Tudo novo

Sonia Racy

19 de setembro de 2014 | 01h06

Após a prisão de Roger Abdelmassih, há um mês, no Paraguai, as vítimas do ex-médico – que têm um grupo no Facebook seguido por mais de 3,5 mil pessoas – resolveram se unir oficialmente.

As mulheres serão representadas, na Justiça, pelo advogado Sergei Cobra Arbex.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: