Tucanos blindam Covas para manter projeto de reeleição

Sonia Racy

30 de outubro de 2019 | 00h53

BRUNO COVAS

BRUNO COVAS. FOTO: BRUNO ROCHA/FOTOARENA

O entorno de Bruno Covas atua na Câmara Municipal para monitorar qualquer especulação que possa fragilizar sua candidatura à reeleição e apontar algum nome do centrão na disputa. A ideia é blindar seu projeto para 2020.

Ao que apurou a coluna, o ex-secretário da Casa Civil, vereador João Jorge, foi acionado para a missão. Depois que deixar o hospital, Covas vai manter agendas externas e quer inaugurar pelo menos uma Unidade Básica de Saúde e uma obra de asfalto por mês. O “grosso” das inaugurações, porém, fica para 2020.

Visitas incluem Doria e
Alexandre Moraes 

Disposto e despachando pessoalmente do Sírio Libanês, Covas recebeu ontem a visita de Doria e do ministro Alexandre Moraes. Hoje, recebe Eduardo Tuma, presidente da Câmara. Alckmin falou com Renata Covas, mãe do prefeito, e pretende visitá-lo logo. Bruno Araújo, presidente do PSDB, disse à coluna que está no exterior e que mandou mensagem.

Movimentos recorrem contra
reação de Bolsonaro 

Teve resposta rápida a fala de Bolsonaro, anteontem, de que pediu ajuda ao Ministério da Defesa pra monitorar protestos pelo País.

Artigo 19, Conectas, IDDD, Transparência Brasil e outras 28 entidades levaram documento à procuradora Débora Duprat, dos Direitos do Cidadão, pedindo “a defesa da Constituição”.

Manuela d’Ávila discute
alianças com PT 

“Entrevistada” por Eduardo Suplicy, ao lançar livro na Livraria da Vila da Fradique, Manuela D’Ávila afirmou que se preciso fosse “distribuiria até santinhos” de um aliado na disputa de 2020 em Porto Alegre. Ou seja, abriria mão da candidatura a prefeito, caso outro nome “unisse mais” que o dela, que é a atual favorita do seu campo.

O que Suplicy queria saber era se, tendo o PT aberto mão de uma candidatura no Sul, o PC do B faria o mesmo para um candidato petista, por exemplo, em São Paulo.

Manuela discute 2

A resposta de Manuela: “Não tem receita”, mas… que a esquerda “tenha juízo para ganhar”. Orlando Silva chegou no final e não ouviu.

Finados nas ruas

A tradicional Parada de Los Muertos, mexicana, terá um repeteco no centro histórico de SP. É a Los Muertos Walking Parade, que a Prefeitura organiza com grupos como Clube Jerome, D. Edge, Beco 203 e Estúdio Bixiga. Será no sábado de Finados, na Rua 15 de Novembro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: