Tubarões

Sonia Racy

12 de setembro de 2011 | 23h12

O Gecep, seção do Ministério Público de São Paulo responsável exclusivamente por investigar corrupção policial, tem nova formação. Com a saída de Fernando Albuquerque de Souza, há pouco mais de um mês, o grupo agora é formado por três promotores substitutos: um com dois anos de MP e outros dois com cinco meses de carreira. Eles foram nomeados pelo procurador-geral.

Indagada sobre a possível inexperiência dos profissionais para desempenhar a função, a assessoria de imprensa responde: “São todos altamente qualificados”. Mas avisa que a situação é “temporária”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: