TSE proíbe sondagem eleitoral na rede e Danilo Gentili protesta

TSE proíbe sondagem eleitoral na rede e Danilo Gentili protesta

Sonia Racy

12 Setembro 2018 | 00h46

DANILO GENTILI. FOTO ESTADÃO

Danilo Gentili foi notificado pelo TSE, na segunda, a tirar do ar pesquisa que fez entre seus 16 milhões de seguidores sobre candidatos à Presidência – que deu Bolsonaro na cabeça.

Mas não entregou os pontos. Em recado no Twitter deixou um protesto e a pergunta: “A quem interessa amputar do cidadão tal liberdade?”