Unir forças

Sonia Racy

24 Julho 2016 | 01h05

A classe científica não irá desistir de Adlène Hicheur – ex-professor da UFRJ que foi deportado do Brasil por seu passado e suposto envolvimento com terrorismo. Segundo o professor Ignacio Bediaga – do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas – a expectativa é que a situação se reverta. “O que fizeram com ele foi uma atitude completamente anômala”, diz Bediaga.