Tudo que sobe…

Sonia Racy

13 de agosto de 2011 | 23h05

Mal estar entre diplomatas brasileiros na Europa. Como recebem salário em dólar, eles têm assistido à perda diária do poder aquisitivo – algo como 20% nos últimos dois meses. Indagado, o Itamaraty diz que a regra é essa. “Temos de lembrar que, quando o dólar se valoriza, a capacidade de compra aumenta”, justifica o ministério.

Bom, no atual quadro, isso deve acontecer… sabe-se lá.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: