Uso de maconha para medicina contrapõe diretores da Anvisa

Uso de maconha para medicina contrapõe diretores da Anvisa

Sonia Racy

18 de maio de 2018 | 00h55

JARBAS BARBOSA

JARBAS BARBOSA. FOTO: WILSON PEDROSA/AE

A questão do uso de maconha para pesquisa e medicina contrapõe diretores da Anvisa, segundo fontes da agência ouvidas pela coluna. Jarbas Barbosa, presidente da Anvisa, deu um ultimato essa semana ao diretor de regulação, Renato Porto: se não levar o tema ao colegiado do órgão, não cuidará mais desse processo.

A discussão na diretoria colegiada é, segundo a agência, o primeiro passo para o debate público e a elaboração de normas. Pais, pacientes e associações que lutam pelo uso medicinal têm cobrado a ação.

Leia mais notas da coluna: 

Lei no Brasil dificulta transferência do controle de empresa processada, diz Moro

Atriz faz homenagem do 110º aniversário de Guimarães Rosa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: