salvas pela imunização quanto para ressaltar que essas vacinas são produzidas por pesquisadores formados pelas universidades”, afirma o professor Pasqual Barretti, médico e reitor da Unesp.

De acordo com o Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas, (Cruesp), a ideia da ação também é ser “um ato de repúdio aos gestos e às falas negacionistas” que contribuíram para que o País registrasse o momento mais agudo da pandemia um ano após seu surgimento oficial, completado hoje.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.